Conecte-se agora

Mães dizem que estado parou de acompanhar meninas com sequelas da vacina do HPV

Publicado

em

A presidente do Conselho Regional de Medicina do Acre, Leuda Dávalos, se reuniu na última segunda-feira, 8, com mães de adolescentes que alegam que seus filhos apresentaram reações adversas após tomarem a vacina contra HPV.

O Conselho vem acompanhando o caso desde o início e chegou a participar, em novembro do ano passado, da apresentação dos resultados da investigação feita por especialistas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) a respeito do quadro dos adolescentes no Ministério Público do Acre.

Na reunião desta segunda, representantes das mães falaram sobre a situação atual dos adolescentes e pediram apoio do CRM na luta com relação ao caso. Uma das mães, a dona de casa Bianca Almeida, disse que os adolescentes pararam de ser acompanhados pelo Estado devido à pandemia do novo coronavírus. Ela também pediu ajuda para conseguir que os adolescentes passem por exames.

“A gente fica feliz pela senhora ter dado essa oportunidade, são quase seis anos de muita luta e nossas dificuldades ficaram ainda mais graves por causa da pandemia. Nós temos filhos e filhas com imunidade baixa e para nós isso é um pânico, já ter o histórico de muita dificuldade de saúde, sem resultado, sem remédios que surtam efeito e aí, de repente, a pandemia e todo atendimento foi cortado por causa da necessidade do estado. O que a gente quer hoje é pedir o apoio do CRM quanto ao atendimento dos nossos filhos, eles precisam continuar sendo atendidos”, disse a mãe.

Após ouvir o clamor das mães, a presidente do CRM informou que um documento deve ser elaborado com os pedidos e encaminhado ao Ministério Público do Estado e à Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

“Vamos fazer uma ata e elaborar um documento cobrando tanto do Ministério Público quanto da Sesacre para que providenciem o acompanhamento dos filhos de vocês. Quero dizer que sou solidária à dor de vocês, também sou mãe e o que estiver ao nosso alcance, nós vamos fazer”, afirmou Leuda Dávalos.

Fonte: CRM-Acre

Anúncios

Destaque 4

Prêmio Gestão Escolar destaca 3 escolas do Acre por experiências educacionais na pandemia

Publicado

em

A organização do Prêmio Gestão Escolar divulgou no site oficial, nesta sexta-feira (20), os resultados das etapas estadual e regional da edição deste ano.

Da etapa estadual, serão premiadas as escolas Infantil Os Pastorinhos, de Brasiléia; Mário Lobão, de Rio Branco; e Maria Estela Marques, também da capital.

Realizado pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Prêmio Gestão Escolar 2020 tem por objetivos reconhecer experiências que deram continuidade à aprendizagem dos estudantes durante o período da pandemia; identificar e disseminar práticas inovadoras na gestão escolar; reconhecer e valorizar escolas públicas que se destacam pela gestão competente, participativa e colaborativa; além de valorizar a escola que trabalha como equipe, com corresponsabilidades na gestão, no ensino, na aprendizagem e na solução de problemas.

No total, foram quase 8 mil experiências de todo o Brasil.

A cerimônia de premiação em âmbito nacional será realizada no dia 10 de dezembro de maneira remota.

As informações estão disponíveis e podem ser consultadas em: https://premiogestaoescolar.org.br/resultados/index

Continuar lendo

Destaque 4

Chamada de bruxa, prefeita eleita revela que foi perseguida após “chamado de Deus”

Publicado

em

Formada em História e servidora concursada do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC). Essa é a prefeita de Tarauacá eleita para o quadriênio 2021-2024: Maria Lucinéia Nery de Lima Menezes, 38 anos, a Néia, casada com o deputado federal, Jesus Sérgio de Menezes, mãe da Nicole, Carina e do Davi Luiz. Foi eleita com 5.461 votos, mas o que muita gente não sabe é que ela já entrou na disputa “eleita”, o que deixou os ânimos acirrados na cidade.

Para quem não sabe ou não lembra, Maria Lucinéia chegou a anunciar que havia recebido profecias de religiosos da igreja católica e evangélica de que seria prefeita de Tarauacá e que havia aceitado a missão por um “propósito divino”.

Em entrevista ao ac24horas, Néia conta que sofreu perseguição machista e religiosa e foi alvo de uma campanha difamatória pelos seus adversários, do tipo: “lugar de mulher é em casa; pare de falar de Deus, pois vai perder votos; ela é bruxa e feiticeira”. Conhecida em sua terra natal como uma mulher de fé devido seus relatos “assombrosos” acerca de experiências reais com Deus, ela conta detalhes de como saiu vitoriosa. Confira a entrevista completa:

ac24horas – Maria Lucinéia, a senhora surpreendeu, e até assustou muitas pessoas, ao anunciar que Deus “falou” com a senhora confirmando que seu marido deveria se candidatar a deputado estadual e, na sequência, para disputar uma cadeira na Câmara Federal e, de fato, ele saiu vitorioso nas duas disputas. Disse ainda que teria revelado, inclusive, o vestido para cerimônia de posse nas duas ocasiões [deputado estadual e federal]. O que a senhora tem a dizer àqueles que duvidam ou defendem a teoria de que religião e política não devem se misturar.

Maria Lucinéia – Eu acho um erro essa mentalidade. Eu creio que é ali na política que tem que ter Deus porque Ele ilumina as decisões, coloca amor e sabedoria no coração dos homens e mulheres para cuidar do próximo. Porque a política é para cuidar dos mais necessitados. A política é bem diferente da politicagem. A politicagem atende interesses próprios, enquanto a política séria é para cuidar de pessoas, administrar com responsabilidade e transparência os recursos públicos.

ac24horas – Deus já lhe revelou qual vestido usará na diplomação e posse como prefeita de Tarauacá?

Maria Lucinéia – Sim, muito antes de colocar meu nome para disputar a prefeitura eu já sabia o modelo, a cor, até os detalhes do tecido. Na diplomação será um na cor verde representando a esperança e na posse será um branco com mangas bufantes representando a paz. Ainda não fui comprá-los, mas quando o vês saberei, pois Deus já me mostrou. Já tenho aqui os acessórios para os dois momentos. Depois de Deus mostrar eu nas duas solenidades, duas missionárias descreveram os mesmos vestidos: modelo, cor e detalhes, porque é sempre assim: Deus revela e usa depois seus servos para confirmar. Sei que para muitos parece loucura, eu entendo, mas está escrito que o ‘o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura’, por isso não guardo rancor de quem me ataca com palavras pejorativas. Não sou melhor do que ninguém, apenas busco sempre agradar a Deus, como já disse: ele é meu melhor amigo, meu primeiro amor.

ac24horas – A senhora é conhecida pelos testemunhos “assombrosos” acerca de experiências reais com Deus. Em outro momento, a senhora relatou uma visita de Deus a sua casa em Tarauacá. Como a senhora define Deus?

Maria Lucinéia – Eu defino Deus como algo tão surpreendente. Ele pra mim é uma pessoa, Ele é o meu melhor amigo. Não é de agora: Deus pra mim sempre foi o meu primeiro amor e as pessoas não entendem isso! Eu amo tanto Deus que não consigo viver sem ele. Consigo viver sem qualquer pessoa, mas sem ele eu não consigo viver. E, por isso, por esse amor, por essa intimidade eu vi ele, em 2014, pessoalmente! Queiram acreditar ou não, eu vi!

ac24horas – Como se deu sua decisão para disputar a prefeitura de Tarauacá? Foi um projeto pessoal, uma causa social ou de fé, já que a senhora contou ao ac24horas, anteriormente, que recebeu a profecia de católicos evangélicos, porém rejeitou, e que só entraria na disputa se fosse um “propósito divino”. Conte como se deu esse processo que culminou com sua pré-candidatura à Prefeitura de Tarauacá (AC)?

Maria Lucinéia – Recebi essa profecia na igreja católica, em junho do ano passado, em Tarauacá. Uma pessoa chegou pra mim e me fez essa profecia, só que eu achei tão absurdo que nem quis ouvir. Fiquei meio indignada quando ele falou. Quando chego em casa, vem um irmão evangélico e disse a mesma coisa: ‘minha irmã, tu vai ser prefeita’. Na hora, eu tampei os ouvidos. Ele [evangélico] disse que não adiantava eu tentar ignorar, porque foi o que Deus havia mostrado pra ele. Quando chego em Brasília, no grupo de oração Beata Elena Guerra, um pregador que nunca tinha visto, disse: ‘Não tenha medo porque eu te escolhi e tô te ungindo hoje como Deus ungiu Davi para você consertar aquela cidade. Um grupo se formará contra ti, esse grupo vai dizer que você não ganha, mas eu te escolhi’. Eu passei uma semana doente tentando negociar com Deus, pedia para Deus mudar de ideia e que tinha um monte de gente na cidade que poderia ser prefeito. Eu queria me livrar daquela missão, mas fiquei sem resposta. Depois, fui pedindo confirmação e, quando eu anunciei aquela profecia, as pessoas colocaram em sites e redes sociais. Muitos me chamaram até de bruxa e feiticeira do próprio demônio. Falaram coisas absurdas, gravaram vídeos na rua me insultando. Eu não me defendia, pois Deus pedia para eu ficar em silêncio e que no dia da eleição, Ele ia me justificar. Deus tinha falado que ia surpreender. Tudo foi para a glória de Deus.

ac24horas – Podemos entender que todo projeto político na sua vida e de seu marido é fruto de promessas de Deus. É possível continuar agradando a Deus em meio a um ambiente conhecido pelos escândalos de corrupção?

Maria Lucinéia – Sim, eu sou muito firme! Eu sempre digo o seguinte: eu não tô aqui para agradar o homem, eu estou aqui pra agradar a Deus. No decorrer dessa campanha me foi feita muitas propostas até em relação ao meu vice. Deus me escolheu porque sabe que dentro do meu coração não tem vaidade em relação ao poder e nem ambição a dinheiro. Quem somente Deus conhece nosso coração. No decorrer da campanha, sempre me diziam que eu ia perder muito voto porque eu ficava falando de Deus e pediam pra eu parar de falar Deus. Só que eu respondia: Eu levo Deus aonde eu for. Posso perder minha vida, mas ninguém nunca vai me calar em relação a Deus.

ac24horas – Foi difícil sendo mulher, proclamar e manter uma fé tão grande numa disputa eleitoral acirrada dominada por homens? Em algum momento a senhora sofreu ameaças ou intimidações?

Maria Lucinéia – Sim. Foi muito difícil pra mim ter que me envolver na política tão acirrada como é a política de Tarauacá. E até porque fui chamada por Deus para uma missão, não vejo que era uma campanha qualquer, simplesmente para mim era missão. Foi difícil quanto mulher, eu chegava nas casas, os adversários falavam pras pessoas que eu não faria nada porque eu era mulher, mulher tinha que estar na cozinha. Eu dizia: poxa, vocês nasceram de uma mulher forte e amorosa, e vocês vão ter muito orgulho da prefeita de vocês: mulher e mãe. Eu recebi muito preconceito por ser mulher e sem contar que todos os adversários eram homens furiosos que trouxeram no coração muito ódio. Tínhamos amigos íntimos que andavam na minha casa e passaram a ter ódio de mim. Quanto mais me xingavam, mas eu tinha força, porque como Paulo dizia: Quanto mais eu penso que sou fraco, forte eu estou, porque a minha força vem do Senhor [Deus].

ac24horas – Qual será a bandeira prioritária de sua gestão como prefeita de Tarauacá?

Maria Lucinéia – A minha bandeira será cuidar de pessoas: será o social, com destaque para saúde e educação, principalmente na zona rural, que deixa muito a desejar. A saúde precisa melhorar. Vou chamar uma equipe com assistente social e os agentes de Saúde e vou acompanhar pessoalmente a situação das famílias e vamos elaborar estratégias de ação. Vou priorizar também a parte emocional com assistência psicológica, pois as pessoas estão doentes com depressão e síndromes do pânico. Nossos jovens estão esquecidos, massacrados pela sociedade e acabam se envolvendo nas drogas muito cedo porque não tem chance de evoluir na vida. Então, tudo isso vou ter um olhar de mãe, quero estar junto. Quero implantar políticas públicas e não fazer politicagem.

ac24horas- Pra quem duvidou e até zombou que a senhora sairia vitoriosa: algo a dizer?

Maria Lucinéia – Eu perdoo todos que me xingaram e que ficaram sem falar comigo. Eu perdoo porque eu vou ser prefeita de todos. Não sou de perseguir ninguém. Não gosto dessa politicagem de ódio pelo outro. Não tenho ódio, não tenho raiva e nem guardo rancor. E que eles [ofensores] que peçam perdão pra Deus, pois não me xingaram, eles xingaram e blasfemaram contra o Espírito Santo de Deus. Sempre soube que falavam mal de mim nas redes sociais, e isso vai ser entre eles e Deus. Eu: Néia, tá tudo certo! mas eu peço que cada um reflita, e antes de você falar alguma coisa, você conheça ou busque saber quem é aquela pessoa.

ac24horas – Tem um versículo bíblico que diz: “a quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido” (Lc 12:48). A senhora se sente preparada para gerir uma cidade e ao mesmo tempo ser vista como uma mulher “ungida por Deus” e eleita pelo povo?

Maria Lucinéia – Sim. No decorrer dessa campanha, eu ouvi de um jovem uma coisa muito linda: ‘que uma mulher que cuida da sua família era capaz de liderar um exército’. E desde quando me casei, ainda jovem, tenho honrado minha família. E pra mim, a maior dificuldade, hoje, no ser humano, é gerir, cuidar de uma família. Com muito orgulho, não pra minha exaltação, cuidei e cuido do meu esposo, das minhas filhas. Então, se eu cuido deles, eu vou cuidar de um povo que tanto precisa de uma mãe, que tanto precisa de amor e um cuidado de mãe. Hoje Tarauacá, precisa desse amor que eu dou pros meus filhos, pro meu esposo. É desse afeto que Tarauacá precisa, então, me sinto preparadíssima e Deus vai me instruir, me dará sabedoria do alto, como ele deu a Salomão. Quero externar minha gratidão a cada voluntário, campanhista que foram às ruas, no sol e na chuva levando e defendendo meu nome. Aos nossos vereadores que foram verdadeiros guerreiros e, em especial, ao meu marido Jesus Sérgio, que foi meu herói nesse processo. Eles formaram um verdadeiro exército e, claro, a população que acreditou nesse novo projeto, nessa nova política que vai melhorar Tarauacá.

 

 

Continuar lendo

Destaque 4

Reinfecção de covid-19 é improvável por pelo menos seis meses, diz Ministério da Saúde

Publicado

em

É altamente improvável que pessoas que tiveram covid-19 contraiam a doença novamente por pelo menos seis meses depois da primeira infecção. É o que mostra um estudo britânico feito com funcionários de saúde que atuam na linha de frente da luta contra a pandemia do novo coronavírus.

As descobertas passam tranquilidade a mais de 51 milhões de pessoas no mundo que foram infectadas com a doença, disseram pesquisadores da Universidade de Oxford.

“É uma notícia realmente muito boa porque as pessoas podem ficar confiantes que, pelo menos no curto prazo, a maioria que já pegou covid-19 não pegará novamente”, disse David Eyre, um dos coordenadores do estudo e professor do Departamento Nuffield de Saúde da População, em Oxford.

Autoridades da Organização Mundial da Saúde (OMS) gostaram dos resultados. Casos isolados de reincidência de covid-19, a doença causada pelo vírus SARS-CoV-2, causaram preocupações de que a imunidade poderia ter vida curta e que pacientes recuperados poderiam rapidamente ficar doentes novamente.

Agência Brasil

Continuar lendo

Destaque 4

Quedas de energia na Sobral prejudica abastecimento de água na capital acreana

Publicado

em

O Departamento Estadual de Água e Saneamento do Acre (Depasa) emitiu uma nota pública neste sábado, 21, para informar que devido a duas quedas de energia na região da Sobral, o abastecimento de água de Rio Branco foi interrompido das 5h30 às 5h50 deste sábado, 22.

De acordo com o órgão, a interrupção do fornecimento de energia acabou ocasionando entrada de ar em uma das bombas flutuantes da estação de captação, o que reduziu a vazão em 300 litros/segundo.

“Devido à baixa vazão, haverá atraso no abastecimento de água de todos os bairros da capital. Ainda esta semana, também devido a falha no fornecimento de energia, o motor da bomba do Reservatório Placas acabou queimando. O problema comprometeu o abastecimento de água dos Custódio Freire, Tancredo Neves, Jorge Lavocat e adjacências”, afirma o Depasa.

O órgão garante que engenheiros e técnicos das áreas de mecânica e elétrica estão mobilizados para solucionar o problema no menor tempo possível.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas