Conecte-se agora

Desmatamento e casa levantada no encontro dos rios chama a atenção em Xapuri

Publicado

em

O fato inusitado chamou a atenção de internautas depois que alguém postou em uma rede social a imagem de uma pequena área de desmatamento da vegetação ciliar e a construção de uma pequena casa bem no ponto de encontro dos rios Acre e Xapuri, no lado oposto à tradicional Praia do Zaire.

De imediato, o assunto se tornou motivo de uma acalorada discussão e de protestos contra a intervenção. Um dos internautas cobrou da prefeitura medidas contra a ação que, segundo ele, é inaceitável por prejudicar o meio ambiente e a arquitetura da cidade.

“O prefeito não pode aceitar o que fizeram com nossa cidade no passado, deixar construir as margens do rio. Isso para a arquitetura é horrível. Espero que o prefeito tome uma atitude nesse sentido. Xapuri precisa de melhoras estruturais”, comentou.

O ac24horas não identificou o dono da pequena construção e responsável pela derrubada da vegetação, mas apurou que a instalação da casa naquele local tem a ver com uma invasão que ocorre há alguns naquela região, em uma propriedade rural pertencente a herdeiros e conhecida como Ilha Bela.

“Já irá fazer dois anos que se deu uma invasão na conhecida área ou propriedade chamada Ilha Bela – defronte a panificadora do Sr. Abdon. Até hoje as pessoas permanecem lá. O problema maior é que a área é risco. Logo nas primeiras enchentes inunda facilmente”, confirma outro internauta.

Em meio aos debates a respeito da questão surgiram, inclusive, divergências sobre se o município de Xapuri teria alguma prerrogativa legal sobre o assunto, uma vez que o local em que a construção foi erguida está em uma propriedade particular.

O artigo 20, item III, da Constituição Federal diz que “São Bens da União: os lagos, rios e quaisquer correntes de água em terrenos do seu domínio, ou que banhem mais de um estado, sirvam de limites com outros países, ou se estendam a território estrangeiro ou dele provenham, bem como os terrenos marginais e as praias fluviais”, o que deixa claro que a margem do rio não é propriedade particular.

O ac24horas solicitou informações da prefeitura de Xapuri a respeito da situação. A assessoria do prefeito Ubiracy Vasconcelos informou que daria uma posição sobre o assunto depois que o gestor municipal fosse colocado a par da questão.

Anúncios

Cotidiano

Vigilante do Into se fere com tiro acidental ao manusear arma de fogo

Publicado

em

Um vigilante de 27 anos identificado como Erisson, que presta serviço a uma empresa de segurança, se feriu acidentalmente com um tiro no final da tarde desta quarta-feira, 5, nas dependência do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) localizado na BR-364, em Rio Branco.

De acordo com informações de funcionários do Into, Erisson estava de serviço fazendo a segurança do prédio e ao tentar tirar a arma do coldre efetuou um tiro acidental que atingiu uma de suas pernas.

O vigilante foi socorrido pelos funcionários do hospital, que prestaram os primeiros atendimentos. Em seguida, uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local e encaminhou o ferido ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Segundo os paramédicos do Samu, o tiro atingiu a região entre a coxa e o joelho da vítima. Funcionários da empresa de segurança compareceram na Delegacia de Flagrantes (Defla) e registraram o boletim de ocorrência

Continuar lendo

Cotidiano

Mototaxista é preso ao entregar droga em cabos de vassoura no presídio de Rio Branco

Publicado

em

Um mototaxista recebeu voz de prisão de policiais penais do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) nesta quarta-feira, 5, após entregar entorpecentes na entrada do Complexo Penitenciário de Rio Branco. O material estava escondido dentro dos cabos de duas vassouras e seriam encaminhados a um detento da unidade.

Ao Iapen, o motorista informou ter sido abordado por um homem ainda no ponto de mototáxi. Este perguntou quem estava na vez e pediu para que o mototaxista deixasse duas vassouras na penitenciária.

Quando as vassouras chegaram ao presídio, o mototaxista as entregou para os policiais de plantão na guarda, juntamente com um papel constando o nome do preso que deveria receber. No equipamento de raio X, foi percebido que o cabo de alumínio estava totalmente preenchido. Haviam 173 gramas de um entorpecente aparentando ser maconha e 13 gramas de outra substância aparentando ser cocaína.

“O mototaxista recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Flagrantes de Rio Branco. No âmbito da unidade, um procedimento administrativo será aberto para verificar o real destino do material entorpecente”, informou o Iapen.

Continuar lendo

Cotidiano

Deputado pede prorrogação do auxílio insalubridade aos profissionais da segurança

Publicado

em

O deputado Cadmiel Bonfim pediu nesta quarta-feira, 5, ao governador Gladson Cameli, sensibilização maior para prorrogar o auxílio de insalubridade aos profissionais da segurança pública. “Perdemos o sargento F. Mendes recentemente e outros tantos estão contaminados pela Covid-19″, disse Bonfim.

O auxílio de insalubridade dever durar até o fim da pandemia, diz o deputado, mas ele quer que Gladson cumpra promessa de campanha e pague a titulação dos militares.

Há dinheiro em caixa, segundo ele. “Há condições sim de se continuar pagando. São merecedores desse auxílio”, afirmou.

Continuar lendo

Cotidiano

Unidades de saúde em Tarauacá passam a funcionar em horário reduzido

Publicado

em

A prefeitura de Tarauacá emitiu uma nota informativa alertando que os atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde do município tiveram o horário reduzido. O novo horário especial de expediente nas repartições públicas municipais está valendo desde o dia 3 de agosto. Agora, o expediente nas unidades básicas de saúde funciona das 7h às 13h e na unidade referência no atendimento de Covid-19, Maria Francisca da Costa Cabral (Doquita), das 7h às 20h.

A Unidade Básica de Saúde Fluvial “Dezinho” (Balsa Hospitalar) retornará aos atendimentos normais na data e horário marcado pela prefeitura. Moradores do bairro Corcovado e que suspeitam de infecção do coronavírus, poderão ser atendidos na unidade do próprio bairro, Marília Vieira, das 7h às 13h.

Segundo a prefeitura, “não haverá prejuízos nos atendimentos em virtude do novo horário haja vista a comprovação da procura por atendimentos pelo período da tarde ser mínima”, diz. A secretaria municipal de saúde afirma que vem trabalhando para proteger a integridade física dos profissionais e ao mesmo tempo oferecer um atendimento digno ao cidadão.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas