Conecte-se agora

Alternativas simples substituem o uso do computador na hora de estudar em casa

Publicado

em

Celular e TV podem ser aliados para acompanhar as aulas a distância

O isolamento social adotado como precaução à transmissão do novo coronavírus pegou muitos estudantes de surpresa. Acostumados com as aulas presenciais, alunos da educação básica e ensino superior tiveram que assistir às aulas em casa. No entanto, cerca de três meses desde o início do distanciamento social, muitos estudantes ainda enfrentam dificuldades para acompanhar o ensino por falta de ferramentas tecnológicas como o computador. Diante dessa dificuldade, algumas dicas podem facilitar o acesso aos conteúdos mesmo sem ter as melhores tecnologias.

A falta de um computador adequado para acompanhar as aulas a distância é um dos problemas enfrentados por estudantes, como é o caso da graduanda em Publicidade e Propaganda, Andresa Gomes, de 24 anos. “Estou sem computador em casa, por isso tenho que acompanhar as aulas pelo celular da minha mãe. A tela é pequena e meu rendimento caiu muito”, conta.

Nem todo mundo sabe, mas existem algumas formas de usar o celular para projetar as aulas na televisão. Confira algumas dessas maneiras e bom estudo!

Ativando a função espelhamento

Em alguns modelos de celular, existe a opção chamada de “espelhamento”. Quando ativada, usa a TV da casa como monitor do celular. Aparelhos do Google permitem espelhar a tela do Android na televisão via Wi-Fi. Já no caso do iPhone (iOS) é necessário ter uma Apple TV para reproduzir a imagem do display via AirPlay. 

Smart TVs de fabricantes como LG e Samsung possuem a função de gerar na tela o que está sendo reproduzido no celular. Na ausência dessa opção no aparelho móvel, também há opção de baixar de graça um aplicativo de espelhamento.

Usando o cabo USB

Diversos modelos modernos de televisão têm entrada USB. Essa é uma conexão direta com o celular por meio de um cabo. Com TV e celular conectados é possível ver arquivos que estão no celular sendo exibidos na televisão. Para isso, o dispositivo móvel precisa estar desbloqueado e com a tela ligada. 

Usando o cabo HDMI

Na ausência de conexão Wi-Fi, saiba que é possível usar o cabo HDMI para conectar o celular diretamente à TV. O acessório pode ser comprado pela internet.

Usando transferência sem fio

Na ausência de cabos USB e HDMI é possível conectar o celular à TV por meio de transferência sem fio. Os acessórios mais conhecidos para essa finalidade são o Google Cast e Miracast. A desvantagem está na necessidade de ter conexão Wi-Fi e o preço que é um pouco elevado. 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Acre

Igrejas e restaurantes voltam a fechar em cidades do Alto Acre

Publicado

em

Com a regressão de todas as cidades da regional Alto Acre para a Bandeira Laranja na classificação de risco da Covid-19, todas as atividades comerciais e culturais que estavam liberadas na fase amarela voltam a ficar proibidas agora. O quadro geral apresentado pelo Comitê Especial de Acompanhamento da pandemia no estado apontou preocupação com o aumento significativo no número de novos casos e internações por confirmação ou suspeita de infecção pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Por isso, dezenas de atividades não poderão mais funcionar enquanto a região se encontrar no nível de alerta, tais como: espaços públicos com atividades individuais, restaurantes e pizzarias devem voltar a funcionar só por delivery e drive-thru, sem receber público, teatro, cinema e atividades culturais não podem mais ocorrer neste momento e eventos religiosos só serão permitidos na modalidade online.

“Todas essas atividades não podem mais serem abertas para o público em geral. Centro de escolas de formação e capacitação, feiras, seminários voltam a não serem mais permitidos na bandeira laranja. Todas as medidas de flexibilização para o nível de alerta voltam a ser adotadas”, explicou a coordenadora do Comitê, Karolina Sabino.

Continuar lendo

Destaque 4

Professores reclamam que governo não paga férias de 2018, 2019, nem VDP do ano passado

Publicado

em

Professores, principalmente provisórios, procuraram o ac24horas para reclamar da falta de pagamento por parte do estado. De acordo com os profissionais, há mais de um ano os professores entram em contato com a secretaria de educação e a única resposta que recebem é que não há dinheiro em caixa e que a SEE aguarda a liberação de verba por parte da Secretaria de Gestão Administrativa (SGA).

Os profissionais alegam que não receberam as férias referentes ao ano de 2018 solicitadas em 2019, 15 dias de férias referentes ao ano de 2019 solicitadas em 2020 e o pagamento da Valorização pelo Desempenho Profissional (VDP) referente ao ano de 2019.“Além de ser um direito dos professores, esse pagamento é de suma importância no momento atual em que vivemos. Muitos professores tiveram que fazer investimento em equipamentos e redes de dados para melhor atender os alunos da rede estadual. Não estamos exigindo nada além dos nossos direitos”, diz um professor que prefere não ser identificado.

O ac24horas procurou a SEE que se pronunciou por meio de uma nota.

Nota de Resposta

Em resposta às solicitações de informações encaminhadas pelo site AC24Horas, a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), esclarece:

1. Em relação ao pagamento de Férias referentes ao ano de 2018 solicitadas em 2019, informamos que se o caso em questão for relativo a valores de férias inclusos em verbas rescisórias de contratos temporários, tal pagamento está suspenso em decorrência de uma ação que tramita na Justiça. Os pagamentos de férias para contratos que são superiores a 1 ano continuam acontecendo de forma regular.

2. Em relação a pagamento de “15 dias de férias referentes ao ano de 2019 solicitados em 2020” não foi identificada por parte da equipe técnica da SEE nenhuma pendência nesse sentido.

3. Quanto ao Prêmio de Valorização de Desempenho Profissional (VDP) de 2019, conforme anunciado recentemente, o pagamento para os servidores da Educação que fazem jus ao Prêmio será realizado até o final de dezembro de 2020.

Por fim, a SEE se coloca à disposição dos profissionais para sanar quaisquer tipos de dúvidas e fazer todos os esclarecimentos que se fizerem necessários, inclusive os pontuais.

Continuar lendo

Acre 01

Pesquisa: Minoru e Zen comemoram, Socorro se diz confiante e outros dizem não acreditar

Publicado

em

Após divulgação da pesquisa Ibope de intenção de votos, os candidatos à prefeitura de Rio Branco se manifestaram acerca do resultado que colocou Minoru Kinpara (PSDB), Socorro Neri (PSB) e Tião Bocalom (Progressistas) tecnicamente empatados, com 28%, 23% e 21% respectivamente.

Em 1º lugar, Minoru se diz feliz com o resultado da pesquisa e destacou que a consolidação nas pesquisas mostra que a população procura um nome novo sem envolvimento com corrupção e com experiência comprovada em gestão.

“A gente percebe andando nos bairros, conversando com a população, que o nosso nome está sendo muito bem aceito. Eles querem um nome novo, alguém que tenha experiência bem sucedida em gestão, que saiba fazer gestão, e alguém que graças a Deus nunca teve envolvimento em corrupção, ficha limpa.

Em 2º lugar, Neri diz que segue confiante e argumentou que Rio Branco avançou muito nesses últimos dois anos de sua gestão.

“Sigo confiante, acreditando que a população reconhecerá um projeto como o nosso: transparente, possível, pautado na realidade do município, com foco nas pessoas e propostas viáveis. Acredito que se avançarmos tanto nos últimos dois anos, nos próximos quatro anos faremos muito mais”, destacou Neri.

Já em 3º lugar e numa crescente, o candidato do Progressistas Tião Bocalom preferiu desqualificar a pesquisa Ibope: “não vale nada”. Isso porque, segundo ele, foi vítima da referida pesquisa em eleições passadas.

Em outro trecho, Bocalom afirmou que pesquisas internas do seu partido o colocam em 1º lugar e que possivelmente pode liquidar a eleição já no 1º turno.

“Isso é vergonhoso. Isso pra mim não é nada com nada [pesquisa Ibope]. Na rua, os candidatos do PSB e do PSDB dizem que eu vou ganhar no 1º turno ou se não no 2º turno. Não tenho dúvida nenhuma que nós estamos na frente de todo mundo. Eu tenho sentimento de muita gente que acha que vamos ganhar no primeiro turno. Eu também acho que vamos ganhar no primeiro turno”, destacou Bocalom.

Entusiasmado, o candidato do PT, Daniel Zen, disse que ficou feliz com o resultado da pesquisa que mostrou um salto de 5% para 7%.

“Fiquei feliz com o resultado. Acredito que os números demonstram uma tendência de crescimento das duas candidaturas que estão mais presentes nas ruas: a minha e a do Bocalom”, afirmou.

Receoso, Duarte afirma que não irá brigas com pesquisas, mas ponderou que as ruas demonstram um resultado bem diferente das pesquisas divulgadas nesta quinta-feira (29).

“Eu não brigo com números e pesquisas. Agora o sentimento das ruas demonstram um resultado completamente diferente desses números. Seguiremos nossa jornada dia a dia levando nossas propostas para a população”, afirmou Duarte.

Já o candidato do Avante, Jarbas Soster, afirmou que recebeu o resultado com o sentimento de surpresa e ponderou que essas pesquisas não estão demonstrando a verdadeira realidade do eleitor.

“Após algumas pesquisas, viemos em uma constante crescente. Recebemos essa pesquisa, devo confessar, com uma leve surpresa, pois estamos nas ruas e vemos o que os munícipes de Rio branco almejam: o novo! Esse é o sentimento da população. Infelizmente essas pesquisas não estão demonstrando a verdadeira realidade do eleitor. Estamos nos bairros e a opinião pública está bem diferente desse resultado”, destacou Jarbas.

Desconfiado, o candidato Jamyl Asfury do PSC, afirmou que não confia no resultado da pesquisa Ibope.

“”Nós não estamos vendo esses números das pesquisas nas ruas. A cada dia estamos crescendo, vendo as pessoas aderirem ao projeto Rio Branco feliz! Deus governando com a gente. E mais uma vez o Ibope passa dados enganadores, porque a população irá me colocar no segundo turno!”, afirmou Jamyl.

Continuar lendo

Acre 01

Líder empresarial e vice-presidente da Fieac, Francisco Nailton Feitosa, morre aos 78 anos

Publicado

em

O empresário cearense Francisco Nailton Feitosa Lima morreu em Rio Branco nessa quinta-feira, 29, aos 78 anos. Líder empresarial, era vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac) e presidente do Sindicato da Indústria de Construções de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem do Estado do Acre (Sincepav).

Nailton vivia no Acre há muitos anos. “Foi aqui que ele decidiu criar raízes, constituir família e assinar seu nome no rol dos baluartes da Indústria Acreana”, disse a Fieac, que decretou luto em suas unidades nesta sexta-feira (30).

Para a entidade, uma despedida muito difícil. “Francisco Nailton Feitosa Lima nos deixa de maneira repentina, causando-nos um sentimento de profundo pesar e impotência. Mais uma vez nos deparamos com a implacável dor da perda. Mesmo cientes de sua inevitabilidade, mesmo cientes de que a vida, enfim, é apenas um instante, o último adeus jamais será encarado com impavidez”, enviou em nota de pesar, o presidente da Fieac, José Adriano.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas