Conecte-se agora

Receita Federal abre amanhã consulta a segundo lote de restituição de IR de 2020

Publicado

em

A Receita Federal abre nesta terça-feira, dia 23, consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020. O pagamento será realizado no dia 30 de junho, data de encerramento do período de entrega das Declarações do Imposto de Renda das Pessoas Físicas/2020. Neste ano, os lotes foram reduzidos de sete para cinco com pagamento iniciando antes mesmo do fim do prazo de entrega. O primeiro lote foi pago em 29 de maio.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na Internet. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Fonte: Agência Brasil

Anúncios

Cotidiano

Jamyl Asfury não apoiaria Socorro Neri num 2º turno por considerá-la “comunista”

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas 

Na sabatina realizada pelo ac24horas nesta quinta-feira, 29, o candidato à prefeitura de Rio Branco pelo PSC, Jamyl Asfury, revelou em quem não daria seu apoio num possível segundo turno nestas eleições municipais.

“Quem eu não apoiaria é a pessoa que está na gestão”, se referindo à atual prefeita e candidata à reeleição, Socorro Neri. “Ela já tem o reflexo de uma gestão que já algum tempo vem demonstrando falhas em sua gestão. Foi contra o estatuto da família e não concordo. Se ela discordava do texto, que apresentasse outra proposta”, disparou o candidato.

Jamyl reforçou que no momento não tem a intenção de apoiá-la. “Ela representa esse viéis de comunista, ‘tô fora’. Ela não é a minha proposta, mas eu quero estar no segundo turno”.

O candidato afirma que tem dialogado muito com as pessoas na rua, por isso não confia nos resultados que têm saído nas pesquisas. “Ao contrário dos números, o que tenho visto na rua são pessoa aderindo a nossa campanha. Sou cético com relação às pesquisas. Nós estamos crescendo e continuaremos crescendo”.

Continuar lendo

Cotidiano

“O Estado é laico, mas o Brasil é cristão”, diz Jamyl sobre diversidade religiosa em sabatina

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas 

Durante a sabatina ocorrida na noite desta quinta-feira, 29, o candidato à prefeitura de Rio Branco Jamyl Asfury (PSC) também comentou sobre diversidade religiosa e seu possível posicionamento enquanto gestor, uma vez que atua como pastor evangélico. Sobre o assunto, ele garante que a população não precisa se preocupar: “fui treinado para cuidar de pessoas”.

Além disso, ressaltou que “o Estado é laico, mas o Brasil é cristão”. “Eu sou cristão, e o bom cristão é aquele que respeita as pessoas. Quem convive comigo sabe o quanto eu respeito as diferenças. Homossexuais são pessoas que precisam ser amadas, abraçadas”.

O candidato, que é sobrinho do padre Asfury, acredita que dá, sim, para conviver bem com as diferenças. “Aqui temos muitos cristãos, mas quero cuidar independente das opções”.

Continuar lendo

Cotidiano

Manoel Moraes diz duvidar que seu nome conste em documentos apreendidos pela PF

Publicado

em

Um dos alvos da Operação Dirty Safe, deflagrada nesta segunda-feira, 29, para apurar desvios de recursos em contratos e esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), o deputado estadual Manoel Moraes (PSB) divulgou uma nota de esclarecimento sobre os fatos.

Na nota distribuída na tarde desta quinta-feira, a assessoria do deputado diz que nunca houve qualquer mandado de prisão ou ordem de afastamento do cargo em seu desfavor, continuando o parlamentar no desempenho de suas funções normalmente junto à Assembleia Legislativa.

Moraes também afirma que sua relação com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Nicolau Júnior, que foi afastado cautelarmente do cargo por 90 dias, é “estritamente profissional e institucional, não havendo entre eles qualquer tipo de negócios no âmbito pessoal e/ou empresarial”.

O deputado ainda enfatizou que sequer conhece os empresários e assessores citados nas investigações, e que por essa razão acredita estar sendo vítima de um mal-entendido, possuindo sérias dúvidas de que seu nome realmente conste em algum documento apreendido pela Polícia Federal.

Por fim, Manoel Moraes afirmou que está em seu terceiro mandato de deputado estadual e que sempre pautou seu trabalho pelos preceitos éticos e legais, possuindo conduta ilibada, ficha limpa e a consciência tranquila, já tendo se colocado à disposição das autoridades para os devidos esclarecimentos.

A íntegra da nota:

Nota de Esclarecimento

Em respeito aos familiares, amigos, apoiadores e a todo o povo do Acre, o Deputado Estadual Manoel Moraes esclarece os seguintes pontos sobre o que vem sendo noticiado em decorrência de Operação realizada pela Polícia Federal.

1. Nunca houve qualquer mandado de prisão ou ordem de afastamento do cargo em desfavor do Deputado Manoel Moraes. O parlamentar continua desempenhando suas funções normalmente junto à Assembleia Legislativa;

2. O Deputado Manoel Moraes está em seu terceiro mandato e sempre pautou seu trabalho pelos preceitos éticos e legais, possuindo conduta ilibada, a ficha limpa e a consciência tranquila;

3. A relação do Deputado Manoel Moraes com o Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Nicolau Júnior, é estritamente profissional e institucional, não havendo entre eles qualquer tipo de negócios no âmbito pessoal e/ou empresarial;

4. O Deputado Manoel Moraes sequer conhece os empresários e assessores citados nas investigações, por isso, acredita estar sendo vítima de um mal-entendido, possuindo sérias dúvidas de que seu nome realmente conste em algum documento apreendido;

5. Ciente de sua retidão e inocência, o Deputado Manoel Moraes já se colocou à disposição das autoridades para os devidos esclarecimentos.

Assessoria

Continuar lendo

Cotidiano

Em Xapuri, secretários municipais depõem sobre denúncias contra prefeito

Publicado

em

Nesta quinta-feira, 29, três secretários da prefeitura de Xapuri compareceram à Delegacia Geral de Polícia Civil do município após serem intimados para prestar esclarecimentos sobre denúncias recebidas pela Delegacia de Combate a Crimes de Corrupção e aos Crimes contra a Ordem Tributária e Financeira (Decor) contra o prefeito Ubiracy Vasconcelos (PT).

Nem o delegado Pedro Henrique Resende Teixeira Campos, responsável pelo caso, nem a defesa do prefeito confirmaram o teor das denúncias, mas as redes sociais repercutem há alguns dias que a investigação trata da suspeita de que existam funcionários fantasmas entre os cargos comissionados da atual gestão, sendo que em meio a eles estariam duas supostas amantes de Ubiracy.

De acordo com informações apuradas pelo ac24horas, os secretários intimados a prestar depoimento nesta quinta-feira foram os responsáveis pelos setores onde os supostos funcionários fantasmas são lotados: João Ribeiro de Freitas (Gabinete do Prefeito), Leide Aquino (Floresta, Agricultura e Pecuária), além de Juscelino Facundo (Meio Ambiente).

Além de depor, os secretários também entregaram documentos referentes à frequência dos servidores. Após ouvi-los, os policiais que estiveram em Xapuri foram às secretarias vestidos à paisana e em carros descaracterizados, onde coletaram outros documentos. Eles também estiveram no Gabinete do Prefeito, onde ouviram uma funcionária que responde interinamente pela chefia do setor.

Ao ac24horas, o prefeito Ubiracy Vasconcelos afirmou que ainda não foi intimado a prestar esclarecimentos à polícia sobre o assunto. De acordo com ele, assim que teve conhecimento da denúncia, pediu ao delegado Pedro Henrique Resende, por meio de seu advogado, que o caso fosse averiguado com urgência em razão do fato interferir no processo eleitoral.

“O maior interessado em que tudo se esclareço sou eu, por isso pedi que a delegacia onde a denúncia anônima foi feita averiguasse o caso o mais rapidamente possível e abrimos as portas da prefeitura nos colocando à inteira disposição para prestar todas as informações necessárias ao trabalho da polícia”, afirmou Bira Vasconcelos.

A reportagem tentou falar com o delegado Pedro Henrique Resende a respeito do trabalho realizado em Xapuri nesta data, mas não obteve resposta até a conclusão desta matéria. Na última segunda-feira, 26, Resende confirmou a existência da denúncia contra o prefeito, mas afirmou que não poderia prestar mais nenhum esclarecimento sobre o caso.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas