Conecte-se agora

Governo inicia Campanha Vigilância Solidária em combate à violência doméstica

Publicado

em

As ações da Campanha Vigilância Solidária começaram esta semana por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos de Políticas para as Mulheres (SEASDHM). O objetivo fazer um meio de informação e divulgação dos canais de denúncia, como o Disque 100 e o Ligue 180, através de cartazes que serão espalhados por condomínios residenciais de Rio Branco, que estão cadastrados na Junta Comercial.

A denúncia deverá ser feita até 48 horas após o fato, podendo acarretar multa em caso de descumprimento, fixada entre R$ 500 e R$ 10 mil reais, a depender das circunstâncias da infração, das condições financeiras e do porte do condomínio.

A ação é em conjunto com a Patrulha Maria da Penha e a Diretoria de Políticas para as Mulheres, que aderiu à campanha do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e assim irá dialogar com os síndicos, fazendo a abordagem necessária para o entendimento da lei, disponibilizando cartazes e panfletos de divulgação.

“Essa é uma ação que irá levar os vizinhos nos prédios a realizarem denúncias, contra qualquer possibilidade de violência doméstica e familiar, principalmente nesse período de pandemia, em que muitas famílias estão sendo obrigadas a conviver com o agressor. Estaremos assim, incentivando as pessoas a serem mais solidárias a dor do próximo”, explicitou a primeira-dama, Ana Paula Cameli.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas