Conecte-se agora

Governo Federal diz que auxílio tirou temporariamente mais de 70% da miséria

Publicado

em

IMAGEM ILUSTRATIVA - INTERNET

O Auxílio Emergencial está cumprindo a função de chegar aos mais vulneráveis do país. É o que aponta a análise feita pelo Ministério da Economia sobre os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Covid-19 do IBGE.

O benefício do Governo Federal está concentrado nos 30% mais pobres da população e representou 93% do rendimento dessas famílias. Em muitos casos, 23 milhões de domicílios, a transferência de recursos permitiu um ganho de renda para as pessoas.

A pandemia afetou especialmente trabalhadores informais, desempregados e autônomos, público de 35,5 milhões de pessoas que recebeu o Auxílio Emergencial. Somente para este segmento, o valor já repassado é de R$ 55 bilhões. “É exatamente nos 10% da população com renda per capita mais baixa que estão 70% dos desocupados, 76% dos trabalhadores informais e daqueles fora da força de trabalho, além de 77% dos trabalhadores domésticos sem carteira”, diz o Ministério da Cidadania.

Anúncios

Destaque 3

Agências bancárias do Acre funcionam normalmente nesta quinta e sexta-feira

Publicado

em

Mesmo com o ponto facultativo decretado pelo governador Gladson Cameli esta semana, o Sindicato dos Bancários no Acre informou que as instituições bancárias funcionarão normalmente durante o feriado prolongado, das 08 às 13 horas nesta quinta, 06, e sexta-feira (07).

Segundo o presidente, da entidade, Eudo Rafael, os bancos funcionam conforme o decreto presidencial que assegura a prestação dos serviços bancários essenciais à população, inclusive, a continuidade do pagamento das parcelas do auxílio emergencial.

O ponto facultativo de quinta-feira é em razão do aniversário da Revolução Acreana. A data faz parte do calendário de feriados e pontos facultativos para os órgãos e entidades da administração direta e indireta do Poder Executivo estadual divulgado no Diário Oficial no dia 7 de janeiro de 2020.

O decreto não se aplica ao atendimento nas unidades de saúde e no Hospital das Clínicas, incluídos os serviços de Atendimento Médico Especializado, Serviço de Apoio Diagnóstico, Setores de Internação, Centro Cirúrgico, Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), Central de Agendamento de Cirurgias e Hospital-Dia. Os demais serviços essenciais voltam a ser disponibilizados na segunda-feira, 10.

Continuar lendo

Destaque 3

Saiba o que pode funcionar com o Acre na fase amarela da pandemia de Covid-19

Publicado

em

Com o anúncio de que todo o estado do Acre passou para a fase amarela, surge a dúvida do que é permitido voltar a funcionar e ou ampliar a capacidade de atendimento. O funcionamento dos estabelecimentos comerciais foi definido pela Resolução nº 02 de 3 de julho de 2020 do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19.

Desta vez, a principal novidade é a reabertura dos restaurantes, pizzarias, lanchonetes, sorveterias e bares. A partir de agora, voltam a funcionar com capacidade limitada a 50% do número de mesas contidas no ambiente externo; capacidade limitada a 50% do número de mesas contidas no ambiente interno e distância mínima de 2,5 metros entre as mesas.

Já o Via Verde Shopping, que já vinha funcionando, tem uma mudança significativa. Dos atuais 30%, passa a poder receber até 60% de sua capacidade. O cinema que funciona no local também recebe autorização para reabrir com 30% da capacidade. Assim como hotéis, pousadas e motéis que já estavam reabertos ampliam de 30 para 60% da capacidade.

Quem também está autorizado a voltar a funcionar são centros e escolas de formação e capacitação, estúdios de dança, escolas/estúdios de música, centro de formação de condutores de veículos automotores e similares também com capacidade reduzida de 30%.

Para os que estão reclamando dos quilos a mais adquiridos durante a pandemia, a notícia não é boa. Vai ser preciso esperar mais um pouco. Academias de ginástica, clubes esportivos e de lazer só estarão autorizados a retornar na fase verde.

Continuar lendo

Destaque 3

Fase amarela coloca fim à polêmica e igrejas podem reabrir com 30% da capacidade

Publicado

em

O anúncio oficial de que todo o Acre passa para a fase amarela a partir desta quarta-feira, 5, esfria a grande polêmica do Estado nas últimas semanas em relação a flexibilização das atividade por conta da pandemia da Covid-19. O funcionamento das igrejas, que rendeu embates entre líderes religiosos e o governo, agora está autorizado.

De acordo com o decreto, na fase amarela, os cultos presenciais estão autorizados a serem realizados com até 30% da capacidade de cada templo. O governo, por conta da pressão de pastores, chegou a autorizar o retorno das atividades religiosas com a presença de fiéis na fase laranja, medida que foi contestada pelo Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal.

O governo esticou a corda e não tomou nenhuma medida sobre o assunto, apostando na possibilidade de mudança para o nível amarelo que permitisse a volta dos cultos e evitasse um novo desgaste com as lideranças religiosas. De acordo com a resolução do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19, além de receber apenas 30% de sua capacidade, os eventos religiosos precisam seguir os protocolos sanitários.

Continuar lendo

Destaque 3

Rio Branco vai divulgar boletim indicando quais remédios têm ou não nas unidades de saúde

Publicado

em

O coordenador do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19, o médico Osvaldo Leal, anunciou nesta terça-feira, 4, na Câmara de Rio Branco, que a secretaria municipal de Saúde (Semsa) irá divulgar um boletim semanal de Assistência Farmacêutica indicando os medicamentos que estão em falta nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Rio Branco. O informe também trará a justificativa pela falta dos remédios.

O médico Osvaldo Leal afirmou que a iniciativa tem como objetivo ajudar os rio-branquenses dando transparência acerca dos medicamentos.

“Vamos colocar nas unidades de saúde as relações de medicamentos que aquelas unidades disponibilizam. Existem medicamentos, como os controlados, que não podem ser disponibilizados em todas as unidades porque dependem dos farmacêuticos, de igual modo os remédios da Covid-19, na qual a orientação é que eles sejam dispensados também com a autorização do farmacêutico”, ressaltou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas