Conecte-se agora

Jenilson trocou o paletó de deputado pelo jaleco de médico

Publicado

em

Desde a última quarta-feira (10) o deputado estadual Jenilson Leite (PSB), médico infectologista, trocou o paletó pelo jaleco para se dedicar ao atendimento dos pacientes infectados pelo novo coronavírus na UTI-COVID do Pronto Socorro de Rio Branco. Além de atender na capital, o médico realizará atendimento ambulatorial em Tarauacá, sua terra natal.

Logo no início da pandemia no Acre, no mês de março, Leite se colocou à disposição do governo do estado para voltar a atender nos hospitais acreanos. Como fazia antes de assumir o mandato de deputado, na qualidade médico do quadro permanente da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) ele atendia no PS e UTI no ar.

Em 2019, durante a crise no Sistema de Saúde por falta de profissionais médico, Jenilson além de ir buscar a solução junto à direção para que fosse sanado a demanda de mão de obra, ele também passava o dia atendendo no PS e contribuindo para diminuir as filas de pacientes. Agiu desse modo também na Fundação Hospitalar.

A dedicação de Jenilson com as pessoas que precisam de cuidados médicos ultrapassam as fronteiras do solo acreano. Na tragédia do Haiti em 2010, na qual um terremoto destruiu quase 90% do país mais pobre do continente latino americano, o parlamentar mobilizou colegas médicos que ainda não tinha CRM e foram atuar no país.

Também esteve prestando socorro em Brumadinho, quando uma barragem da mineradora Vale rompeu, causando o maior acidente de trabalho já registrado no Brasil tanto no diz respeito a tragédia ambiental, bem como no tocante a perda de vidas humanas. O incidente ocorreu em janeiro de 2019, novamente Leite trocou o paletó pelo jaleco e foi atender no município mineiro. “O soldado faz um juramente de servir e defender sua pátria, assim também são os médicos, que juram servir o seu semelhante. Por isso sempre busco servir o meu povo, as pessoas sem distinção, porque estamos falando de vidas e ela é o bem mais preciso que um ser humano tem”, ressalta o médico.

No Acre, o deputado é conhecido por ser um verdadeiro andarilho e percorre todos os municípios, rios e as rodovias levando atendimento de saúde, seja para os povos que vivem nos lugares mais longínquos, por exemplo, na foz do rio Amônia em Marechal Thaumaturgo, ou nas aldeias do povo Jaminawá, na zona rural de Assis Brasil.

Além da falta de profissionais nos hospitais do Acre para atender pacientes com covid-19 e baixa no quadro porque os poucos que tinha contrariam a doença, inclusive, alguns profissionais faleceram vítima da doença. Isso fez com que Jenilson decidisse substituir o uniforme de deputado pelo de médico. “Vivemos um momento que quantos mais profissionais de saúde puder auxiliar, será mais fácil vencer e passar essa situação. Desde o início me coloquei à disposição do governo”, destaca o deputado.

“Também não poderia me furtar de minha responsabilidade profissional, diante de uma situação que os meus colegas da área de saúde estão doentes, outros morreram”, enfatiza.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas