Conecte-se agora

Movimento negro do Acre quer inserir nome de Ogan Arimatéia na rua ‘África’

Publicado

em

Amigos do advogado José Rodrigues Arimatéia, mais conhecido como Ogan Arimatéia, lançaram um abaixo-assinado essa semana com o objetivo de apresentar aos vereadores na Câmara de Vereadores de Rio Branco a proposta de um anteprojeto de Lei para acrescentar ao nome da rua África o nome do professor e advogado Ogan Arimatéia. Ele morreu no último dia 24 de junho vítima de câncer. Ogan foi um dos maiores ativistas na luta contra o racismo estrutural no Acre.

O abaixo-assinado foi idealizado pelo Movimento Negro e das Religiões de Matriz Africana do Acre. Até a manhã desta segunda-feira, 29, 500 pessoas já haviam assinado a petição. O objetivo agora é alcançar mil assinaturas. Segundo o movimento negro, trata-se de uma homenagem a Ogan.

“Visamos visando acrescentar ao nome da Rua da África o nome Professor Adv Ogan Arimatéia, bem como dar o mesmo nome para aquele espaço: Espaço Todas as Áfricas Professor Adv Ogan Arimatéia, como forma de prestar homenagem a esse militante aguerrido que acabamos de perder. A sua história nos movimentos justifica tal pleito”, afirmam os colegas.

Ogan iniciou suas lutas há muitos anos e se tornou símbolo no combate ao racismo. “Foi uma grande referência na luta por justiça e igualdade social, militante político, líder estudantil, historiador, professor, advogado, sindicalista, ativista dos Direitos Humanos, além de expoente defensor do movimento negro. Pessoa que lutou por um mundo mais digno e igual, que lutou para que todos e todas fossem respeitadas e tivessem seus direitos garantidos como todo ser humano deve ter”, reitera o movimento.

Arimatéia foi professor do ensino público e chegou a ser chefe do Departamento de Promoção da Igualdade Racial da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos no governo do Acre em gestões passadas.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas