Conecte-se agora

Ufac e Ifac terão de adotar protocolo de biossegurança para retornar às aulas

Publicado

em

O Ministério da Educação (MEC) lançou nesta quarta-feira, dia, 1º, um protocolo de biossegurança que obriga a Universidade Federal do Acre (Ufac) e o Instituto Federal do Acre (Ifac) a atenderem todas as diretrizes de distanciamento social coletivo em ambientes acadêmicos para poderem retornar às aulas presenciais. A medida vale para todas as 68 universidades federais e aos 41 institutos federais do país e visa prevenir a contaminação pelo novo coronavírus.

De acordo com o protocolo, as instituições deverão trabalhar com escala entre as equipes, permitindo o trabalho remoto para funcionários do grupo de risco. Terão ainda que respeitar o distanciamento mínimo de 1,5 metros entre uma pessoa e outra e fazer aferição de temperatura de todos que entrarem nos prédios e nas salas.

Deverão também adotar as medidas mais comuns, como uso constante de máscara e higienização das mãos, bem como desinfecção com álcool em gel. Segundo o MEC, o protocolo não é uma regra a ser fielmente seguida, mas uma diretriz para as instituições fazerem o retorno às aulas. Esse mesmo protocolo pode servir de guia também para instituições de ensino municipais e estaduais.

O ministério se diz favorável ao retorno das aulas, desde que consideradas as recomendações do protocolo. O governo federal alerta que os institutos e as universidades vão ter que conciliar ensino presencial e a distância. O MEC ainda não definiu uma data para o retorno das aulas presenciais e essa decisão deverá se direcionada aos estados e municípios, conforme a realidade epidemiológica local.

Com informações da Agência Brasil

Anúncios

Cotidiano

Rio Branco quer diminuir violência doméstica com ajuda da saúde da família

Publicado

em

O Acre, segundo o com o Monitor da Violência, elaborado pelo Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, carrega a vergonhosa marca de estado campeão de violência contra as mulheres com uma taxa de 7 mortes para cada 100 mil mulheres. A prefeitura de Rio Branco, que concentra mais da metade da população do estado, e onde, consequentemente, acontece o maior número de casos quer mudar essa realidade.

A aposta é em um Projeto de Lei apresentado pelo vereador Mamed Dankar (PROS) que institui o Programa de Prevenção da Violência Doméstica com a Estratégia de Saúde da Família.

O Programa tornou-se a lei 2361/2020, sancionada pela prefeita Socorro Neri e publicada na edição desta segunda-feira, 3, do Diário Oficial do Estado, e é voltada à proteção de mulheres em situação de violência, por meio da atuação preventiva dos Agentes Comunitários de Saúde.

Através do Programa de Prevenção da Violência Doméstica com a Estratégia de Saúde da Família, o município irá promover o acolhimento humanizado e a orientação de mulheres em situação de violência por Agentes Comunitários de Saúde especialmente capacitados, bem como fará o encaminhamento aos serviços da rede de atendimento especializado, quando necessário.

Para a correta implementação das ações do programa, a prefeitura de Rio Branco solicitará a participação do Grupo Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica – Gevid, do Ministério Público do Estado do Acre.

Através deste Programa será possível, ainda, a realização de estudos e diagnóstico para o acúmulo de informações destinadas ao aperfeiçoamento das políticas de segurança que busquem a prevenção e o combate à violência contra as mulheres.

Continuar lendo

Cotidiano

Mais de 150 quilos de cocaína e maconha são apreendidos pela PF na BR-364

Publicado

em

A Polícia Federal prendeu em flagrante na tarde desse domino, dia 2 de agosto, um homem transportando aproximadamente 142 quilos de cocaína e 18 quilos de skunk (supermaconha) em um caminhão no quilômetro 100 da BR- 364, na cidade de Acrelândia.

A PF atuou mediante denúncia anônima. Na abordagem, o motorista apresentou nervosismo e o caminhão foi levado à Superintendência da Polícia Federal, onde cães farejaram a droga em dois compartimentos ocultos do caminhão.

Continuar lendo

Cotidiano

Veículo é flagrado pela polícia ao transportar 59 barras de cocaína na BR-317

Publicado

em

Após denúncia anônima, agentes da Polícia Civil e Militar realizaram nesse domingo, 03, uma apreensão de 59 tabletes de base de cocaína que era transportado em um fundo falso da carroceria de madeira de uma caminhonete modelo F-1000, cor branca, e placa JYT 5270. A apreensão aconteceu na BR-317.

Segundo informações, a operação contou com o apoio de agentes do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), que ajudaram a interceptar o veículo na estrada acreana.

Na abordagem, todos os ocupantes do veículo passaram por uma revista e, com eles, também foram encontradas quantias significativas em dinheiro. Após prisão, todos foram conduzidos juntamente com o veículo à delegacia de Assis Brasil, onde poderão responder pelo crime de tráfico de entorpecente.

Continuar lendo

Cotidiano

Internautas se mobilizam por família que perdeu a casa em incêndio no Bujari

Publicado

em

Grupos estão se mobilizando nas redes sociais em favor de vítimas de um incêndio ocorrido nesse domingo, dia 2, em uma residência localizada no polo agroflorestal Valdo Aires, no Bujari. Ninguém saiu ferido, mas as perdas materiais são grandes.

A família perdeu praticamente tudo, segundo os relatos de uma vizinha, a dona Salomeide Oliveira da Silva, e estão precisando de alimentos, roupas, telhas para cobrir a casa, entre outros.

“Os vizinhos ajudaram, chamamos os bombeiros, mas quando chegaram já tínhamos apagado e não deu de aproveita nada”, relata Salomeide. “Queimou tudo”, completa ela, que abriga o casal Ailton e Amanda e outras duas crianças, filhos do casal. Havia outra criança da vizinhança na hora do incêndio.

Interessados em contribuir podem fazer contato com pelos telefones 99928-3041 ou 99903-1553. Para falar com a família, o endereço é Chácara Betel, ramal Valdo Aires, nas proximidades da igreja Assembleia de Deus.

Ainda não se sabe as causas do incêndio, mas há suspeitas de que tenha sido problema na fiação elétrica. O apelo é para que a família consiga ser atendida o mais rápido possível, já que há crianças e estão vulneráveis neste momento de dificuldades.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas