Conecte-se agora

Acre tem estabilização no registro de novos casos de Covid-19

Publicado

em

O Acre já chegou a registrar mais de 500 novos casos de coronavírus por dia no ápice da contaminação, em meados do mês de maio. Desde que se tem o resultado oficial dos primeiros infectados, o estado já possui 13.253 pessoas acometidas pelo vírus. No entanto, nas últimas semanas, foi percebida uma diminuição no número de novos casos diários da doença.

O registro diário de novos casos foi reduzindo para 300, depois para a média de 200 e há três dias vem alternando entre 145 e 88. No último dia 28 de junho, foram 145 novos casos em 24 horas. No dia 29, foram apenas 88 novos infectados e nesse dia 30 de junho, o boletim trouxe 107 novos casos. Apesar do acréscimo no último dia de junho, ainda permanece uma redução acentuada na transmissão comunitária do vírus.

A prefeitura de Rio Branco destaca a ampliação do atendimento aos casos de Covid-19 para redução da contaminação. “Temos percebido uma estabilização desses números a partir do esforço da secretaria municipal de Saúde da prefeitura, com a ampliação da rede de atendimento a partir do dia primeiro de junho, já começa a surtir um efeito interessante nas pessoas que têm sintomas em seus domicílios, no acompanhamento domiciliar, no monitoramento remoto, na possibilidade de consultas remotas, também, a gente já percebe que já um impacto positivo nesse sentido”, explicou O médico Oswaldo Leal, presidente do Comitê Municipal de Enfrentamento e Monitoramento de Emergência para Infecção Humana pelo Novo Coronavírus.

O governo do Acre também aponta para a ampliação dos leitos de enfermaria, com a ampliação dos leitos de UTI, que também impacta diretamente na taxa de ocupação.

Anúncios

Acre

Em entrevista, Bocalom defende volta às aulas em meio à Covid-19

Publicado

em

O candidato à prefeitura de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), em entrevista ao Café com Notícias, da TV5, apresentado pelo jornalista Washington Aquino, defendeu a retomada da volta às aulas na rede municipal de Rio Branco, mesmo em meio à pandemia da Covid-19, caso eleito prefeito de Rio Branco.

Com 24 mil alunos na rede municipal, Bocalom minimizou a Covid-19 e destacou que o vírus não teria tantos efeitos nas crianças, porém não apresentou nenhuma prova acerca desse assunto.

A rede municipal é responsável pelo atendimento de crianças de dois anos até onze anos e na Escola de Jovens e Adultos (EJA) a partir de 15 anos.

Indiretamente, Bocalom defendeu a tese da imunidade de rebanho (Q), ou imunidade coletiva, que é um conceito aplicável para doenças transmitidas de uma pessoa para outra. Essa tese descreve uma situação onde a cadeia de infecção é bloqueada, isto é, a doença para de se alastrar, pois uma porcentagem de indivíduos, numa população definida, adquire imunidade a essa infecção e assim protege os que ainda não tem imunidade de serem infectados.

“Olha só, o que a gente precisa ver nisso tudo é que as crianças, por exemplo, não tem tanto problema com Covid-19. A gente sabe que precisamos pegar covid também pra poder ficar imunizado”, afirmou.

Em outro trecho, Bocalom argumentou que essas medidas deveriam ser adotadas em razão do governo federal não ter mais dinheiro para mitigar os efeitos da Covid-19.

“O governo federal não tem dinheiro pra dar pro povo que não pode trabalhar. O povo tem que trabalhar. Quantas empresas quebraram e pequenas empresas quebraram porque as pessoas não foram trabalhar e olha o que deu? É muito pior o pós-covid-19 porque as pessoas não tem dinheiro nem pra comer, aí se não come, aí que pega mesmo [Covid-19]. Nós temos que repensar isso que foi feito. Vou chamar o governador e vamos repensar esse protocolo. O povo tem que voltar a trabalhar”, destacou Bocalom.

Continuar lendo

Acre

Acre tem 6 óbitos e mais 135 novos casos da Covid-19 em 24 horas

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), informou nesta quarta-feira, 25, 135 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no Acre. O número de infectados subiu de 35.053 para 35.188 nas últimas 24 horas. Das novas notificações, todos os 135 são resultados RT-PCR.

Foram registrados nesta quarta-feira, 25, mais 6 óbitos, sendo 3 do sexo masculino, e 3 do feminino, fazendo com que número oficial de mortes por Covid-19 subisse para 721 em todo o Acre.

Dos 6 óbitos, dois ocorreram nesta quarta-feira, 25, os outros quatro óbitos ocorreram na primeira quinzena de novembro, mas somente agora entrou no sistema como óbito em decorrência da Covid-19, após laudo.

O Acre, até o momento, registra 97.476 notificações de contaminação pela doença, sendo que 61.927 casos foram descartados.

Atualmente, 361 exames de RT-PCR seguem aguardando análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 30.179 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 124 pessoas seguem internadas.

Continuar lendo

Acre

Candidato pede impugnação de candidata eleita em Tarauacá

Publicado

em

Foto: Cedida ao ac24horas 

A Coligação Juntos Faremos Melhor, integrada pelos partidos PSDB e Democratas, encabeçada pelo candidato à prefeitura de Tarauacá, Abdias da Farmácia e a sua vice, Bebé Damasceno (PSDB), entraram na justiça eleitoral nesta quarta-feira, 25, sob Autos nº 0600203-61.2020.6.01.0005 pedindo a impugnação da candidatura da prefeita eleita, Maria Lucineia (PDT) e do vice Raimundo Maranguape (PSD) por suposto abuso de poder econômico.

Na petição, a coligação de Abdias alega ter recebido diversos materiais de vídeo e fotos, realizados por populares, que demonstram diversas pessoas recebendo combustível no posto Balsa Pontão Figueiredo, de propriedade de Jonh de Brito Figueiredo, supostamente sobrinho do candidato a vice-prefeito Raimundo Maranguape.

Em outro trecho, a coligação relata que o frentista, Jair de Carvalho Andrade, do referido Posto, teria um caderno de anotações em que haviam informações de pessoas que retiravam combustível, arguindo que se tratava de “saldo”, sem qualquer outra explicação e sem saber informar quais requisições anteriores que originaram referido saldo.

A coligação alegou que Jonh de Brito Figueiredo, responsável legal do posto, rapidamente se deslocou até o local e informou aos policiais que levaria cópia da documentação necessária para comprovar a licitude das entregas dos combustíveis, porém, sem prestar qualquer outra informação que pudesse refutar a denúncia de compra de voto por combustível.

“Imperioso destacar que, após tomar conhecimento do ocorrido o atual vice-prefeito e vereador eleito, Francisco Feitoza Batista “Chico Batista”, dirigiu-se a casa do senhor Michelski, acusando-o de ter sido o responsável pela denúncia prestada a polícia civil, tendo, inclusive, desafiado a vias de fato, em claro ato de desespero, sendo a atitude Gravada em vídeo já amplamente divulgado na sociedade tarauacaense”, afirmou Abdias.

Candidato à prefeitura de Tarauacá Abdias da Farmácia (PSDB) – Foto: Reprodução

Por fim, Abdias pediu a suspensão da diplomação de Maria Lucineia e de Raimundo Maranguape, em tutela antecipada, e que sejam enviados os relatos ao Ministério Público Eleitoral para instauração de investigação.

Ao ac24horas, os advogados de Maria Lucineia, por meio de nota, descartaram qualquer indício de práticas ilegais no pleito municipal que possam corroborar um suposto abuso de poder econômico.

“Não existe qualquer indício de práticas ilegais, configuradoras de abuso de poder econômico, hábeis para promover o desequilíbrio no pleito eleitoral. O que se tem é uma politicagem barata de quem não aceita o resultado das urnas, desta forma não estão respeitando o processo democrático. A defesa será feita no sentido de julgar extinto o processo sem julgamento do mérito. E que até o presente momento a prefeita eleita não foi intimada”, escreveu em nota.

Por fim, os advogados destacaram que tanto a candidata eleita Maria Lucinéia e o vice Maranguape, fizeram uma campanha limpa, sem ataques e focada em propostas. “Desta forma a população acreditou e nos deu a vitória, obrigado a todos”, afirma.

Continuar lendo

Acre

Maradona morre aos 60 anos após parada cardiorrespiratória

Publicado

em

Por

Foto: Divulgação 

O ex-jogador argentino Diego Maradona morreu nesta manhã, aos 60 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ele estava em sua casa, em Tigre.

Maradona foi operado no início do mês de um hematoma subdural e depois, por decisão familiar e médica, permaneceu hospitalizado devido a uma “baixa anímica, anemia e desidratação” e um quadro de abstinência devido ao vício em álcool, segundo os primeiros informes médicos.

“Sempre é preciso cuidar dele, agora ainda mais”, disse Leopoldo Luque, médico particular do ex-jogador, após anunciar a alta hospitalar de Maradona no dia 11.

Matías Morla, advogado do ex-jogador, disse que Maradona “talvez tenha passado o momento mais duro de sua vida”, e considerou um “milagre” que os médicos tenham diagnosticado o hematoma na cabeça “que poderia ter lhe tirado a vida”.

O campeão mundial em 1986 é o atual técnico do clube Gimnasia y Esgrima La Plata, mas foi obrigado a deixar o comando da equipe nas mãos de seus assistentes há algumas semanas devido aos problemas de saúde.

*Com informações da Reuters

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas