Conecte-se agora

Mais da metade dos domicílios receberam auxílio e 111 mil acreanos tiveram sintomas gripais

Publicado

em

FOTOS: SÉRGIO VALE

O IBGE divulgou nesta quarta-feira (24) mais uma etapa da PNAD Covid19 mostrando que no Acre 50,4% dos domicílios receberam algum auxílio monetário do governo relacionado à pandemia no mês de maio.

Entre os 84,4 milhões de trabalhadores do país, cerca de 19,0 milhões estavam afastados do trabalho e, entre estes, 9,7 milhões estavam sem sua remuneração, o equivalente a 11,5% da população ocupada em maio de 2020. Nesse mês, cerca de 16,8% dos trabalhadores do Nordeste e 15,0% do Norte estavam sem remuneração.

Além disso, nos domicílios visitados pela PNAD Covid19 em maio, foi perguntado a todos os moradores se, na semana anterior a entrevista, algum deles apresentou: febre; tosse; dor de garganta; dificuldade de respirar; dor de cabeça; dor no peito; náusea; nariz entupido ou escorrendo; fadiga; dor nos olhos; perda de cheiro ou de sabor; e dor muscular. Os sintomas foram informados pelo morador e não se pressupõe a existência de um diagnóstico médico.

No Acre, 12,8% disseram ter sentido esses sintomas, segundo o IBGE. Esse número representa mais de 111 mil pessoas.

 

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas