Conecte-se agora

Membro de facção em motocicleta passa atirando e homem é baleado com tiro no peito

Publicado

em

A guerra de facção por disputa de território e o tráfico de drogas continua e mais uma tentativa de homicídio foi registrada na capital. João Batista Martins, de 39 anos, foi ferido com um tiro no peito no início da tarde desta quinta-feira (2). O crime aconteceu na Travessa Edna, próximo a quadra de esporte da quarta ponte, no bairro Seis de Agosto, região do Segundo Distrito de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, João estava conversando com amigos na rua, quando um homem não identificado, suposto membro de uma facção, se aproximou em uma motocicleta e efetuou cerca de 10 tiros. João foi atingido com um tiro no peito. As outras pessoas não foram atingidas pelos projeteis. Após a ação, o criminoso fugiu do local tomando rumo ignorado.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e conduziram a vítima ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde grave.

Policiais Militares do 2° Batalhão estiveram no local, colheram as características da moto e do autor do crime e, em seguida, fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-lo, mas o bandido não foi encontrado. O caso será investigado pelos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Anúncios

Cotidiano

Governo consolida nesta sexta-feira (7) o aplicativo Botão da Vida

Publicado

em

O governador Gladson Cameli assina nesta sexta-feira (7) Termo de Cooperação Técnica do programa Patrulha Maria da Penha e Botão da Vida.

A assinatura ocorrerá às 18 horas no Palácio Rio Branco.

O aplicativo Botão da Vida faz parte de um conjunto de ações programadas na gestão do governador Gladson Cameli, na área de ‘Política para Mulheres –entre elas, a Patrulha Maria da Penha.

O Botão da Vida é usado para a aplicação da lei, em caso de descumprimento das medidas protetivas. Foi pensado para dar segurança à vítima e prestar informações à polícia.

Continuar lendo

Cotidiano

Chá da tarde no Palácio marca comemoração dos 14 anos da Lei Maria da Penha no Acre

Publicado

em

A primeira-dama do Estado do Acre, Ana Paula Cameli, e a secretária de Estado de Assistência Social dos Direitos Humanos e de Políticas para Mulheres, Ana Paula Lima, promovem um chá da tarde nesta sexta-feira (7) às 17 horas no Palácio Rio Branco em comemoração aos 14 anos de promulgação da Lei Maria da Penha.

O chá marca a assinatura do termo de cooperação entre as entidades envolvidas e início da campanha Agosto Lilás.

Agosto Lilás é o nome da campanha nacional, realizada anualmente durante este mês de agosto, em referência a data de sanção da Lei Maria da Penha. Seu objetivo é conscientizar a sociedade para o fim da violência contra a mulher.

Continuar lendo

Cotidiano

Xapuri tem elevação de internações, casos graves de Covid-19 e enterro noturno

Publicado

em

O Boletim Covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde de Xapuri (Semusa) desta quinta-feira, 6, trouxe menos novos casos de coronavírus com relação ao dia anterior, quando o município teve o seu recorde de confirmações em um único dia desde o início da pandemia – foram 34 casos em 24 horas.

De acordo com os dados divulgados pela Semusa, a média móvel dos últimos 7 dias subiu para 17 casos diários. É o pior momento da epidemia em Xapuri, que além do aumento de casos, teve também a ampliação das internações e de casos graves. As últimas confirmações envolvem mais profissionais ligados à área da saúde.

O secretário de Saúde, Wagner Menezes, disse hoje que apesar dos esforços de fiscalização das equipes do município, existe uma sensação de impotência diante da resistência da população em respeitar as medidas de isolamento social. Esse fato, para ele, é determinante para a situação em que a cidade chegou.

Menezes também lamentou a dificuldade que a Polícia Militar está tendo, em virtude da falta de efetivo, para oferecer um suporte maior às ações dos profissionais de saúde encarregados da fiscalização. Segundo ele, sem esse apoio se torna impossível impor às pessoas o cumprimento das normas.

“Nós não temos autonomia para conter a movimentação que as pessoas fazem em favorecimento à disseminação do vírus. Não podemos entrar em propriedades particulares ou saindo pela beira dos rios impedindo de as pessoas se aglomerarem nas praias ou em suas próprias casas nos fins de semana, principalmente”.

Quando fez a atualização dos dados desta quinta-feira, o prefeito Ubiracy Vasconcelos fez um apelo à população e a todas as instituições de Xapuri para enfrentar o pior momento da pandemia no município. Segundo ele, a prefeitura mais do nunca está precisando de ajuda para combater a covid-19.

“Precisamos nos unir novamente em torno dessa situação e eu, como prefeito, vou continuar fazendo isso, como sempre fiz. Vou convidar na próxima semana todas as instituições de Xapuri, do delegado ao juiz, Polícia Militar e quem mais puder, para que a gente discuta de forma clara como é que as instituições podem se ajudar a combater a pandemia em nossa cidade”, disse.

Números

Até a atualização do Boletim Municipal desta quinta-feira, Xapuri acumulava 556 casos positivos do novo coronavírus, com 46 casos em análise, 589 pessoas sendo monitoradas por contato mantido com casos confirmados, 346 altas médicas, 10 internações e 6 óbitos. Desde o início da pandemia, o município fez 1.147 notificações de covid-19, das quais 545 foram descartadas.

Enterro noturno

José Alves da Veiga, o seu Zé Lulu

Uma demonstração do momento difícil que Xapuri está atravessando no combate ao coronavírus foi o registro do primeiro sepultamento noturno na cidade desde o início da pandemia. O idoso José Alves da Veiga, o seu Zé Lulu, 93 anos, morreu na noite desta quinta-feira, 6, e foi sepultado cerca de uma hora depois, no cemitério São José. Apenas dois familiares acompanharam o sepultamento.

 

Continuar lendo

Cotidiano

Polêmico e popular bar de Xapuri é demolido em reforma de praça pública

Publicado

em

Por mais de duas décadas, o bar e lanchonete Bebum, localizado no interior da praça Getúlio Vargas, em Xapuri, foi um dos principais pontos de encontro da cidade. E tanto a popularidade quanto o caráter polêmico do estabelecimento se deviam ao local onde era situado, no meio de um logradouro público.

Durante muitos anos, o espaço do famoso happy hour com som ao vivo às sextas-feiras foi o lugar do gênero mais frequentado de Xapuri – ou talvez tenha sido o único. Apesar disso, nunca faltaram opositores à presença do agradável ambiente em meio a uma das praças mais antigas e simbólicas da cidade.

No curso do tempo, foram muitas as reivindicações ao poder público pela retirada do simpático bar do meio da praça. E por diversas vezes a prefeitura tentou consumar a remoção, mas sem encontrar uma solução para a manutenção dos empregos e da renda gerados pelo boteco, a municipalidade sempre retrocedia.

Mas o dia de o famoso Bebum ir ao chão, enfim, chegou. Nesta quinta-feira, 6, uma pequena, mas eficiente máquina apelidada de “Bobcat” concluía o serviço de extermínio do tradicional botequim. Entretanto, a demolição não vai representar o fim da atividade comercial que representa o meio de vida de várias pessoas.

No projeto de restauração da praça Getúlio Vargas, o Bebum tem o seu espaço reservado, junto com outras atividades também tradicionais como o Café da Dona Maria e o Tacacá do João. Para isso, a praça receberá uma readequação em sua parte lateral, que realocará comerciantes já instalados em seus arredores.

Os recursos para o projeto de revitalização da praça Getúlio Vargas são oriundos de uma emenda parlamentar do ex-deputado Léo de Brito (PT). São R$ 490 mil que foram repassados ao município via convênio com o Ministério do Turismo, ainda no final de 2019. A previsão é de que a obra seja inaugurada em novembro.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas