Conecte-se agora

Uma decisão a favor da vida 

Publicado

em

Comandante fraco, exército fraco. Comandante forte, exército forte. Diz a máxima da sabedoria oriental. A decisão tomada ontem pela prefeita Socorro Neri de manter as atividades não essenciais fechadas foi de comandante forte. Decisão de alguém que, entre ficar ao lado do grupo que defende o lucro acima de tudo, dos obscurantistas da Idade Média, dos negacionistas da ciência, optou em lutar pela preservação da vida. Só há um caminho correto nesta pandemia, que é o de se manter o isolamento para evitar o aumento da contaminação pela Covid-19. Alguns toscos dizem que o isolamento não cura. Não cura nem mentes doentias. O isolamento é para evitar que o sistema de saúde entre em saturação. Ontem, os dados eram de 80% das UTIS em Rio Branco e Cruzeiro do Sul ocupadas. Estamos indo para os 12 mil casos de contaminados e mais de 300 óbitos. Não dá mais para permitir aglomerações, comércio burlando abertamente o decreto que restringe a abertura, igrejas fazendo cultos, porque se amanhã faltar vaga para internar um paciente deste grupo de insensatos, estes serão o primeiro a apontar o dedo para os que governam, quando não fizeram a sua parte. Só tem um problema: para não continuar o faz de contas de que o decreto é cumprido, a prefeita Socorro Neri tem que aumentar a fiscalização, e pedir ao estado o engajamento da PM nesta cruzada contra os rebeldes. Não pode mais dar mole. Tem que fiscalizar o centro e os bairros periféricos. Não podemos mais correr o risco de ficar brincando com vidas nesta pandemia. A pandemia está no vermelho, sem precauções, tende a crescer.

POSTURA DE ESTADISTA

A posição da prefeita Socorro foi de uma estadista que administra sem o viés de agradar.

NÃO PODE DEIXAR BARATO

Uma coisa a prefeita Socorro não pode deixar barato, as ofensas pessoais na rede social. 

FRASE PARA REFLEXÃO

Uma frase de uma governante exemplar, a ex-primeira ministra da Inglaterra, Margareth Thatcher, a Dama de Ferro, se aplica bem à decisão da prefeita Socorro Neri: “Se o remédio é amargo e o paciente precisa dele para conseguir viver, devemos suspender o remédio”?

NÃO É FATO CONSUMADO

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) negou ontem que o seu partido tem compromisso de apoiar a candidatura do PT para á PMRB, embora admita haver conversa. Reafirmou que o seu partido até aqui mantém o engajamento político com a gestão da prefeita Socorro Neri.

BASE DA PREFEITA

O único vereador do PCdoB na Câmara Municipal de Rio Branco, Eduardo Farias, integra a base da prefeita Socorro Neri. Podem até apertar a farinha mais na frente, mas por enquanto não.

ENTENDA O CAMELI

Se alguém quiser continuar procurando entender politicamente o Gladson, que continue. Eu desisti faz tempo. Semana passada deu uma entrevista numa emissora do Juruá, e falou que o prefeito Ilderlei Cordeiro não seria candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul, e que por isso apoiaria o vice-prefeito Zequinha. Ontem, em nova declaração, falou que apoiará o Ilderlei.

COITADO DO ZEQUINHA

Coitado do vice-prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha, um dia é o candidato a prefeito e no outro não é mais. Fica ruim para a imagem do Zequinha, sendo jogada de um lado ao outro.

NÃO ARRISCO NADA

Não me perguntem a minha opinião sobre quem o Gladson vai apoiar para a prefeitura da capital, se Socorro Neri ou o Tião Bocalom, porque não saberei responder. O que ainda posso opinar sobre o controverso assunto é que, acho que vai esperar rodadas sérias de pesquisas.

CONTINUA ENTALADO

O MDB continua entalado na garganta do governador Gladson, é que dizem as paredes palacianas.

ENTRANDO DE CARONA

O deputado federal Manuel Marcos (PRB) está entrando de carona nesta questão de revitalização do Igarapé São Francisco. O primeiro a anunciar que buscaria verbas para a obra foi o senador Márcio Bittar (MDB), e é quem de fato está lutando. O deputado fez só menções.

NÃO CONCORDO, MAS RECONHEÇO

Não concordo com as teses bolsonaristas radicais defendidas pelo senador Márcio Bittar (MDB), mas não me impede de reconhecer a sua luta para carrear recursos extras para o Acre.

CARTA BRANCA

O deputado Roberto Duarte (MDB) é quem está encarregado de fazer tratativas para alianças com outros partidos na sucessão municipal. Tem carta branca do deputado federal Flaviano Melo (MDB). Até aqui fechou acordo de não agressão e aliança no segundo turno com o PSDB.

AFASTA DE MIM ESTE CÁLICE

O Pastor Pedro Abreu mandou uma postagem ao BLOG para esclarecer que o segmento da Assembléia de Deus que fez culto na pandemia, foi o comandado pelo Pastor Luiz Gonzaga, e não o seu grupo. Feito o registro, embora não tenha nominado ninguém no comentário.

NÃO É FÁCIL

O nervosismo do governador Gladson Cameli, retratado bem em matéria deste site, tem a sua razão de ser por não haver uma resposta da população às medidas tomadas para evitar o aumento do contágio pela Covid-19. Todo mundo pressiona, ninguém respeita a vida, é triste. E para completar, os números do contágio e de óbito continuam a crescer.

NÃO MIRA NOS VOTOS

O deputado federal Alan Rick (DEM) tem um diferencial na sua ação parlamentar, não foca as suas emendas apenas em beneficiar setores que possam render votos, não despreza o social. É o caso da sua emenda destinada que implantou uma clínica de fisoterapia na APAE.

LEMBRADA NAS CAMPANHAS

A emenda parlamentar também foi usada para a aquisição de material permanente, como cadeiras de rodas, nebulizadores, bicicletas ergométricas, computadores, enfim, a ação do Alan vai beneficiar cerca de 300 alunos da APAE. A APAE só era lembrada nas campanhas políticas.

CAMINHO DO PT

Ao não ser que aconteça algo de extraordinário o caminho do PT será ir para a disputa da prefeitura de Rio Branco com a candidatura do deputado Daniel Zen (PT). E o que tenho escutado de petistas próximos à direção regional. Deve entrar julho com o nome anunciado.

FORA DO ESQUADRO

Também tenho ouvido de petistas que numa hipótese do partido não ir ao segundo turno, não apoiariam uma candidatura da prefeita Socorro Neri, caso esta vá ao segundo turno. 

NENHUM SENTIDO

Não faz sentido o movimento pela cassação do mandato do presidente Jair Bolsonaro. As burradas que ele e alguns de seus ministros cometeram, não são suporte para o tirar do poder.

ERA NECESSÁRIO

O adiamento das eleições era necessário devido à pandemia do novo coronavírus. Ficou descartada a patuscada golpista de unificar as eleições, defendidas por prefeitos malandros.

NÃO DESCARTEM O MORO

Na recente pesquisa publicada pelos órgãos de comunicação o ex-ministro Sérgio Moro aparece em empate técnico para a disputa da presidência em 2022, com o presidente Jair Bolsonaro. O Bolsonaro aparece com 22%, contra 19% do Moro. Moro é uma parada indigesta.

CRIOU UM ADVERSÁRIO

Ao tirar o Sérgio Moro do governo, o presidente Bolsonaro formatou um adversário para 2022.

ROSANA GOMES

Não tirem a candidata Rosana Gomes da disputa da prefeitura de Senador Guiomard. Há dados não revelados de um instituto sério que mostram sua competitividade na eleição.

VIRA PIADA

Depois dos escândalos com o partido no poder, com a condenação do Lula e assessores, o PT tem moral para pedir o impeachment do Bolsonaro? Falta legitimidade moral aos petistas. 

FRASE MARCANTE

“Ame o seu inimigo, mas não ponha uma arma em suas mãos”. Ditado mexicano.

 

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas