Conecte-se agora

Acre se aproxima dos 11 mil casos e das 300 mortes por Covid-19

Publicado

em

O Acre deve ultrapassar no final de semana o número de 11 mil pessoas infectadas com a Covid-19.

É que o boletim parcial divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) nesta sexta-feira, 19, aponta 323 novos casos da doença. O número de casos positivos salta de 10.664 para 10.987.

O número de mortes pela Covid-19 no Acre também teve um aumento nesta sexta, passando de 287 para 292. São três mulheres e dois homens, com idades entre 53 e 83 anos nos novos registros de óbitos positivos de infecção por coronavírus. Eles eram residentes dos municípios de Rio Branco, Capixaba e Epitaciolândia.

Anúncios

Cotidiano

Nível de anticorpos cai rapidamente após a infecção por Covid-19, apontam estudos

Publicado

em

Dois estudos britânicos publicados nesta semana apontam que o nível de anticorpos cai rapidamente após a infecção por Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Uma das pesquisas, feita pelo King’s College de Londres com 96 pessoas, já havia sido divulgada de forma preliminar em julho e foi publicada na segunda-feira (26), depois de ser revisada por outros cientistas, em uma revista do grupo “Nature”, um dos mais importantes do mundo.

O segundo estudo, ainda não publicado e divulgado nesta terça (27) em uma versão prévia, é do Imperial College de Londres, e envolveu 365 mil pessoas.

Veja as principais conclusões do estudo já publicado:

Os cientistas fizeram um estudo ao longo do tempo, com as mesmas 96 pessoas, coletando soro de 65 pacientes e 31 profissionais de saúde que já haviam se recuperado da Covid-19.

As coletas foram feitas várias vezes até 94 dias (cerca de 3 meses) depois do início dos sintomas. Os pesquisadores descobriram que 95% dos pacientes desenvolveram anticorpos contra o Sars-CoV-2 após o oitavo dia desde o início dos sintomas.

A concentração de anticorpos decaiu, em todos analisados, após um pico inicial – e o tamanho desse pico dependia da gravidade da doença.

Segundo os pesquisadores, os resultados podem sugerir que uma dose de reforço seja necessária em eventuais vacinas contra a Covid-19.

Veja as principais conclusões do estudo ainda em prévia:

Os pesquisadores fizeram três rodadas de testes para detectar anticorpos contra o Sars-CoV-2. Na primeira rodada, foram testadas 99.908 pessoas; na segunda, 105.829; e, na terceira, 159.367. Ao contrário do estudo do King’s College, foram analisadas pessoas diferentes em cada etapa.

Na primeira rodada, 6% dos pacientes testados tinham anticorpos contra a Covid-19; na segunda, o número caiu para 4,8%; e, na terceira, para 4,4%.

Segundo os cientistas, os resultados sugerem a possibilidade de diminuição da imunidade da população contra o novo coronavírus ao longo do tempo – o que aumentaria a possibilidade de reinfecção.

Casos de reinfecção pelo novo coronavírus já foram confirmados ao redor do mundo, de forma pontual. No estudo do Imperial College, os pesquisadores lembram que, para haver prova definitiva da reinfecção, é necessário haver um sequenciamento genético do vírus, o que “raramente é possível na prática”, afirmam.

Células T

Vários estudos já apontavam que os anticorpos desenvolvidos contra o Sars-CoV-2 desapareciam depois de um tempo – e isso já era esperado, de certa forma, pelos cientistas, porque também ocorre em outras doenças (como os resfriados).

O que a ciência ainda tenta determinar é quanto tempo a imunidade contra a Covid-19 dura – e outros fatores além dos anticorpos podem influenciar nisso, como a ação das células T, que também fazem parte do sistema de defesa do corpo. Essas células têm, entre outras funções, desenvolver respostas imunes de longo prazo contra doenças.

É por isso que as vacinas em testes contra a Covid-19 têm buscado estimular as duas respostas do sistema de defesa: a geração de anticorpos que neutralizem o novo coronavírus e a do sistema imune celular, que envolve as células T.

Continuar lendo

Cotidiano

Sefaz suspende atendimento presencial após servidores testarem positivo para Covid-19

Publicado

em

A sede da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz), que havia retomado o atendimento ao público, suspendeu mais uma vez o expediente externo até a próxima terça-feira, 03. A medida preventiva foi tomada depois que 4 atendentes da Sefaz testaram positivo para Covid-19.

O secretário Rômulo Grandidier explica que todos os servidores estão sendo testados e que o prédio será desinfectado pelo Depasa. Destaca que a partir de terça-feira, 3 de novembro, todos as pessoas que chegarem a Sefaz terão a temperatura medida com termômetros. “Uma medida para proteger nossos servidores e os contribuintes”, cita.

O público pode buscar informações no site www.sefaznet.ac.gov.br, além do atendimento por meio dos telefones (68) 3215-2010 ou (68) 3215-2011.

A Sefaz havia retomado o expediente no dia 28 de setembro. Foram instalados totens e tapetes com álcool em gel nas entradas da sede do órgão, além de faixas de sinalização, indicando o distanciamento adequado entre as pessoas. Placas de acrílico separando atendentes e contribuintes foram colocados no setor de atendimento. Mas os casos de Covid-19 entre os servidores começou a se elevar nos últimos dias.

Continuar lendo

Cidades

Carreta do Hospital do Amor vai atender 3 mil mulheres no Vale do Juruá

Publicado

em

As secretarias de Saúde de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves estão cadastrando mulheres para a realização de exames de mamografia e de colo de útero (PCCU) na carreta do Hospital do Amor, que atenderá no Vale do Juruá. Em Cruzeiro do Sul, as inscrições devem ser feitas no Centro Cultural Cordélia Lima e nas demais cidades, em unidades de saúde.

O Coordenador do Hospital em Cruzeiro do Sul, voluntário Daniel Lambertucci, cita que a carreta virá à região quando houver inscrição de 3 mil mulheres para os exames de mamografia e PCCU nas 3 cidades. “Para justificar o deslocamento da carreta para o Juruá, a equipe de Rio Branco estabeleceu essa meta de atendimento para as mulheres”, explica ele.

Daniel Lambertucci acredita que cerca de 60 dias depois que o cadastro das mulheres for feito, a carreta virá realizar os exames. Não há informações sobre o procedimento para as mulheres das cidades de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo.

Continuar lendo

Destaque 7

Preço abusivo do milheiro de tijolo vira inquérito civil no Acre

Publicado

em

Foto: Reprodução 

A promotora de justiça do Ministério do Público do Acre (MPAC), Alessandra Garcia Marques, converteu em Inquérito Civil a investigação que apura o aumento abusivo no preço do milheiro de tijolo em Rio Branco. decisão foi publicada nesta terça-feira, 27, no Diário Oficial do MPAC.

A promotora ressaltou que o resultado da fiscalização feita junto às empresas está em análise no Núcleo de Apoio Técnico do Ministério Público (NAT).

Segundo a promotora, chegou ao conhecimento do MPAC de que houve elevação abusiva e sem qualquer justificativa no preço do milheiro de tijolo comercializado que saltou de R$ 450,00 para R$ 700,00 podendo chegar até R$ 800,00, dentre os meses de maio e julho de 2020.

Por fim, ela determinou que seja juntada ao inquérito toda a análise assim que estiver finalizada e reenvie a ela para deliberação sobre o caso.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas