Conecte-se agora

Acre tem maior índice de focos de queimadas dos últimos 7 anos, de janeiro a junho

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

Apesar de aparecer como o 23º colocado entre os estados da federação em número de focos de queimadas registrados no ano de 2020, o Acre tem, no período de 1º de janeiro a 8 de junho deste ano, uma quantidade de ocorrências (61) 38% maior do que no mesmo período de 2019 (44).

Em 2019, o Acre acumulou 6.802 focos de queimadas durante todo o ano, com a maior concentração (3.051) no mês de agosto.

Entre os países, o Brasil, 18.715 focos, está em terceiro lugar, na América do Sul, atrás de Venezuela e Colômbia. Já entre os municípios, Corumbá, no Mato Grosso do Sul, continua a ser o campeão de queimadas do país, com 1.490 focos registrados.

Os dados são do Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), captados pelo satélite de referência Aqua Tarde.

Neste ano, além da preocupação rotineira com os índices de queimadas, os estados da Amazônia têm uma apreensão especial com o problema em razão da pandemia do novo coronavírus, causador da covid-19.

Estudos indicam que a combinação dos dois problemas pode acarretar uma tragédia de saúde ainda maior. A fumaça atinge em cheio os pulmões já expostos ao novo coronavírus, que provoca uma síndrome respiratória aguda grave.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas