Conecte-se agora

Gladson se reúne com oposição em Xapuri e pede que partidos se unam e decidam chapa

Publicado

em

Para quem esperava que a vinda do governador Gladson Cameli (PP) a Xapuri nesta sexta-feira, 21, de passagem para agenda governamental em Brasiléia, traria um posicionamento decisivo sobre definição de uma chapa única dos partidos de oposição no município, com vistas à próxima eleição, a sensação após a reunião ocorrida no fim da manhã na casa do deputado Antônio Pedro (DEM) foi a de que tudo continua como antes.

Acompanhado do vice-governador, Major Rocha (PSDB), Cameli pediu união entre os partidos e orientou que eles decidam entre si quem vai compor a chapa para enfrentar o petista Ubiracy Vasconcelos (PT). Todos os pré-candidatos – Carlos Venícius (MDB), Gessi Capelão (PSD) e Carla Mendonça (PP), anfitriã da reunião, estavam presentes, mas pouco disseram, segundo fonte da correspondência do ac24horas no município.

No entanto, de acordo com a mesma fonte, apesar da continuidade da indefinição, os representantes dos partidos saíram do encontro com o consenso de que haverá união na oposição. Com três pré-candidaturas, os quatro partidos envolvidos têm apenas um consenso até o momento: o que de que divididos terão dificuldades para fazer frente ao candidato da situação. E ao que tudo indica, a decisão inevitável deverá ocorrer à fórceps.

O impasse do grupo político que apoiou a eleição do governador Gladson Cameli teria ficado mais fácil caso a nada surpreendente desistência da disputa pelo filho do deputado Antônio Pedro, Aílson Mendonça, não tivesse sido imediatamente seguida do anúncio do nome da madrasta Carla. Bastaria, então, apenas a definição entre MDB e PSD. Com a entrada da servidora do Tribunal de Justiça no páreo, a situação voltou à estaca zero.

Prazos

O Senado Federal aprovou na última terça-feira (23), a PEC – Proposta de Emenda à Constituição – que adia o pleito deste ano em 42 dias, mas os prazos estabelecidos no calendário eleitoral permanecem os mesmos.

A PEC definiu também o período entre 31 de agosto e 16 de setembro para a realização das convenções para a escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações (antes era de 20 de julho a 5 de agosto).

Até 26 de setembro, partidos e coligações devem solicitar à Justiça Eleitoral o registro de seus candidatos (15 de agosto pelas regras anteriores à PEC). Após 26 de setembro, inicia-se a propaganda eleitoral, inclusive na internet.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas