Conecte-se agora

Mulher procura CAV do MPAC para denunciar coronel da PM por assédio sexual

Publicado

em

O coronel da Polícia Militar Elissandro do Vale, diretor de recursos humanos da Polícia Militar do Acre, que foi exposto na semana passada por um perfil no twitter abordando uma garota de 15 anos na rua, pode ser alvo de uma nova investigação.

Após a divulgação das imagens que mostram coronel pedindo o número de telefone da garota para se “conhecer melhor”, uma mulher procurou o Centro de Atendimento a Vítima do Ministério Público Estadual para denunciar o militar. Ainda não se sabe os detalhes da denúncia [pessoas do MP negam], mas a suposta vítima já teria sido ouvida por psicólogos do CAV, e segundo fontes, estão juntando elementos para auxiliar na possível abertura de um Inquérito Policial Militar. A adolescente de 15 anos também já teria sido ouvida na promotoria que trata de crimes de abuso contra crianças e adolescentes. Segundo a fonte consultada pela reportagem, a negação sobre a apuração das denúncia é porque caso segue em sigilo.

O ac24horas apurou que o militar não responde a nenhum procedimento no Grupo de Atuação do Controle Externo da Atividade Policial. Já na corregedoria militar, o que se sabe é que o caso da adolescente de 15 anos deu entrada no setor e desde então segue parado, sem nenhuma deliberação ou oitiva tanto de Elissandro do Vale quanto da suposta vítima.

Entre os colegas de farda, o coronel tem um apelido de “Fome de Amor”, a mesma alcunha exposta por alguns internautas no twitter quando o vídeo da adolescente abordada vazou nas redes sociais. Este mesmo apelido veio à tona durante as oitivas da CPI da Pedofilia que ocorreu na Assembleia Legislativa do Acre, há 11 anos.

Na época, a ativista dos direitos humanos e advogada Joana Darc Valente Santana, centralizou as atenções do Acre em torno de uma série de denúncias contra abuso sexual de menores. A ativista expôs informações a cerca de um suposto abuso sexual em Sena Madureira envolvendo um policial militar que seria “um notório pedófilo conhecido por toda a corporação como Fome de Amor”. A época, Do Vale era capitão. As denúncias, no entanto, não comprovaram que o militar explorava menores por sexo. O máximo que as investigações mostraram era que se tratava de homem namorador, sem vítimas que o apontasse como autor de crimes de pedofilia.

Questionado nesta quinta-feira, 18, o Ministério Público do Acre informou que o militar não responde a nenhum procedimento no órgão.

O ac24horas procurou o coronel Do Vale, que negou ter o apelido de “Fome de amor” e também desconhecer que uma mulher teria procurado o CAV do MP do Acre para denunciá-lo. “Eu desconheço tudo isso. Nunca respondi ou fui condenado a nenhum processo criminal. Nunca fui denunciado a nada. Tenho uma carreira exemplar e não autorizo que associem a minha imagem com isso”, disse.

Num primeiro momento, o coronel pediu que tudo que fosse conversado com a reportagem ficasse apenas numa conversa privada, mas no decorrer do diálogo, ele expôs “que quando as pessoas querem lhe atingir, procuram de forma pejorativa, com apelidos e disse não ser ele a pessoa denominada como “Fome de Amor”.

Questionando se tinha ciência que esse apelido havia sido alvo de oitivas na CPI da Pedofilia, Do Vale afirmou que “sim, mas não se tratava de mim”.

Sobre a abordagem da adolescente de 15 anos, o coronel afirmou que de fato ainda não foi ouvido sobre o assunto. “Está na corregedoria militar. Isso demora. Não fui chamado. Deve-se ouvir muitas pessoas, mas eu estou tranquilo, em nenhum momento naquele vídeo a abordagem foi grossa ou tem comprovação de crime praticado. E em nenhum momento ainda dizem que sou eu”, disse o militar que não negou e nem confirmou ser ele a pessoa do diálogo com a menor que ganhou as páginas policiais. O vídeo viralizou na internet.

Anúncios

Destaque 6

Urach rebate críticas ao novo visual: “Na igreja estão os piores demônios”

Publicado

em

Por

Correio Braziliense 

A apresentadora Andressa Urach mudou o visual e adotou um estilo parecido com a época que era miss bumbum. Ela também gravou um vídeo para rebater os crentes que estão mandando mensagens criticando e chamando de pecado a mudança. Uma limpa nas redes sociais também chamou a atenção dos internautas.

Urach se afastou do visual que adotou desde que se converteu como crente. Em uma publicação no Instagram, ela aparece com aplique loiros no cabelo e unhas pintadas de vermelho. Em um vídeo postado na mesma rede social, a apresentadora da Record fez críticas às pessoas religiosas que mandaram mensagens dizendo que a mudança de visual é pecado.

Ele mandou essas pessoas a “cuidarem da própria vida” e disse que mensagens como essa são o motivo pelo qual “muita gente hoje em dia tem pavor de igreja, de crente”. A publicação foi na última quarta-feira (21/10), mas começou a repercutir neste sábado.

“Estou fazendo esse vídeo para convidar os religiosos, os fariseus, os acusadores a pararem de me seguir. Tá bom? Pecado é os maus olhos, é o julgamento, as palavras que saem das bocas das pessoas. É quando você em vez de orarem pela vida das pessoas e coloca um monte de palavras ruins sobre ela”, disse.

“Então, meu querido amigo irmão, sabe por que as pessoas muitas vezes saem da igreja? Porque dentro da igreja está os piores demônios. Aqueles que se dizem crentes, aqueles que se dizem de Jesus, mas são as primeiras as lavarem as pessoas para o fundo do poço. Cuide da sua vida, meu irmão. A Bíblia foi feita para cada um cuidar da sua vida”, prosseguiu.

Urach também rebateu quem disse que fazer bronzeamento é pecado. “Guarde sua fé para ti! Se (para) você colocar uma unha, fazer um mega (hair) é pecado, cuida da sua vida, meu irmãozinho! Não me segue! Vai seguir outro irmãozinho que não faz. Tenha tua fé para ti. A Bíblia fala da maneira que você julga seu irmão será julgado. Então Jesus veio para salvar os pecados, e dos quais eu sou a pior. Então, se você está preocupado com a minha alma, ore por mim”, pediu.

Segundo os internautas, a apresentadora também apagou uma série de fotos nas redes sociais, principalmente a que aparece de cabelo curto. Ela também teria deixado de seguir várias contas. Na manhã deste sábado (24/10), o nome dela é um dos mais comentados no Twitter.

Continuar lendo

Destaque 6

Governo federal coloca duas casas e um terreno à venda no Acre por quase R$ 1 milhão

Publicado

em

A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU), vinculada ao Ministério da Economia, colocou à venda duas casas e um terreno, todos sem uso, à venda no Acre.

Aqui, estão à venda duas casas na capital, Rio Branco, avaliadas em RS 312 mil e RS 383,5 mil. O outro imóvel à venda é um terreno de 300 metros quadrados localizado no município de Cruzeiro do Sul, avaliado em RS 64,5 mil. A sessão pública será realizada no dia 8 de dezembro.

Além do Acre, os ativos também estão localizados no Distrito Federal e nos estados da Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

Os avisos de licitação das concorrências públicas eletrônicas foram publicados na edição desta sexta-feira (23) do Diário Oficial da União. No total, os imóveis estão avaliados em RS 60,3 milhões.

O valor mínimo varia entre RS 637.163, 62 e RS 1.441.694,78. Os certames serão realizados nos dias 24 e 26 de novembro e nos dias 1, 3, 8 e 10 de dezembro.

Visitas

Os editais das concorrências públicas eletrônicas e as fotos dos imóveis estarão disponíveis no site de Venda de Imóveis da União. Segundo a SPU, também é possível realizar visita presencial ao ativo mediante agendamento direto na Superintendência do Patrimônio da União no Estado onde o imóvel está localizado.

Desde julho, os interessados na aquisição dos imóveis da União devem fazer suas ofertas por esse sistema, desenvolvido pela SPU em conjunto com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro)​ e disponível no site de imóveis da União. Como o processo é virtual, as propostas podem ser apresentadas até minutos antes do certame. Entretanto, a validação da oferta só ocorre mediante a comprovação do pagamento da caução, equivalente a 5% do valor do imóvel. Se a proposta apresentada não for a vencedora, a caução é integralmente devolvida.

Continuar lendo

Destaque 6

Acre é o estado que mais afastou trabalhadores na pandemia

Publicado

em

Das 82,9 milhões de pessoas ocupadas em setembro no Brasil, 5,4 milhões estavam afastados do trabalho que tinham na semana de referência, dos quais 3,0 milhões estavam afastados devido ao distanciamento social, representando, respectivamente, quedas de 19,7% e 27,6% em relação ao total de pessoas afastadas verificado em agosto.

Entre os Estados, o Acre foi o que apresentou a maior proporção da população ocupada que estava afastada do trabalho que tinha devido ao distanciamento social, 9,8%. Em todas as Unidades da Federação, o percentual de pessoas ocupadas afastadas do trabalho devido ao distanciamento social foi menor que o registrado em agosto.

Os dados divulgados nesta sexta-feira (23) pelo IBGE, diz que os indicadores vêm caindo desde o início da pandemia, à medida em que o isolamento vai diminuindo, e já acumulam quedas de 71,7% e 80,9% respectivamente.

A redução dos afastamentos do trabalho devido à pandemia também pôde ser verificada através da redução da proporção de pessoas afastadas por este motivo no total de pessoas ocupadas, que de agosto para setembro passou de 5,0% para 3,6%. Em maio, este percentual era de 18,6%.

Em setembro, a região Norte continuou com o maior percentual (4,7%) de pessoas afastadas do trabalho devido ao distanciamento social. No Nordeste, a proporção foi de 4,2%. Em seguida, Sudeste e Centro-Oeste aparecem com 3,4%, e o Sul figura novamente como a menos afetada, com 2,9%. A proporção de pessoas que estavam afastadas de seus trabalhos por motivo do distanciamento social reduziu-se de agosto para setembro em todas as Grandes Regiões, seguindo a tendência observada desde maio.

O grupo das pessoas de 60 anos ou mais de idade continua com a maior proporção de pessoas afastadas do trabalho em função da pandemia, mantendo esse padrão desde maio. Em agosto, 10,7% das pessoas ocupadas de 60 anos ou mais estavam afastadas do trabalho. Em setembro, a proporção se reduziu para 8,7%. Em todos os demais grupos também se observou essa redução. Em setembro, 5,2% das mulheres ocupadas estavam afastadas de seu trabalho por causa do distanciamento social (em agosto esse percentual era de 7,1%), enquanto para os homens esse percentual ficou em 2,5% em setembro (3,6% em agosto).

O grupamento de atividade de Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura continuou registrando o menor percentual de pessoas afastadas (1,1%), enquanto os grupamentos da Administração pública, defesa e seguridade social, educação e saúde (7,9%), Outros serviços (4,8%), Serviço doméstico (4,4%) foram os que tiveram maior proporção de pessoas afastadas do trabalho. Todos os grupamentos registraram redução na proporção de pessoas afastadas devido ao distanciamento social, com destaque para o setor de Outros Serviços (redução de 2,8 p.p.).

Para o Brasil, os trabalhadores por conta própria e empregadores registraram o menor percentual de pessoas afastadas devido à pandemia (ambos com 1,9%), seguido pelos empregados do setor privado sem carteira (2,8%) e os empregados do setor privado com carteira (3,2%). Em seguida, trabalhadores domésticos (4,2% entre os sem carteira e 4,7% entre os com carteira), empregados do setor público com carteira (8,2%), militares e servidores estatutários (9,1%), e, por fim, os empregados do setor público sem carteira (9,6%). Em relação a agosto, houve redução na proporção de pessoas afastadas em todas as categorias de posição na ocupação.

Continuar lendo

Destaque 6

Goleiro acreano volta a ser convocado para a Seleção Brasileira

Publicado

em

Foto: Divulgação 

Como se esperava, o goleiro acreano Weverton, que joga no Palmeiras, foi novamente convocado pelo técnico da Seleção Brasileira, Tite, nesta sexta-feira, 23.

Titular nos dois primeiros jogos das Eliminatórias, quando o Brasil venceu a Bolívia e o Peru, Weverton vai ter a sombra de Alisson, goleiro que vem sendo o dono da posição nos últimos anos e que voltou a ser convocado após se recuperar de lesão.

O Brasil terá pela frente a Venezuela, dia 13 de novembro, no Morumbi, e o Uruguai, no dia 17, no Centenário, em Montevidéu.

Confira todos os convocados: 

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras);

Laterais: Danilo (Juventus), Gabriel Menino (Palmeiras), Alex Telles (Manchester United) e Renan Lodi (Atlético de Madrid);

Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid), Marquinhos (PSG), Rodrigo Caio (Flamengo) e Thiago Silva (Chelsea);

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Douglas Luiz (Aston Villa), Arthur (Juventus), Everton Ribeiro (Flamengo), Fabinho (Liverpool) e Philippe Coutinho (Barcelona);

Atacantes: Everton Cebolinha (Benfica), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Neymar (PSG), Richarlison (Everton) e Vini Junior (Real Madrid).

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas