Conecte-se agora

Piracema aglomera dezenas de pessoas nas margens do Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Cruzeiro do Sul é atualmente a segunda cidade do Acre com maior número de infectados pelo novo coronavírus e a que possui mais casos registrados na região do Vale do Juruá. Mesmo assim, uma piracema de pintado, mandi, entre outras espécies de peixe no Rio Juruá, que banha a cidade, não impediu que os moradores saíssem às ruas em busca do pescado. Dezenas de pessoas se aglomeraram nesta quarta-feira, 24, às margens do rio – muitas sem o acessório obrigatório e essencial neste período de pandemia, a máscara.

Imagens registradas pelo fotojornalista Marcos Vicentti por volta das 11 horas da manhã desta quarta mostram a movimentação intensa nessa parte da cidade, onde barcos e automóveis transitaram praticamente pelo dia inteiro. É possível notar que a maioria dos populares também não respeita o distanciamento ideal para evitar uma possível propagação do vírus. Não foi observada a presença de funcionários da prefeitura para fazer fiscalização no local.

O último boletim epidemiológico da secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) aponta que Cruzeiro do Sul está com 1.940 contaminados pela Covid-19 e ainda aguarda resultado de exames de outras 15 pessoas. A cidade já teve 31 óbitos decorrentes da doença.

Cruzeiro está com uma taxa de letalidade de Covid-19 em 1,6% dos casos confirmados e se configura como o município com maior incidência de coronavírus por habitantes. A piracema é um fenômeno que ocorre com diversas espécies de peixes e significa a “subida do peixe” em determinada época do ano enquanto eles nadam rio acima para realizar a desova.

 

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas