Conecte-se agora

Centro comercial de Rio Branco poderá se chamar ‘Aquiri Shopping’

Publicado

em

Um Projeto de Lei elaborado pela prefeitura de Rio Branco foi encaminhado à Câmara Municipal nesta quarta-feira, dia 1º, sugerindo o nome ao centro comercial popular que está sendo construção da região do camelódromo, em Rio Branco. O município sugeriu que o Shopping Popular seja nomeado de Aquiri Shopping.

A prefeitura afirma que escolheu esse nome porque “o nome Acre surgiu de “Aquiri”, palavra do dialeto dos índios Apurinãs, que significa “rio dos jacarés”, explica.

Para a gestora municipal Socorro Neri, o provável Aquiri Shopping irá assumir uma importância ainda maior. “Configura-se como instrumento indispensável para eficiência, eficácia e transparência administrativa, contribuindo, inclusive, para a modernização da administração pública”, destaca.

O local terá capacidade para até 500 boxes, em uma área construída de 12 mil metros quadrados. No mesmo Projeto de Lei enviado nesta quarta, a prefeitura recomenda aos vereadores que denomine os permissionários de Comerciantes Ambulantes, uma vez que o local abrigará os camelôs estabelecidos na região do Terminal Urbano e imediações.

Anúncios

Destaque 6

Assis Brasil lidera como a cidade de maior incidência da Covid-19 por habitantes no Acre

Publicado

em

A propagação do novo coronavírus tem se espalhado fortemente pelas cidades do interior do Estado. Após atingir o pico da curva da pandemia em Rio Branco, conforme divulgou a própria secretaria municipal de Saúde da capital na última semana, o vírus tem atingido significativamente cidades do Vale do Juruá, Alto Acre, Purus e Tarauacá/Envira.

O boletim epidemiológico liberado pela secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) nesta terça-feira, 4, mostra que Assis Brasil, localizada na fronteira do Acre com o Peru na região do Alto Acre, lidera o ranking de incidência da Covid-19 por habitantes. Assis Brasil já registrou 8 óbitos decorrentes de complicações da doença até o momento e 210 altas médicas. A taxa de mortalidade do vírus no município está em 107,9%, a maior em todo o Estado.

Atualmente, a cidade, que tem uma população estimada em 7.417 pessoas, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no ano passado, possui 349 casos confirmados da doença e quatro em situação de análise em laboratório. Por lá, mais de 730 exames já foram notificados e 382 descartados para coronavírus.

No mesmo ranking, Assis Brasil é seguida de Bujari; Cruzeiro do Sul; Brasileia; Santa Rosa do Purus, Tarauacá; Porto Walter; Manoel Urbano; Mâncio Lima e Xapuri. Rio Branco caiu para a 13ª posição no quesito incidência da Covid-19.

Nessa terça, o teve mais 371 casos confirmados, chegando 20.710 infectados pela Covid-19. Mais 6 mortes também ocorreram nas últimas 24 horas, fazendo com que o total de óbitos alcance 545 em todo o estado.

Continuar lendo

Destaque 6

Justiça do Acre obriga realização de reparos no Edifício Van Gogh

Publicado

em

FOTO: ALBUQUERQUE ENGENHARIA

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Acre negou apelação apresentada pela Albuquerque Engenharia e manteve a obrigação de reparos no Edifício Van Gogh, em Rio Branco.

De acordo com os autos, os problemas identificados no laudo técnico foram constatados dentro do prazo da obra, ou seja, em cinco anos após a entrega. No documento, foi atestada a necessidade de reparos.

O desembargador Roberto Barros, relator do processo, compreendeu que a causa principal das fissuras verificadas relacionam-se à deficiência na impermeabilização. “É certo que o excesso de chuvas atrapalha o andamento da construção civil, todavia não impede em absoluto a concretização do serviço”, ponderou.

Desta forma, a construtora deve realizar os reparos na laje do estacionamento, retirando as fissuras, bem como promover a impermeabilização e demais ações necessárias para sanar as infiltrações, no prazo de 90 dias. Para o descumprimento, foi estabelecida multa diária no valor de R$ 500,00.

Continuar lendo

Destaque 6

Polícia apreende Ford Fusion de Fonseca e SW4 do irmão de Bittar

Publicado

em

A Polícia Civil cumpriu nesta terça-feira, 4, dois mandados de busca veicular autorizados pelo juiz Cloves Augusto, da 4ª Vara Criminal de Rio Branco. A ação faz parte dos desdobramentos da operação “Toque de Caixa”, que prendeu o ex-diretor-presidente do Depasa, Tião Fonseca, e está na busca de também prender sua esposa, Delba Nunes Bucar, dona da Bucar Engenharia, que está em Brasília em tratamento de saúde.

Os agentes da Delegacia de Combate à Corrupção e aos Crimes contra a Ordem Tributária e Financeira (Decor) apreenderam hoje dois veículos de luxo de uso de Tião Fonseca e do irmão do senador Marcio Bittar (MDB), o ex-diretor-financeiro, Edson Siqueira, que teve sua casa alvo de busca e apreensão.

Mesmo não sendo de propriedade dos alvos da operação, a PC apreendeu um Ford Fusion de uso de Fonseca e uma SW4 de uso de Siqueira.

O ac24horas apurou que a apreensão dos bens faz parte da etapa da construção de bens para garantir o valor de R$ 560 mil que supostamente teria sido desviados do Depasa por meio de um pagamento a empresa da mulher de Fonseca.

Continuar lendo

Destaque 6

Uso de Azitromicina salta de 20 para 90 mil em Rio Branco

Publicado

em

O medicamento Ivermectina, que também é usado no tratamento de Covid-19, está em falta desde maio

A secretária municipal de Saúde em Rio Branco, Maria Jesuíta, explicou nesta terça-feira, 04, na tribuna popular da Câmara de Vereadores, o motivo para a falta de alguns medicamentos nas unidades de saúde da capital acreana. Jesuíta destacou o esforço do município em manter abastecida todas as 57 farmácias de responsabilidade da prefeitura de Rio Branco, mas que a demanda exacerbada por Ivermectina e Azitromicina, por exemplo, fez com que esses medicamentos usados no tratamento da Covid-19 começassem a faltar nos postos.

“Tivemos um aumento de uso dos medicamentos, por exemplo a Azitromicina, que é um item que a gente passou de 20 mil mensal para 90 mil mensal, com isso esgotou o nosso estoque”, pontuou. Ela destacou que a secretaria municipal de Saúde trabalha para suprir a demanda desses remédios, porém, ressaltou que não é só Rio Branco que sofre com o desabastecimento de remédios.

“A gente tem trabalho muito com esses desafios e nós temos percebido que não é só Rio Branco que está faltando remédio. A Ivermectina, por exemplo, encerrou no nosso estoque em maio e estamos tentando adquirir, mas até agora nada. Todas as capitais estão tendo a mesma dificuldades e a gente tá tentando fazer um processo de licitação com farmácias que trabalham com remédios manipulados para tentar suprir essa demanda”, afirmou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas