Conecte-se agora

Queda de vendas no Acre supera 18% em 2020, diz Fecomércio/AC

Publicado

em

De acordo com o do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac, o Acre registra números ainda mais preocupantes que os divulgados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que preveem uma retração de 10,1% no volume das vendas no varejo ampliado este ano. No estado acreano, a queda foi de 18,6%, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em março, o resultado já havia sido negativo, com uma queda de 7,9%. “O setor de serviços, como bares, restaurantes, academias e escritórios, estão sem funcionar desde o início da pandemia decretada no Estado. A Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) indica uma queda no volume de vendas de -14,4%, apontando uma redução da receita nominal de vendas de -17,2%. Como resultado, prejuízos ao comércio acreano chegam a aproximadamente R$ 520 milhões”, afirma Egídio Garó, assessor técnico da Fecomércio.

De acordo com a PMC, o volume de vendas no varejo recuou 16,8% em abril, em relação a março, registrando a maior retração mensal do indicador em toda a série histórica da pesquisa – iniciada em 2000 – e igualando-se ao nível observado em janeiro de 2010. Até então, a maior queda mensal do varejo havia ocorrido em março de 2003 (-2,7%). Todas as atividades pesquisadas registraram perdas, com destaque para os segmentos considerados não essenciais, como tecidos, vestuário e calçados (-60,6%), livros, jornais, revistas e artigos de papelaria (-43,4%) e veículos, motos, partes e peças (-36,2%).

Egídio Garó afirmou ainda que a forte tendência de queda no número de empregos, da manutenção e funcionamento das empresas – notadamente das pequenas e médias – comprometeria a economia local. “Que ainda caminha por conta dos repasses do governo federal”, finalizou.

A crise sem precedentes imposta à atividade econômica na história deve levar o setor a registrar a maior queda anual desde os anos 2000.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas