Conecte-se agora

Após denúncias, MPF apura supostas fraudes em cotas raciais

Publicado

em

O Ministério Público Federal (MPF) recebeu dezenas de denúncias apontando para possíveis fraudes no ingresso de alunos de forma fraudulenta utilizando o sistema de coas raciais na Universidade Federal do Acre (Ufac). Por isso, o órgão instaurou um procedimento administrativo para apurar essas denúncias.

Foi o procurador da República Lucas Costa Almeida Dias quem tomou a medida após várias denúncias chegarem ao conhecimento público, indicando possibilidade na ocorrência de fraude.

O MPF garante que expediu ofício à Ufac requisitando informações sobre candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas e que, segundo veiculado em redes sociais, supostamente não atendam a esse parâmetro.

A Universidade também deve relatar ao MPF qual o procedimento tomado em relação às supostas fraudes que se dão no âmbito de ingresso na instituição. Após a resposta da Ufac, o MPF estudará as medidas a serem tomadas no caso.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas