Conecte-se agora

Socorro Neri exonera três da SEMSA após operação da Polícia Federal

Publicado

em

Após operação da Polícia Federal (PF) a prefeita Socorro Neri (PSB) exonerou de uma vez só três pessoas da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) nesta terça-feira, 16. A exoneração foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

Uma das três pessoas exoneradas foi a chefe do setor financeiro da Secretaria de Saúde,  Reginalda Lima.

Ela foi uma das pessoas ouvidas pela Polícia Federal, na Operação Assepsia, que apura possíveis fraudes na aquisição de máscaras e álcool em gel para enfrentamento do novo coronavírus na capital.

De acordo com a Polícia Federal, houve supostas fraudes de montagem processual, falsificação de documentos e sobrepreço. Segundo a PF, a SEMSA já pagou o total de 32 mil litros de álcool causando um prejuízo de R$ 1.075.200,00. Se for realizado o pagamento do quantitativo total do contrato, o prejuízo pode chegar a R$ 2,3 milhões.

Os outros dois, trata-se de Kássia Nascimento de Araújo e Gustavo César de Oliveira Souza, assessor Jurídico da SEMSA.

A Operação Assepsia da Polícia Federal foi deflagrada na última quarta-feira, 10, em Rio Branco.

A investigação teve início no dia 7 de abril, após a SEMSA publicar homologação de dispensa de licitação para aquisição de mais de 70.000 litros de álcool gel e quase um milhão de máscaras. O valor da contratação foi de R$ 6,9 milhões.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas