Conecte-se agora

Prefeitura de Mâncio Lima inicia recuperação de ramais com recursos próprios

Publicado

em

prefeitura de Mâncio Lima deu início ao programa de recuperação de ramais, o município tem em sua geografia uma malha viária de pouco mais de 200 km de ramais importantes na escoação da produção agrícola do município. Os trabalhos foram iniciados pelo ramal do Belo Monte visto que em 2019 não houve tempo hábil para a recuperação deste trecho.

“Nós estamos, na verdade, terminando uma parte do Pentecostes e do ramal do Belo Monte que ano passado não deu de concluirmos. A nossa intenção é de recuperar mais de 90% de ramais e, tão logo o governo do Estado libere os recursos para a recuperação de ramais nós iremos continuar este trabalho nas demais comunidades”, disse Isaac Lima, prefeito do município.

Distante cerca de 60 km do centro da cidade as comunidades Pentecostes e Belo Monte são referencia na produção da farinha de mandioca que abastece os mercados de Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul. É na comunidade Belo Monte que a Prefeitura está criando um porto como uma alternativa mais viável para escoamento da produção que vem dos rios moa e azul no período do verão.

“O nosso projeto prevê a construção de um porto aqui no Belo Monte para encurtar a viagem até Mâncio Lima. Estamos arrumando a área que foi doada por um dos moradores, futuramente a ideia é construir um galpão de armazenamento e colocar um caminhão a disposição para atender os nossos ribeirinhos. Para se ter uma ideia, de barco, do Belo Monte até o porto de cidade, se gasta uma média de duas a três horas de viagem, de carro essa viagem é feita em apenas uma hora. Vamos correr atrás de apoio para que esse projeto der certo e possamos assim melhorar a vida dos nossos irmãos ribeirinhos no escoamento de sua produção”, finalizou o prefeito.

Nascido e criado naquela comunidade José Alciete, agricultor de 61 anos, doou o terreno para a prefeitura construir o porto e futuramente um galpão para apoio aos produtores rurais ribeirinhos. De acordo com o agricultor, o gesto nada mais é do que uma forma de ajudar o município e seus irmãos ribeirinhos. “É muito bom esse porto porque o pessoal do moa e do rio azul sofrem muito nesse período do verão para transportar os produtos devido à baixa dos rios, as despesas vão diminuir e com o caminhão da associação a disposição vai ser bom demais. Esse porto vai servir para todos. Estou muito feliz com o trabalho de recuperação do ramal, está sendo um trabalho muito bem feito”, destacou José Alciete Pereira da Silva, agricultor e morador da comunidade Belo Monte.

Para Maria José, presidente da Associação Agrícola do Alto Pentecostes, a avaliação é positiva quanto ao trabalho de recuperação do ramal. A agricultora trabalha com produção da farinha de mandioca e goma. “Desde que o prefeito Isaac assumiu que esse ramal tem sido bem feito, dar gosto a gente andar nele, as pontes estão recuperadas e isso vai ajudar muito na hora de escoar a nossa produção”, finalizo Maria José da Silva Maciel.

Desde o começo do ano que a prefeitura vem fazendo o trabalho de recuperação de pontes com recursos próprios, ao todo são mais de 60 metros de pontes construídas e outras já estão em início dos trabalhos. Esta primeira etapa para a recuperação dos ramais é com recursos próprios.

Durante uma reunião por videoconferência com integrantes da Associação dos Municípios do Acre (Amac), nesta terça-feira, 16, o governo do Estado anunciou o investimento de mais R$ 10 milhões em ramais. As prefeituras deverão estar com as prestações de contas em dia para receber recursos e trabalhar nas vias vicinais.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas