Conecte-se agora

Militares de Cruzeiro do Sul reclamam de injustiça por não receberem auxílio

Publicado

em

O governo do Acre pagou no último sábado, 6, por meio de folha suplementar, o auxílio de R$ 420 para os policiais militares do Estado. O valor, aprovado pela Assembleia Legislativa, foi pago também para os funcionários da saúde, por conta da atuação na linha de frente do combate ao coronavírus. Porém, em Cruzeiro do Sul, vários policiais militares não receberam o valor, o que gerou revolta em alguns dos servidores.

Um dos PMs, que foi um dos primeiros a ser infectado pela Covid-19 na cidade, procurou o ac24horas para relatar o que considera uma injustiça. “Eu e outros colegas fomos infectados trabalhando pela segurança da sociedade e agora ficamos de fora do benefício e isso é injusto”, conta.

O policial cruzeirense destaca que cerca de 18 policiais estão nesta situação, o que representa 10% do efetivo local. Ele diz que nenhum dos militares pode se identificar e reclamar do assunto publicamente devido a normas internas da PM.

O comandante da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, tenente-coronel Evandro Bezerra, explica que vai verificar a situação e dar o devido encaminhamento. “Até este momento não chegou nada nesse sentido, mas acredito que foi por ser final de semana. Iremos verificar e dar o devido encaminhamento”, afirmou o comandante.

A assessoria de comunicação da Polícia Militar cita que “existem algumas situações em que o policial militar não está apto a receber o auxílio”.

Informações não oficiais dão conta de que o comandante da PM, coronel Ulysses Araújo estaria infectado pelo vírus. Procurado pela reportagem, o comandante não respondeu ao questionamento. Sobre o assunto, o subcomandante da PMAC,  coronel Luciano Dias, disse apenas que “não está confirmado. Ele está trabalhando”.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas