Conecte-se agora

Acisa defende camelôs: “é uma questão de empatia e amor ao próximo!”

Publicado

em

O presidente da Associação Comercial, Celestino Bento, emitiu uma Nota de Solidariedade aos camelôs de Rio Branco, que na manhã deste sábado, 27, realizaram manifesto fechando avenidas principais do centro da capital, cobrando a reabertura do comércio.

Segundo a entidade, os comerciantes estão sem opção e alegam que estão passando necessidades. ”…pedir para que fiquem de braços cruzados neste momento é o mesmo que pedir para que deixem suas famílias passarem fome. Esta não pode ser a única saída”, clamou a entidade.

“Aos empreendedores, a entidade dedica todo respeito e compreensão neste momento difícil. Entendemos que são pessoas que precisam se arriscar para colocar comida na mesa todos os dias. Deixamos claro que a Acisa não tem o objetivo de promover discórdia ou algum tipo de enfrentamento. A entidade apenas busca, de maneira pacífica, uma saída para esta situação, que está insustentável. Essa é uma questão de empatia e amor ao próximo”, afirmaram em Nota.

Na manhã deste sábado, 27, fiscais da Vigilância Sanitária de Rio Branco e agentes da Polícia Militar deram início, no Calçadão de Rio Branco, a mais uma fiscalização para fechar os serviços considerados não essenciais. O que era pra ser uma ação de rotina, causou revolta nos camelôs que atuam no camelódromo de Rio Branco.

O trânsito na região central na manhã deste sábado, 27, foi fechado pelos camelôs, que interditaram o acesso a Ponte Sebastião Dantas e também a entrada do Terminal Urbano. Após o representante da prefeitura assegurar uma reunião na manhã desta segunda-feira, 29, os trabalhadores liberam as vias de acessos.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas