Conecte-se agora

Com o Acre em emergência, governo não reabrirá comércio a partir desta terça-feira

Publicado

em

O governo do Acre apresentou na tarde desta segunda-feira, 22, o projeto que pretende possibilitar a retomada das atividades comerciais no Estado, chamado agora de “Pacto Acre sem Covid”. Durante a reunião, ocorrida de forma online, foi dito que o decreto que impõe o isolamento social não será encerrado, mas sim prorrogado a partir desta terça-feira, 23, a contragosto da classe empresarial. A partir de agora, as prefeituras terão de fiscalizar o cumprimento do decreto de isolamento social.

Uma edição extra no Diário Oficial do Estado (DOE) será publicada ainda nesta segunda para esclarecer as medidas que seguem restritas. Em tom de desabafo, o governador Gladson Cameli ressaltou que a situação requer medidas mais enérgicas e agora cabe às prefeituras impor autoridade, com plano de ação imediato e apoio do governo, e adotar medidas de prevenção. “As autoridades municipais vão ter que começar a agir. Determinar o que fica aberto ou fechado, de acordo com a sua realidade”, explicou o chefe do Palácio Rio Branco.

O atual cenário do estado diante da pandemia do novo coronavírus impede a região de reabrir, mesmo que gradualmente, as atividades econômicas. “Não adianta mais a palavra flexibilizar. Vamos entrar nas regras. Jamais vou mudar meus posicionamentos. A pandemia veio para que cada um saiba qual a sua obrigação e a população tem que saber que tudo que é do Estado é dela, se o Estado quebrar, quase um milhão de pessoas serão prejudicadas”.

O coronel Ricardo Brandão, da secretaria de Planejamento, disse que o plano contou com apoio de diversos órgãos e entidades empresariais que, segundo ele, puderam dar suas propostas. “Uma metodologia que possa dar segurança a todos”, disse.

O plano consiste na manutenção da saúde da sociedade e economia dentro das regras estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O governo destaca que a resposta ao sistema de saúde no enfrentamento ao vírus foi positiva, com abertura de leitos, Unidades de Terapias Intensivas (UTIs) e hospitais de campanha, além de trazer 21 mil testes rápidos e 129 respiradores e ter contratado 810 novos profissionais de saúde pra ampliar as equipes.

No entanto, com todas essas ações e investimento de R$ 53 milhões, a pandemia conseguiu manter uma taxa de crescimento considerável, fazendo com que o Acre não adote novos meios de frear a epidemia do vírus.

“Se não fosse o primeiro decreto de 17 de março, a tendência de infectados seria bem maior. Hoje nos encontramos aumentando o número de casos, mas num ritmo mais lento. As medidas de retomada para estabilidade da economia vão depender do envolvimento da população”, disse Brandão.

A metodologia aplicada agora passa para uma nova etapa, a de respostas mais estruturadas com todos os poderes públicos unidos para garantir o achatamento da curva. Passado esse tempo de resposta, que durar em torno de um mês, vem a fase chamada de recuperação, que é a conhecida “flexibilização”, com um conjunto de preocupações e desafios, e também monitorando a evolução da curva para que não tenha mais infectados.

“Esse é um esforço diferenciado de monitoramento para que não ocorra uma nova onda de infectados, e conta com apoio da sociedade. Pacotes e estímulos econômicos deverão ser voltados à construção civil, para finalmente chegar na fase de sustentação, que é quando se supera a crise”, disse o gestor. Essa última fase está prevista para início de 2021.

As novas diretrizes básicas para retomada gradual e responsável pela retomada econômica é embasada em evidências científicas. “Essa metodologia conta com níveis de classificação de risco, em cada nível, pode funcionar determinados estabelecimentos comerciais. Com isso, a cobrança é de todos, Depende do conjunto da sociedade. Em 48 horas vamos emitir uma resolução indicando os estabelecimentos comerciais que poderão funcionar em cada um desses níveis e cor de bandeira.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas