Conecte-se agora

Quase toda a Bacia do Rio Acre entra em “alerta máximo” por causa da seca

Publicado

em

Os satélites que fornecem informações climatológicas para a Secretaria de Estado do Meio Ambiente indicam que a partir desta quarta-feira (10) até o próximo dia 16, a previsão é de chuva com volume acumulado na semana de até 50 milímetros em determinadas regiões do Acre.

A região Oeste deverá concentrar até 50 mm de precipitação acumulada na semana, com indicativo de anomalia negativa, onde as chuvas deverão ocorrer abaixo e dentro da normalidade.

Indicam também anomalia positiva em áreas pontuais de Feijó e Jordão, onde as chuvas deverão ocorrer dentro da normalidade para o período.

O Leste do Estado deverá concentrar até 20 mm de precipitação acumulada na semana, com indicativo de anomalia negativa, onde as chuvas ocorrerão abaixo do normal para o período.

Com essas variações no regime de chuvas, a Bacia do Rio Acre está em quase toda sua extensão em ´alerta máximo´ pela Sema, já que as cotas estão abaixo da média para o período.

Em Assis Brasil, por exemplo, a cota de alerta máximo é de 3,50 metros para o Rio Acre -e o nível atual é de 2,88m.

A pior situação do Rio Acre é em Brasiléia. Ali, a cota de alerta máximo para o período de estiagem é de 3,50 metros mas o manancial está marcando apenas 1,75m.

O nível do Rio Acre só está dentro do esperado em Xapuri. O principal afluente, Riozinho do Rôla, está entrando em níveis críticos.

 

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas