Conecte-se agora

Mazinho não pediu transferência de delegado, nem tem envolvimento com “servidor fantasma”, diz nota

Publicado

em

O prefeito Mazinho Serafim (MDB), gestor do município de Sena Madureira, emitiu nota de esclarecimento neste sábado, 20, após sites locais publicarem notícias que, segundo ele, são falsas e com objetivos politiqueiros. Os boatos inverídicos foram divulgados no mesmo dia em que uma pesquisa colocou Mazinho na liderança do eleitorado da cidade (43,1%) para a reeleição.

Serafim garante que jamais usou do cargo público ou influência política para remover o Delegado de Polícia Civil Marcos Franck, lotado no município, com objetivo de impedir apuração de notícia-crime de possíveis “servidores fantasmas” na secretaria municipal de Saúde.

O prefeito ressalta que mantem relação de respeito e cordialidade com todas as instituições públicas, “inclusive mantendo convênio no sentido de subsidiar prestação de serviço adequado e ágil ao povo de Sena Madureira”, explica. Da mesma maneira, ele diz proceder com a autoridade do delegado Marcos Franck. “Em momento algum foi requerida a sua saída desse município, haja vista possuir o reconhecimento de bons préstimos e serviços a Sena Madureira, inclusive, estando superado esse equívoco noticiado falsamente por meios inidôneos e sem credibilidade”, ressalta Mazinho.

Serafim diz ainda que um dos responsáveis por espalhar as notícias falsas é inimigo pessoal declarado de sua gestão, com claro intuito de denegrir sua conduta. “Induziu a divulgação distorcida de fatos que jamais ocorreram”, explica.

“Reitero total e irrestrito apoio as ações dos órgãos, colaborando no sentido de apurar eventuais desvios de conduta, inclusive, determinando providências administrativas para coibir qualquer ilegalidade na administração pública do município”, alerta o prefeito.

Mazinho não tem envolvimento com supostos servidores fantasmas

A nota da prefeitura de Sena esclarece também que nas apurações acerca da existência de supostos “servidores fantasmas”, o delegado de polícia e o juiz de Direito da cidade são unânimes em afirmar que não existe qualquer indício ou prova do envolvimento do prefeito Mazinho Serafim.

“Nesse sentido, ilações, inverdades e mentiras dessa natureza não serão admitidas e medidas jurídicas já estão sendo providenciadas, a exemplo de registro de noticia-crime (Boletim de Ocorrência Policial nº 182/2020) para que assim o povo tenha certeza da idoneidade e da boa conduta do prefeito, ressalta.

Sobre a nota pública emitida pela associação dos Delegados de Polícia Civil do Acre (ADEPOL), a prefeitura diz ter causado perplexidade e repúdio, haja vista que em nenhum momento tive direito ao contraditório/ampla defesa acerca do fato noticiado.
“Não houve qualquer ação perante autoridade, em especial, perante o governador para interferir em qualquer ato que resultasse na “transferência” de quem quer que seja, tampouco, coaduno com crimes contra a administração pública, sendo vigilante diuturnamente no combate a corrupção e a malversação do erário público”, diz.

Mazinho reitera seu compromisso com o povo, com a verdade e com a lei, razão maior de minha administração. “Vêm pessoas inescrupulosas com noticias “requentadas” e sem respaldo de veracidade tentar ludibriar o povo com intuito único e exclusivo de politicagem”, conclui.

Anúncios

Destaque 4

Grupo Recol seleciona pessoas para atuarem na área de vendas; saiba como concorrer a vaga

Publicado

em

Conseguir uma vaga no mercado de trabalho, para muitos, sempre foi o maior desafio. Na maioria das vezes, as vagas ofertadas sempre veem com a exigência da “experiência”, o que promove uma verdadeira seleção natural e acaba com o sonho de gente talentosa e determinada que poderia está se destacando nas mais diversas empresas.

Como parte de um projeto que busca descobrir novos talentos, o Grupo Recol, vem executando um programa que visa não somente encontrar bons profissionais, mas principalmente, dar oportunidade para quem tem habilidades e talentos.

O programa “Deixe a Recol Conhecer o seu Talento”, é uma estratégia de captação de profissionais de diversos segmentos e especialidades com alto potencial a ser desenvolvido.

Para se ter uma ideia da importância do programa, em 2019 foram recebidos mais de 1,5 mil currículos no banco de talentos do Grupo Recol. Desse total, mais de mil pessoas participaram presencialmente dos processos seletivos.

Agora, o Grupo Recol quer descobrir novos talentos na área de vendas. Para isso, está recebendo o currículo de pessoas que tem habilidades, vocação, se comunicam bem e acreditam que podem ter sucesso na área de vendas.

“Estamos construindo uma empresa inovadora e diversa, este programa visa identificar profissionais com potencial para crescer em nosso comercial, nao é necessário experiência e nenhuma formação na área, só vontade de crescer e trabalhar”, explica Rafael Giupponi, diretor de Gente e Gestão do Grupo Recol.

Se você tem interesse de trabalhar em uma empresa do Grupo Recol e acredita ter talento para a área de vendas, mesmo sem nunca ter passado por alguma experiência, pode enviar seu currículo para o e-mail vendas@gruporecol.net.

Mas, atenção, para participar da seleção, é preciso que o envio do e-mail obedeça alguns critérios: o currículo deve constar em anexo e no corpo do e-mail deve constar o nome completo do candidato e também seu e-mail. Após o envio, o candidato receberá um link para proceder com o cadastro.

O Grupo Recol quer descobrir novos talentos e oferecer oportunidade para aqueles que ainda não tiveram oportunidade no mercado de trabalho, mas acreditam que tem talento para a área de vendas.

Continuar lendo

Destaque 4

Campanha de imunização contra a Covid-19 vai iniciar em janeiro de 2021, diz Gladson

Publicado

em

O governador Gladson Cameli participou na tarde desta terça-feira (20) de videoconferência com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e demais governadores brasileiros, para tratar sobre a vacina contra a Covid19.

O ministro anunciou a aquisição de 46 milhões de doses da vacina do Instituto Butantan, de São Paulo. A campanha de imunização, coordenada pelo governo federal, deve começar em janeiro de 2021, após aprovação do imunizante pela Anvisa.

“Estou ansioso pela chegada dessa vacina e pela dificuldade de logística e distância, o Acre merece prioridade no recebimento das doses. Nós estamos dispostos a buscar essas vacinas em qualquer lugar do país, pois a minha maior preocupação é com a vida das pessoas”, disse Gladson.

Continuar lendo

Destaque 4

Moradores de 16 bairros da Capital estão sem água após manutenção corretiva do Depasa

Publicado

em

Desde essa segunda-feira, 19, moradores de 16 bairros de Rio Branco se queixam da falta de água. De acordo com o Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa), o comprometimento do abastecimento acontece agora por causa de uma manutenção corretiva.

A autarquia informou que engenheiros e técnicos das áreas de mecânica e elétrica trabalham para consertar uma vazão na ETA1. Os profissionais atuam para manutenção e instalação de uma bomba vertical na Estação de Captação.

De acordo com o Depasa, a instalação da bomba deve ser concluída no prazo máximo de 48 horas, quando o abastecimento para os bairros afetados será gradualmente normalizado.

Os bairros afetados são: Tancredo Neves, Alto Alegre, Lot. Novo Horizonte, Vila Nova, Res. Reserva do Bosque, Bairro Novo Cruzeiro, Res. Rio Verde, Res. Santa Mônica, Montanhês, Esperança I, II e III, Doca Furtado, Jardim Europa, Tangará, Residencial Rio Branco, Estação Experimental e Distrito Industrial.

Continuar lendo

Destaque 4

Dupla do CV é condenada a 318 anos de prisão por chacina ocorrida em Assis Brasil

Publicado

em

O 2º Tribunal do Júri condenou nesta segunda-feira, 19, Isaquiel Nascimento Teixeira e Antônio Russenildo Lopes da Costa, integrantes do Comando Vermelho, acusados de serem os autores de uma chacina que aconteceu em Assis Brasil (AC).

O crime ocorreu no dia 1 de julho de 2018. De acordo com a denúncia, a dupla do Comando Vermelho invadiu uma casa, localizada na Rua 4, bairro Bela Vista, onde estavam as vítimas, que seriam de uma organização criminosa rival.

Durante o ataque, Lucas Klauman da Silva, Luiz Felipe Gonçalves e os irmãos Francinildo e Renato Moçambite da Silva foram executados a tiros. Na mesma ação, outras quatro pessoas foram baleadas.

A dupla foi condenada por quatro homicídios, quatro tentativas de assassinatos, corrupção de menores e por integrar organização criminosa. Outros dois acusados do crime foram absolvidos em julgamento realizado em Assis Brasil (AC).

Os criminosos foram condenados a 318 anos de prisão pelo envolvimento na chacina. Isaquiel Nascimento recebeu a maior pena: 164 anos 1 mês e 10 dias. Enquanto, Antônio Russenildo Lopes da Silva foi sentenciado a 154 anos e 8 meses.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas