Conecte-se agora

“O maior medo é levar a doença até nossa família”, diz jovem enfermeiro que atua no combate ao coronavírus em Minas Gerais

Publicado

em

Às vezes, para algumas pessoas, o ditado “há males que vêm para o bem” acaba fazendo sentido muitos anos depois. O “mal” na vida do jovem mineiro Victor Ramos foi um acidente que ele sofreu aos 14 anos. Já o bem, é representado pelo seu desejo de se transformar em um enfermeiro por gratidão aos cuidados que recebeu na ocasião.

“O cuidado que eu recebi da equipe de enfermagem foi tão grande, que decidi me dedicar a essa área tão linda que é a enfermagem. Assim, eu poderia cuidar do próximo com toda dedicação”, diz ele hoje grato por ter superado aquela situação.

O tempo passou, mas o propósito continuou. Atualmente, aos 23 anos, Victor é um dos vários profissionais de saúde que estão na batalha para conter o novo coronavírus no Brasil, mais precisamente na cidade de Rodeiro, em Minas Gerais, local em que trabalha como técnico em enfermagem em um posto de saúde. 

E esse ainda é só o início de uma carreira que tende a ser bastante bonita. Apaixonado pela área, ele está no terceiro período da graduação em Enfermagem na UNIPAC, onde estuda com o auxílio de uma bolsa de estudo do Educa Mais Brasil.

Dividindo o tempo entre os estudos do curso de Enfermagem e o trabalho no posto de saúde, Victor sentiu a mudança da rotina após a chegada da pandemia do coronavírus. “Minha rotina está um pouco mudada, tive algumas alterações na minha carga horária. O cenário que estamos vivendo é outro, a forma de atendimento está diferente. As cobranças são muitas, mas vamos vencendo com profissionalismo e dedicação”, afirma ele. 

Em Rodeiro, até a última segunda-feira, 29, o boletim epidemiológico publicado pela prefeitura indicava 20 pacientes detectados com o vírus e um óbito. Embora a situação do município, diferente de outras cidades brasileiras, com poucos casos, o jovem enfermeiro sente a tensão que é estar na linha de frente da doença. 

Victor Ramos, 23 anos, decidiu seguir a profissão ainda na adolescência, quando sofreu um acidente – Foto: divulgação

“Nunca passei por uma pandemia antes. No início, senti medo mas agora tenho segurança naquilo que faço e dou o melhor de mim para ajudar o próximo. Na região em que trabalho, a situação está “controlada”, mas a gente vem trabalhando com firmeza contra a Covid-19”, afirma. 

Além de manter a atenção com os pacientes, como todos os outros profissionais da saúde, o medo maior é o de levar a doença para casa. Aí entram os cuidados redobrados no atendimento ao público e em manter a própria segurança. “Nós, profissionais da saúde, trabalhamos com todos os cuidados necessários para não nos contaminarmos. A maior preocupação é levar a doença até nossa família. Todo dia é um desafio maior e, muitas das vezes, não temos o reconhecimento necessário da população”, reflete Victor.

Mesmo nesse cenário adverso, o que não muda é a certeza do jovem enfermeiro em ter feito a escolha certa da profissão que resolveu seguir em sua vida. Ele não pensa duas vezes ao ser questionado se hoje tivesse que escolher uma profissão qual seria. “Pra mim enfermagem sempre foi a melhor escolha. Com essa pandemia pude ver ainda mais que somos essenciais na vida das pessoas. Mesmo que o mundo esteja em colapso, precisamos estar lá, dando força e lutando contra as doenças. Sem dúvida, escolheria enfermagem, eu gosto demais do que faço”, conclui. 

Fonte: Roberto Paim – Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Cotidiano

Rio Branco quer iniciar turismo rural em propriedade do Polo Agroflorestal Benfica

Publicado

em

A propriedade de 12 hectares do produtor rural Valdomiro Bento é um caso de sucesso no Polo Agroflorestal Benfica, localizado no bairro Vila Acre, em Rio Branco.

“Eu produzia feno aqui, mas não deu certo. Foi quando recebi um médico veterinário da Universidade Federal do Acre (Ufac) que me desafiou a investir na bacia leiteira. Eu tinha uma caminhonete, vendi e investi tudo em vacas e equipamento para dar suporte”, disse o produtor.

A propriedade de Valdomiro se tornou referência na cadeia leiteira da capital, tanto que ele foi um dos produtores que fez parte das discussões da Prefeitura de Rio Branco para criação e implementação do Plano Municipal da Agricultura Familiar. A prefeitura quer aproveitar a experiência de sucesso para começar a desenvolver o turismo rural na capital acreana.

“Nós estamos nos preparando para investir no Turismo Rural. Essa é uma aposta da prefeita Socorro Neri que acredita no potencial dos nossos produtores. O Valdomiro tem aqui uma experiência de sucesso, pois além de ter uma excelente produção de leite e derivados, ele desenvolve o manejo sustentável da atividade”, explicou o secretário Municipal de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico (Safra), Paulo Braña.

Atualmente, são produzidos 100 litros de leite por dia. Ele tem 22 vacas e cada uma produz em média 6,5 litros, sendo que a média do estado é 3,8. “Aqui nós ajudamos a alimentação dos animais, ajudamos no controle leiteiro, com pesagem, avaliação técnica, de forma que temos o histórico de todos os animais”, explicou o médico veterinário, da Ufac, Eduardo Mitke.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os animais comem uma mistura do capim napiê com ureia, que representa proteína e energia. O curral é limpo, silencioso e proporciona aos animais um ambiente tranquilo para ordenha, fator que é muito importante na produção do leite. Os bezerros e as vacas só tomam água de poço semiartesiano, com captação de reservas mais profundas e de melhor qualidade.

Valdomiro também produz cerca de 10 queijos por semana, todos já com venda garantida. Além disso, Valdomiro reaproveitou dois hectares de terra e plantou macaxeira.

“A ideia é que as famílias possam vir aqui, tomar um café da manhã regional, com produtos diretos da fazenda, possam ter a oportunidade saber como é feita a ordenha, como são produzidos os queijos, e possam ter um contato maior com a natureza. É isso que nós queremos proporcionar. Além disso, poderá ser mais uma fonte de renda para o produtor”, enfatizou Braña.

O turismo rural já é uma realidade no Brasil, principalmente no Sul do país, onde todos os anos milhares de turistas visitam polos produtores de uva para fabricação de vinho, principalmente.

Continuar lendo

Cotidiano

Publicado resultado preliminar de processo seletivo da prefeitura de Rio Branco

Publicado

em

O resultado parcial dos aprovados no processo seletivo para preenchimento de vagas na área da Assistência Social, junto à prefeitura de Rio Branco, já está disponível. Os nomes foram divulgados na edição desta segunda-feira, 10, do Diário Oficial do Estado (DOE).

A prefeitura afirma que “devido um problema de natureza técnica, a publicação não ocorreu de forma integral, mas consta na íntegra no site da Prefeitura de Rio Branco, em nome da publicidade, transparência e lisura do processo”.

O resultado tem caráter preliminar e os candidatos podem, a partir deste momento, interpor recursos de forma on-line através do endereço https://concursosasdh.riobranco.ac.gov.br/.

O período de recursos vai até o dia 11 de agosto. A Comissão Organizadora garante que todos os recursos serão avaliados e o resultado final divulgado no dia 13 de agosto. Serão preenchidas 23 vagas para formação em Nível Superior, 54 de Nível Médio e 4 de Nível Fundamental. Os salários variam de R$ 1.350 a R$ 2.700.

Veja a publicação aqui.

Continuar lendo

Cotidiano

Colono é ferido com tiro acidental em caçada e corre risco de ter perna amputada

Publicado

em

O colono Edson Souza de Lima, de 29 anos, se feriu com tiro acidental na noite deste domingo, 9, durante uma caçada realizada numa fazenda localizada no ramal principal, na zona rural do município de Bujari, distante 25 km de Rio Branco.

De acordo com informações da família, Edson estava caçando quando, ao manusear a arma de fogo, efetuou um tiro que atingiu o seu joelho. O homem foi para casa e na manhã desta segunda-feira, 10, levado pela ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao pronto-socorro de Rio Branco.

Segundo os paramédicos do Samu, o estado de saúde do paciente é estável, mas ele corre risco de ter a perna atingida pelo disparo amputada.

Continuar lendo

Cidades

Comerciantes de Senador Guiomard tem até sexta para tirar dúvidas sobre linhas de crédito

Publicado

em

Os micro e pequenos empreendedores do município de Senador Guiomard têm até a próxima sexta-feira, 14, uma ferramenta para tirar dúvidas sobre linhas de créditos oferecidas pelos bancos durante a pandemia da Covid-19.

Realizada pelo Fecomércio-Sesc-Senac/AC, em parceria com o Sebrae no Acre, a Semana do Crédito, buscar deixar bem informado quem precisa de dinheiro para o seu negócio. Um dos principais problemas enfrentados pelos comerciantes é até algo positivo. É que como existem diversas linhas de crédito, alguns empreendedores têm dificuldades de encontrar o tipo de crédito certo para o seu negócio.

Quem quiser tirar dúvidas pode agendar uma visita pelo (68) 99969-8523.

O assessor técnico do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, Egídio Garó, explica que a ideia é atender ao maior número de empresários. Ele reitera ainda que, infelizmente, a desinformação ainda é um problema grande.

“Além disso, há uma gama considerável de linhas de crédito, e todas se aplicam às necessidades de cada empresa. São necessidades diferentes e, portanto, o empresário tem de estar a par de tudo isso”, afirma Garó.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas