Conecte-se agora

Major Rocha diz que sua ida para o PSL foi um convite e não imposição dele

Publicado

em

O vice-governador major Rocha (PSDB) disse estranhar o circo armado por alguns dirigentes do PSL no Acre contra sua filiação a convite do presidente nacional do partido, deputado federal Luciano Bivar (PE). Ele lembrou que a ideia de ir para o PSL surgiu ainda quando ele era deputado federal por descontentamento de um grupo de parlamentares tucanos que não concordavam com o apoio a Michel Temer (MDB). E agora foi convidado novamente.

“Nunca defendi a esquerda, muito embora respeita as pessoas. Porém, o que vejo é um grupo que balançava bandeiras vermelhas para governos petistas (como a advogada Joana D’arc) como neodireitistas por conveniência”. Segundo Rocha, enquanto ele enfrentava e fazia oposição ao PT, neodireitistas que se agasalharam no PSL escondem o passado por vergonha.

De acordo com Rocha, a direção nacional vai decidir a questão: Se quer um PSL nanico que a realidade das urnas vai demonstrar ou um partido grande e forte no futuro. Admitiu a possibilidade da vinda da Mara Rocha e outros tucanos para o PSL. Durante a conversa elogiou o governador Gladson Cameli. “Nossa relação nunca esteve tão boa, sou seu vice para ajudar, para somar”. Veja a seguir a entrevista completa no “Boa Conversa” com o jornalista Astério Moreira.

video

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas