Conecte-se agora

Enem será feito em janeiro e fevereiro de 2021, afirma MEC

Publicado

em

Coronavírus não será um problema para a realização da prova, diz presidente do Inep

As novas datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram divulgadas pelo secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), Antonio Paulo Vogel, e pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, nesta quarta-feira (8). Conforme o anúncio, o Enem 2020 será realizado nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) e nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital).

A definição das novas datas do Enem foi feita após diálogos com as secretarias estaduais de Educação e entidades representativas das instituições de ensino superior públicas e privadas e enquete com estudantes, disponibilizada na última semana de junho, em que mais da metade dos inscritos preferiu os meses de dezembro e janeiro.

Segundo o presidente do Inep, o instituto está preparado para aplicar o exame em janeiro e busca, junto ao Ministério da Economia, um aporte adicional de R$ 70 milhões para adequações de segurança contra o novo coronavírus. 

“Vamos tomar todas as medidas de segurança do ponto de vista sanitário para a aplicação da prova. Para isso, teremos de alugar novas salas e disponibilizar equipamentos de segurança, como máscaras e álcool em gel, o que gera um custo além do que foi planejado inicialmente. Porém, já estamos em contato com o Ministério da Economia e isso não será um problema para a realização da prova”, disse Alexandre Lopes, em entrevista coletiva realizada por videoconferência.  

Dentre os participantes da coletiva, estava a secretária de Educação do Mato Grosso do Sul e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Cecília Motta, que ressaltou a importância do Enem ser realizado no início do primeiro semestre de 2021. 

“Este é um ano que está sendo muito difícil e chegar a um consenso não é fácil. No entanto, a decisão agradou a todos nós, porque a gente não pode perder o primeiro semestre, que é muito importante, nem perder a organização do Prouni, do Sisu e do Fies. Então, o Consed unanimemente aprovou esta data e achou-a muito interessante para os alunos da rede pública”, disse a presidente do Consed.

Durante a coletiva, o MEC pontuou que, caso as instituições de ensino achem necessário, será possível abrir um terceiro processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 2020. A segunda edição do Sisu 2020 já está com inscrições abertas e seguem até o dia 10 de julho. 

*Com informações do MEC

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Cotidiano

Homem invade residência e dispara oito tiros contra morador do Santa Cecília

Publicado

em

Um homem de 35 anos ficou em estado grave de saúde após ser atingido com oito disparos de arma de fogo. O caso aconteceu no início da noite desta sexta-feira, 14, em uma residência localizada na Vila Santa Cecília, situada na BR-364, em Rio Branco. Fábio de Lima Nobre, de 35 anos estava na sua casa quando homens não identificados, que segundo a polícia seriam membros de facção criminosa, chegaram numa motocicleta e efetuaram os tiros.

Fábio foi atingido com oito tiros na região das pernas, glúteo, ombro e costas. Após a ação, os criminosos fugiram do local. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, prestou os primeiros atendimentos e conduziu a vítima ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo.

A Polícia Militar foi acionada, colheu as características dos autores do crime, em seguida fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-los, mas ninguém foi encontrado. O caso será investigado pelos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo

Destaque 2

Presos do Chapão planejavam fuga em massa no domingo e Iapen suspende volta das visitas

Publicado

em

O Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen) voltou a suspender por mais 15 dias as visitas íntimas e familiares aos presos nesta sexta-feira, 14, antes do mesmo do retorno das visitas. Isso porque os policiais penais descobriram durante inspeção geral na Unidade de Regime Fechado nº 01 de Rio Branco, conhecida como Chapão, que os detentos estavam planejando uma fuga em massa, possivelmente para acontecer no próximo domingo, 16, quando estava marcado o retorno das visitas.

Por meio de nota pública, o presidente do Iapen, Arlenilson Cunha disse que “o procedimento se deu como fruto de investigação da equipe de segurança da unidade, pelo qual foi identificado que o plano de fuga seria concretizado no domingo, 16, durante o retorno da visita familiar”.

Durante revista, foram identificadas celas danificadas, escadas artesanais, cordas artesanais do tipo “tereza” e objetos cortantes. “Desta forma, a equipe gestora do Iapen deliberou sobre a necessidade de preservar vidas e evitar que familiares não sejam utilizados como escudos em uma possível rebelião, primando ainda pela segurança geral da unidade e manutenção da ordem e disciplina”, explicou Cunha, salientando que a visita de familiares pode ser suspensa diante de ato motivado do diretor do estabelecimento.

Estão suspensas as visitas na Unidade de Regime Fechado nº 01 de Rio Branco (pavilhões G, H, I, J, K e L) “com foco no restabelecimento do padrão mínimo de segurança”.

Continuar lendo

Na rede

Empresário diz que tem autorização para obra sobre igarapé de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O empresário Júnior Melo, que está construindo uma passarela dentro do Igarapé Boulevard, em Cruzeiro do Sul, cuja obra é investigada pelo Ministério Público do Estado do Acre, disse ao ac24horas que errou por ter iniciado o serviço antes de receber toda a documentação de liberação dos órgãos competentes. Ele mostrou documentos emitidos pela prefeitura de Cruzeiro do Sul e do governo do Estado com data de hoje e um protocolo de pedido de licença da obra que teria sido feito no dia 2 de agosto. Mas o recebido do Protocolo 2021 da prefeitura está com data do dia 11.

Júnior afirma que fará, a pedido da prefeitura, uma adequação na rampa de acessibilidade e escadaria que ficarão na Avenida Mâncio Lima. Com as autorizações, ele afirma que vai enviar tudo ao promotor Iverson Bueno, do Ministério Público do Acre e esperar a autorização dele para retomar a construção. “Eu errei no começo, mas vou fazer tudo certo agora. Nunca tive intenção de fazer nada fora da lei “, afirmou.

Junior mostrou documentos com a data desta sexta-feira, 14, emitidos pelo Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC), Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Seinfra) e secretarias de Meio Ambiente e de Obras de Cruzeiro do Sul. O presidente do IMAC, André Hassem, informa no documento que a obra não está sujeita ao Licenciamento Ambiental do órgão. A Seinfra fala em “possibilidade de viabilidade técnica”.

A secretaria de obras de Cruzeiro do Sul emitiu Alvará de Licenciamento da Construção, mas uma das assinaturas do documento é de Joel Queiroz, que hoje já não é mais secretário Municipal de Obras, tendo em vista que a cassação do ex-prefeito Ilderlei Cordeiro foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 14.

Já a secretaria Municipal de Meio Ambiente atesta por meio de Certidão de Viabilidade de Uso e Ocupação do Solo que a obra está em acordo com a Lei Municipal de Meio Ambiente e também com o Plano Diretor do Município, ambos de 2006.

Continuar lendo

Cotidiano

Fecomércio do Acre doa mais 500 sacolões para famílias pobres da Bolívia

Publicado

em

Durante a pandemia de coronavírus, 14 mil cestas básicas foram doadas a famílias carentes pela Federação do Comércio do Acre.

E na última quinta-feira, 14 de agosto, mais 500 cestas foram entregues à população de Cobija, cidade fronteiriça com o Acre pelo município de Brasiléia.

Por estar distantes aproximadamente 1.000 quilômetros de outro grande centro comercial boliviano a obtenção de recursos básicos pela população de Cobija se dá por Brasília ou pela capital do Acre.

Com o fechamento do comércio local, da fronteira com o Brasil e o agravamento da pandemia, presidente do Sindicato dos Comerciantes de Brasiléia (Sincobras), José Luiz Revollo Júnior, solicitou ajuda a Fecomércio. “Acionamos a Federação do Comércio e prontamente eles se sensibilizaram com a situação de Cobija e acionaram o Mesa Brasil do Sesc, e hoje estamos com um total de mil cestas básicas distribuídas”.

A vice-governadora de Pando, Paola Terrazas, disse o sentimento é de gratidão pelas doações recebidas. “Queremos agradecer ao Mesa Brasil e à Federação do Comércio pelo trabalho solidário. Estamos muitos gratos por ser um dos beneficiários deste programa. Isso é amor ao próximo”.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas