Conecte-se agora

Aprovados em concurso da saúde ficam de fora de contratação emergencial do governo

Publicado

em

Os candidatos aprovados no último concurso público realizado pelo governo do estado para a contratação de profissionais para a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) estão revoltados.

Uma comissão de candidatos fez um levantamento e comprovou que a Sesacre tem contratado forma emergencial enfermeiros que não estão dentro da relação de pessoal conforme classificação no concurso, que permanece vigente.

“Observa-se que mesmo havendo um processo seletivo vigente onde pessoas estudaram e se dedicaram a secretaria de saúde optou por contratar pessoas que estão bem longe de serem chamadas (conforme classificação) e ainda contratou pessoas que nem aparecem na relação nominal da classificação final deste processo seletivo”, diz um dos aprovados no concurso que prefere não se identificar.

Os profissionais aprovados que esperam ansiosamente pela contratação fizeram um levantamento e conseguiram identificar 25 enfermeiros que foram contratados com notas bem abaixo da classificação. Há um caso de uma enfermeira contratada agora no mês de junho, por exemplo, que no concurso alcançou apenas a posição 1.297 na classificação. Dos 25 contratados, a melhor posição no concurso é a 254ª colocação.

Entre os contratados, existem 6 enfermeiros que não estão nem entre os classificados do concurso. “Observa-se que essas vagas que estão sendo ocupadas por pessoas que estão bem abaixo ou não foram classificadas e que poderiam estar sendo ocupadas por profissionais seguindo a ordem de classificação de maneira justa e honrosa. Do que adianta passar noites e noites acordado, se matando de estudar e acontecer algo assim? Isso é revoltante”, desabafa.

Os candidatos aprovados no concurso dizem ainda que a justificativa da pandemia da Covid-19 não é válida. “Vale ressaltar que 95% desses profissionais foram contratados através de indicações mesmo antes da Pandemia do COVID-19 não sendo possível alegação de contratação por essa causa, o que também não justifica pois há um processo seletivo vigente para esse fim, bastando a SESACRE solicitar as contratações através de chamamento oficial e justo. Deixando claro que não há somente contrato de enfermeiros nessa situação, há outras categorias como biomédicos, farmacêuticos, técnicos de enfermagem, odontólogos, médicos, entre outros que também há lista de espera com pessoas classificadas neste mesmo processo seletivo de 2019”.

Na planilha levantada pelos candidatos aprovados no concurso, no mês de maio os profissionais contratados de forma emergencial receberam salários que variam de R$ 3.130 até quase R$ 9 mil reais.

A Secretaria Estadual de Saúde foi procurada, mas não respondeu aos questionamentos dos aprovados. O espaço permanece aberto e à disposição para os esclarecimentos.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas