Conecte-se agora

Governadores cobram mais coordenação do governo federal contra à Covid-19

Publicado

em

A comissão mista que acompanha as ações do governo federal no combate à Covid-19 recebeu governadores em audiência remota para ouvir sobre os impactos das medidas de combate ao coronavírus e as dificuldades que estados e municípios têm enfrentado.

Os chefes dos Executivos estaduais foram recebidos na condição de representantes dos consórcios regionais, criados há cinco anos, quando as unidades da Federação passavam por situação de calamidade fiscal.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), reconheceu a importância do recurso financeiro destinado ao estado capixaba em junho (R$ 936 milhões), mas pediu mais coordenação do governo nas ações contra a Covid-19.

“Os repasses de recursos é uma boa ação do governo federal, na área de saúde. Na área geral da ação do enfrentamento à pandemia, nós governadores, sentimos muito ausência e coordenação nacional do governo. Poderia estar em uma coordenação mais ampla, geral, de orientação e de palavras na mesma direção de governadores e diversos prefeitos”, afirmou Casagrande, que integra o consórcio das regiões Sul e Sudeste.

O governador do Mato Grosso e presidente do consórcio da região central do Brasil, Mauro Mendes (DEM), seguiu a mesma linha de pensamento de Casagrande. Mendes também criticou a troca de ministros na pasta da Saúde.

“O governo federal faz esforço, mas dinheiro não é tudo. Precisamos de uma articulação mais presente e mais próxima, uma liderança para o país. A interinidade do atual ministro da Saúde, por exemplo, gera instabilidade”, avaliou o governador.

Diálogo

O senador Espiridião Amin (PP-SC) defendeu que governadores e prefeitos devem trabalhar para obtenção de um diálogo construtivo, já que, na avaliação do parlamentar, o problema de integração não está relacionado apenas ao governo federal e estados.

“Já imaginaram se cada prefeitura tivesse que comprar a vacina contra o H1N1? Se não fosse adquirida pelo Ministério da Saúde? Quero me familiarizar com esse esforço que pode ser simplificado e respeitar a autonomia. Quero oferecer minha solidariedade e sugerir que os governadores se reúnam para o diálogo construtivo com os próprios prefeitos. Há muitos antagonismos: entre prefeitos, entre prefeitos e as unidades federadas e a própria União”, afirmou o senador.

O presidente da comissão mista, senador Confúcio Moura (MDB-RO) afirmou que a próxima reunião está marcada para o dia 30 de junho, às 10 horas da manhã. Senadores e deputados pretendem ouvir demandas de prefeitos.

Anúncios

Cotidiano

Homem invade residência e dispara oito tiros contra morador do Santa Cecília

Publicado

em

Um homem de 35 anos ficou em estado grave de saúde após ser atingido com oito disparos de arma de fogo. O caso aconteceu no início da noite desta sexta-feira, 14, em uma residência localizada na Vila Santa Cecília, situada na BR-364, em Rio Branco. Fábio de Lima Nobre, de 35 anos estava na sua casa quando homens não identificados, que segundo a polícia seriam membros de facção criminosa, chegaram numa motocicleta e efetuaram os tiros.

Fábio foi atingido com oito tiros na região das pernas, glúteo, ombro e costas. Após a ação, os criminosos fugiram do local. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, prestou os primeiros atendimentos e conduziu a vítima ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo.

A Polícia Militar foi acionada, colheu as características dos autores do crime, em seguida fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-los, mas ninguém foi encontrado. O caso será investigado pelos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo

Cotidiano

Fecomércio do Acre doa mais 500 sacolões para famílias pobres da Bolívia

Publicado

em

Durante a pandemia de coronavírus, 14 mil cestas básicas foram doadas a famílias carentes pela Federação do Comércio do Acre.

E na última quinta-feira, 14 de agosto, mais 500 cestas foram entregues à população de Cobija, cidade fronteiriça com o Acre pelo município de Brasiléia.

Por estar distantes aproximadamente 1.000 quilômetros de outro grande centro comercial boliviano a obtenção de recursos básicos pela população de Cobija se dá por Brasília ou pela capital do Acre.

Com o fechamento do comércio local, da fronteira com o Brasil e o agravamento da pandemia, presidente do Sindicato dos Comerciantes de Brasiléia (Sincobras), José Luiz Revollo Júnior, solicitou ajuda a Fecomércio. “Acionamos a Federação do Comércio e prontamente eles se sensibilizaram com a situação de Cobija e acionaram o Mesa Brasil do Sesc, e hoje estamos com um total de mil cestas básicas distribuídas”.

A vice-governadora de Pando, Paola Terrazas, disse o sentimento é de gratidão pelas doações recebidas. “Queremos agradecer ao Mesa Brasil e à Federação do Comércio pelo trabalho solidário. Estamos muitos gratos por ser um dos beneficiários deste programa. Isso é amor ao próximo”.

Continuar lendo

Cotidiano

Saúde do Acre recebe doação de 150 bombas de infusão da empresa JBS

Publicado

em

A empresa JBS doou para a secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) nesta sexa-feira, 14, cerca de 150 bombas de infusão – usadas para controlar a dose e a velocidade com que o remédio é administrado ao paciente -. A entrega do material ocorreu no complexo logístico da Sesacre. As bombas distribuídas entre as unidades de saúde conforme a necessidade.

O governo enxerga as doações de empresas privadas de fundamental importância, uma vez que auxiliam as destinações federais para o combate à pandemia do novo coronavírus.

“Desde o início da pandemia o governador tem feito um trabalho incansável para garantir assistência à população, prova disso são os investimentos feitos na Saúde e, também, as parcerias com as entidades que possibilitaram o recebimento de muitas doações”, disse o secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, à Agência de Notícias do Acre.

Continuar lendo

Cotidiano

Com prêmio acumulado, Mega-Sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado (15)

Publicado

em

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.289 da Mega-Sena, realizado na desta quinta-feira (13) em São Paulo.

As dezenas sorteadas são: 06 – 09 – 34 – 37 – 38 – 45.

No próximo sorteio, previsto para este sábado (15) o valor acumulado é de R$27 milhões no prêmio principal.

A quina teve 33 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 53.948,07. A quadra teve 2.808 apostas vencedoras.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas