Conecte-se agora

Trabalho na BR-364 é feito, pela primeira vez, somente por empresas do Acre e Rondônia

Publicado

em

Com o início do verão Amazônico, os serviços de manutenção da BR-364 já seguem um ritmo mais intenso. Além do 7° Batalhão de Engenharia e Construção (BEC), três empresas atuam na extensão entre Sena Madureira e Cruzeiro do Sul: duas acreanas e uma de Rondônia.

Uma das construtoras acreanas, a MSM Industrial, com sede em Rio Branco, é responsável pelo trecho de Sena Madureira a Feijó e manutenção da pista e reparo dos deslizamentos dos aterros.

A Lima e Pinheiro, com sede em Mâncio Lima, atua no trecho entre Feijó ao Rio Liberdade. Já o trecho do Rio Liberdade a Cruzeiro do Sul é de responsabilidade da empresa Andrade Vicente, de Rondônia.

O contrato é de manutenção e tem duração de cinco anos. Desde a abertura da BR-364, esta é a primeira vez que os serviços são feitos exclusivamente por empresas da Amazônia.

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) do Acre, Carlos Moraes, diz que a fiscalização será a mesma e avalia o fato como positivo para a economia do Estado. “O trabalho para fiscalização é o mesmo, uma vez que temos que ficar vigilantes e cobrar de todas as empresas, independentemente se são locais ou de fora. Mas do ponto de vista da economia local, é vantajoso porque os investimentos e o lucro da empresa fica no Estado, ajudando a fortalecer a economia local”.

Segundo Carlos Moraes, o senador Márcio Bittar, que é o relator do orçamento da União e demais membros da bancada acreana, se mobilizam em busca de recursos para as BRs 364 e 317. O contrato anterior da BR-364, que incluía também a recuperação da BR de 5 anos, era de duas empresas de Minas Gerais, a LCM e a CCL, que voltam agora para refazer serviços. O retrabalho será feito a partir do resultado da auditoria realizada pelo DNIT, que detectou falhas no trabalho realizado pelas empresas mineiras.

Anúncios

Na rede

Clodoaldo Rodrigues recebe visita de representantes da Federação das Indústrias do Acre

Publicado

em

Com o objetivo de estreitar as relações institucionais entre os setores público e industrial, o prefeito Clodoaldo Rodrigues recebeu em seu gabinete no último sábado, 26, a coordenadora da Federação das Indústrias do Acre em Cruzeiro do Sul, Janaína Terças e também, Assur Barbary, assessor de relações institucionais da Federação das Indústrias, para discutirem parcerias que visem o desenvolvimento social e econômico do município de Cruzeiro do Sul.

O encontro foi bastante produtivo. Pois, o prefeito Clodoaldo entende que é necessário o poder público atuar na desburocratização de alguns segmentos da indústria para que aconteça a fomentação do mercado de trabalho e a geração de empregos, uma vez, que a administração pública não tem condições de empregar toda a população.

Clodoaldo Rodrigues ouviu dos representantes da Federação das Indústrias a idealização de projetos importantes para o setor industrial, como por exemplo, o projeto Prefeito Empreendedor, que visa a parceria prefeitura/ indústria no desenvolvimento de ações de geração de emprego através de incentivos fiscais por parte da prefeitura.

A coordenadora da Federação das Indústrias em Cruzeiro do Sul, Janaína Terças, destacou a importância da relação de parceria entre os dois poderes. “Viemos nesta manhã fazer essa visita ao prefeito Clodoaldo e nos colocar a disposição para ajudarmos na sua administração. É fundamental o bom relacionamento entre a indústria e o poder público para fomentarmos nossa economia”, disse.a

O prefeito Clodoaldo destacou o bom trabalho realizado por Janaína frente à Federação das Indústrias em Cruzeiro do Sul. “Estou muito feliz com a presença dos representantes da Federação das Indústrias aqui, quando vereador desenvolvemos muitas ações em parceria e agora na gestão continuaremos com essa parceria no intuito de fazermos nossa cidade crescer cada vez mais. Sabemos da importância do setor comercial e industrial na geração de empregos e na fomentação da nossa economia”, concluiu.

Continuar lendo

Na rede

Na Globo, menino acreano pede fim das queimadas da Amazônia

Publicado

em

O pequeno acreano Cauê participou na noite desse sábado, 26, via on-line, do Programa Altas Horas Edição Especial Criança Esperança, na Rede Globo.

Ele representou o Conservatório de Música do Juruá e pediu em rede nacional o fim das queimadas na Floresta Amazônica.

Cauê disse ao apresentador Serginho Groisman que os maiores problemas do Brasil e do mundo são as queimadas e o coronavírus. O pequeno também mandou um recado. “Não queimem a floresta Amazônica, porque prejudica todo mundo e desejo que todos tenham paz”.

O preconceito foi outro assunto tratado por crianças representando projetos sociais das diferentes regiões do Brasil. O menino simples da periferia de Cruzeiro do Sul afirmou que no Conservatório de Música aprende a cantar, cuidar das árvores, ser educado com todos e a saber se comportar. Ele mostrou ainda os animais de estimação: um cachorro e galinhas.

O Conservatório de Música do Juruá, em parceria com o Exército Brasileiro, foi inaugurado em 2016 e já alcançou mais de 400 crianças com aulas de instrumentos musicais e de canto.

As ações são mantidas pelo Ministério Público e parceiros, Tribunal de Justiça, Governo do Estado e Prefeituras de Cruzeiro do Sul, além de doações 3 parcerias. No portão do Conservatório de Música do Juruá, a inscrição “Musicalizando Pessoas com Amor e Com Carinho” resume um pouco da história do lugar, onde cidadania e música fazem parte das aulas.

Continuar lendo

Na rede

Prefeitura de Cruzeiro do Sul informatiza Unidades de Saúde

Publicado

em

Através de um cronograma está sendo instalado uma rede de computadores nas Unidades com acesso à internet

Nesta semana a Prefeitura de Cruzeiro do Sul, através da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou a instalação da rede de computadores nas Unidades Básicas de Saúde, que tem acesso a internet, com o intuito de organizar e facilitar o atendimento.

Antes os dados eram feitos através do meio impresso, e agora eles vão ficar armazenados e mais ágeis, aprimorando a qualidade do serviço como destacou a gerente da atenção básica Valéria Lima.

“Antigamente somente os agentes de saúde tinham acesso a maior parte dos dados, agora toda a equipe vai terá. Através do registro feito quando o usuário entra na unidade com o seu cartão do SUS, o cadastro ficará armazenado no centralizador, sem corrermos o risco de perda. Isso fortalece o nosso trabalho,” frisou ela.

De acordo com o profissional de TI Adonis Araújo, Unidades de Saúde como o Jesuíno Lins, 25 de Agosto e Cohab já receberam a instalação, e as demais que tem acesso a internet estão no cronograma. Durante a próxima semana será desenvolvida também uma capacitação para os profissionais.

“Esses novos recursos eletrônicos proporcionam muitos benefícios, pois com eles temos a possibilidade de conseguir aumentar a cobertura populacional, reduzir internações, acrescentar as ações supervisionadas e facilitar o atendimento médico,” finalizou Valéria Lima.

Continuar lendo

Na rede

Após 3 meses de alta da Covid-19, empresário Manu Cameli volta para UTI de São Paulo

Publicado

em

O empresário cruzeirense Manu Cameli, que já havia recebido alta médica há três meses, depois de se recuperar da Covid-19, retornou para o Hospital 9 de Julho, em São Paulo, na última terça-feira, 22, onde está na internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em situação estável após cirurgia para a retirada da laringe.

A laringe de Manu, que ficou severamente comprometida devido à ação do coronavírus, teve de ser retirada. O empresário acredita que poderá sofrer alteração na voz, mas está confiante na recuperação. “É uma batalha diária e agradeço às orações e as mensagens de carinho que recebo da família e amigos”, disse Manu ao ac24horas.

Ele foi para São Paulo no início de junho e no dia 23 do mesmo mês teve alta e foi para Manaus se recuperar melhor e esperar o nascimento da primeira neta. Em seguida, voltou para Cruzeiro do Sul. Mas no início de agosto, a laringe fechou, ele teve uma parada respiratória e foi submetido a uma traqueostomia.

Esta não é a primeira luta do empresário pela vida. Ele sobreviveu ao acidente aéreo com o avião da Rico Linhas Aéreas, que em 2002 matou mais de 20 pessoas que viajavam de Cruzeiro do Sul para Rio Branco. Manu é primo do governador Gladson Cameli.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas