Conecte-se agora

No Acre, falecimentos em 2020 já são 9,1% maiores que em 2019

Publicado

em

FOTO: CEDIDA AO AC24HORAS

Desde que a epidemia do novo coronavírus alcançou o Acre, muito se fala das mortes decorrentes da Covid-19. Diariamente os boletins epidemiológicos apontam a quantidade de mortes provocadas pelo vírus. Apesar de o número de óbitos por Sars-Cov-2 ser comprovadamente alto no estado, um levantamento dos Cartórios de Registro Civil do Brasil mostra que a junção de mortes decorrentes por outras causas fez com que o Acre tivesse uma taxa de falecimento em 2020 bem maior que a do mesmo período do ano passado.

A soma de todos os óbitos ocorridos no Acre entre janeiro e junho de 2020 é 9,1% maior que o número de mortes registradas no mesmo período de 2019. No ano passado foram 819 óbitos por motivos diversos. Este ano já são 894.

O portal Transparência do Registro Civil mostra que neste ano as notificações de óbitos por problemas respiratórios estão maiores que no passado. Os óbitos que não dizem respeito às síndromes respiratórias são maiores em ambos os anos.

Rio Branco está junto com Macapá, Boa Vista e Fortaleza no grupo dos maiores índices de mortes pela Covid-19 em relação às mortes por síndrome respiratória aguda grave (SRAG).

O levantamento da Folha de S. Paulo diz que na capital do Acre, foram registradas 20 mortes pela Covid-19 para cada morte por causas respiratórias. A atualização permanente do número de registros de óbitos em meio à pandemia da Covid-19 é uma iniciativa dos Cartórios de Registro Civil do Brasil.

 

 

 

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas