Conecte-se agora

Ilderlei Cordeiro abre mão de reeleição e Zequinha deve ser o nome do PP em Cruzeiro

Publicado

em

Quem leu as duras declarações do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, contra o governador Gladson Cameli e apostou numa briga, apostou errado. Briga de político nunca deve ser levada a sério, acabam se entendendo logo na frente. Depois do tiroteio aconteceu ontem uma reunião entre o governador Gladson, o deputado Nicolau Junior (PP) e o prefeito Ilderlei, onde lavaram a roupa-suja e ficou o dito pelo não dito. Na conversa ficou acertado que Ilderlei não deverá disputar a eleição para preservar sua imagem de debates negativos, e que, o nome a ser ungido deve ser o do vice-prefeito Zequinha (PP), foto, que inclusive ficou de ter uma conversa com seus familiares a respeito da candidatura. A aposta na candidatura do Zequinha, segundo a fonte do PP, é que mesmo não sendo um candidato que possua densidade eleitoral, a sua rejeição é pequena e pode ser trabalhado o seu crescimento. É possível que até a próxima terça-feira o vice-prefeito Zequinha venha ser anunciado como candidato a prefeito, para que se possa partir para uma ampla campanha de difusão do nome.

NÃO É IMPOSSÍVEL, MAS IMPROVÁVEL
Na política nada é impossível, mas é muito improvável que o senador Sérgio Petecão (PSD) venha desistir de uma candidatura própria do seu partido, que pode ser o ex-deputado federal Henrique Afonso (PSD) ou o advogado João Tota (PSD), para apoiar a candidatura do Zequinha.

VANTAGEM PELA ORGANIZAÇÃO
Numa eleição, com três candidatos a prefeito de Cruzeiro do Sul: Zequinha (PP), Henrique Afonso (PSD) ou João Tota (PSD) e Fagner Sales (MDB), a candidatura do MDB larga com a vantagem de estar com a campanha organizada, e com boa chapa de nomes a vereador.

QUARTO NOME
E ainda pode entrar na disputa um quarto nome, do professor Marcelo Siqueira (PT).

FORA DO CONTEXTO
O grupo que apoia a candidatura do vice-prefeito Zequinha (PP) a prefeito de Cruzeiro do Sul, esqueça um acordo que leve o ex-deputado federal Henrique Afonso (PSD) a ser o vice da chapa. Pela informação que tive ontem do grupo do senador Petecão (PSD), a hipótese é zero.

TEMPO SE ENCURTANDO
O tempo está se encurtando para o governador Gladson Cameli definir quem será o seu candidato a prefeito de Rio Branco, porque julho já é o mês das convenções regionais. Não pode ficar na indefinição, se vai com a prefeita Socorro Nery ou com Tião Bocalom.

TENDÊNCIA NATURAL
A tendência é que se coloque na rua uma rodada de pesquisa para dar uma noção como estão situados os nomes do seu grupo político em Rio Branco. Até para não dar um salto no escuro.

NÃO COMBINOU COM OS RUSSOS
O senador ex-Jorge Viana (PT) lamentou em postagem na sua página na internet as perdas da prefeitura da capital e do governo. Disse que gostaria que, o Marcus Alexandre continuasse na PMRB ou ganhasse o governo. Nos dois casos, o JV não combinou com os russos.

DERROTADO EM CASA
O ex-senador Jorge Viana sabe quem foi o principal culpado da sua derrota, e da fragorosa derrota do partido, mas evita falar. A sua derrota se delineou quando o PT lançou dois candidatos a senador, o que acabou numa grande confusão durante a campanha.

DUAS APÓS ERRADAS
No caso da candidatura do Marcus Alexandre ao governo, o PT o pôs na disputa com a empáfia de que, ganharia a eleição, no primeiro turno. E no caso da PMRB, apostou que a Socorro Neri assumiria, manteria a prefeitura uma sucursal do PT, não seria candidata a um novo mandato, abrindo mão para a cúpula do PT indicar um candidato do colete. Duas apostas erradas.

OUTRA APOSTA ERRADA
A terceira aposta errada foi que o governo do Gladson seria um desastre e que atrasaria os salários a partir do sexto mês, tal foi a desgraceira econômica que recebeu do antecessor.

PENSAMENTO EQUIVOCADO
O senador Márcio Bittar (MDB), que é contra o inquérito das Fak News que corre no STF, sob a alegação que fere a liberdadede imprensa, tem uma interpretação errada do dispositivo constitucional. Quando a liberdade de expressão passa a fronteira da legalidade, ela vira crime.

CRIME ORGANIZADO E CONTINUADO
E, no caso em tela do processo das Fak News, houve um crime organizado e continuado.

PENDURADO NO PINCEL
 O vereador Lauro Benigno (PSB), cujo nome foi trombetado pelo deputado Jenilson Lopes (PSB), como de consenso dos grupos de esquerda para disputar a prefeitura de Tarauacá, acabou pulverizado no acordo da esquerda, que fechou na candidatura do Rodrigo Damasceno (PSDB) a prefeito do município, que lhe tirou a cadeira e o deixou pendurado no pincel.

SABE SER MALVADO
O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) sabe ser malvado politicamente quando quer.

EXPERIÊNCIA DOLOROSA
Não é de se crer muito que o ex-prefeito Marcus Alexandre (PT) venha em 2022 a ser candidato a governador ou a senador, depois da experiência dolorosa do abandono em plena campanha, com o PT no poder. Uma candidatura majoritária em 2022, seria o mesmo suplício.

MAIOR TRANQUILIDADE
Uma candidatura a deputado estadual ou federal, isso lhe daria uma campanha tranquila.

ARTICULADO NO INTERIOR
O PT está bem articulado no interior para a disputa de prefeituras, segundo a lista fornecida ao BLOG pelo partido: Jerry Correia (Assis Brasil), Fernanda Hassem (Brasiléia), Neide Lopes (Epitaciolândia), Bira Vasconcelos (Xapuri), Serraria (Capixaba), Regiane Ribeiro (Plácido de Castro), Orlando Diniz (Bujari), Isaute Vaz (Manoel Urbano), Mauro Dferson (Feijó), Nagela Figueiredo (Jordão), Marcelo Siqueira (Cruzeiro do Sul), Burica (Rodrigues Alves), Isac Lima (Mâncio Lima) e Itamar de Sá (Marechal Taumaturgo). Nada mal para quem perdeu o poder.

DISPUTA DA CAPITAL
A informação que o BLOG tem é de que na capital o partido deve acelerar o debate, sobre a definição do nome que disputará a prefeitura de Rio Branco. O presidente Cesário Braga não revela o nome, mas por exclusão, o do deputado Daniel Zen (PT) é o que desponta.

NÃO SÓ NA PANDEMIA
Embora o foco principal seja no combate à pandemia do Covid-19, a prefeita Socorro Neri está com frentes de trabalho na cidade, entregando obras, e deve ampliar as suas ações nos bairros, com a chegada do verão. E está na reta final para entrega do Shopping Popular.

SERIA IRRESPONSABILIDADE
O governador Gladson deve até ter pensado numa abertura das atividades comerciais não essenciais, mas o fato da pandemia da Covid-19 estar numa subida dos casos de contaminações e óbitos, lhe fez recuar de anunciar a flexibilização na segunda-feira.

PIOR DO QUE O SONETO
Liberar todas as atividades agora, os números pipocarem e ter de voltar atrás, seria uma emenda pior do que o soneto. O governador Gladson age certo ao usar da priudência.

CHAPA COMPLETA
O AVANTE está com uma chapa completa de candidatos a vereadores em Rio Branco, preenchendio as vinte e seis vagas. E trabalha a formação de alianças, para a chapa do candidato a prefeito Jarbas Soster (AVANTE), vir a ter em torno de setenta candidatos a vereadores.

FRASE MARCANTE
“Se queres fazer inimigos, fale; se queres conquistar amigos, ouça.” Ditado latino-americano.

 

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas