Conecte-se agora

Socorro deixa a presidência da Amac para não se tornar inelegível

Publicado

em

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), renunciou à presidência da Associação dos Municípios do Acre (AMAC) na última quarta-feira, dia 3, seguindo recomendações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para não se tornar inelegível. Ainda não se sabe se as eleições municipais irão ocorrer no mês de outubro deste ano devido à pandemia da Covid-19, no entanto, o TSE e os candidatos continuam trabalhando com o calendário das eleições para outubro

Ao ac24horas, Neri afirmou que a sua saída foi acompanhada pelo prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, que era secretário-geral e demais prefeitos que compõem o Conselho Fiscal da Amac. Segundo informações repassadas à reportagem, a Amac fará uma assembleia-geral no início da próxima semana, por videoconferência, para escolher o novo presidente da instituição.

Concorrem agora os prefeitos que já foram reeleitos e que não forem candidatos esse ano. Atualmente, existem apenas dois prefeitos que foram reeleitos: Barbary, de Porto Valter, e Élson, do Jordão. Fora os dois, qualquer outro que se candidatar e for eleito não poderá mais se candidatar na eleição deste ano. Especialistas políticos e magistrados falam em adiamento do pleito municipal para o mês de dezembro de 2020.

O prefeito Zezinho Barbary, que ocupava o cargo de vice-presidente, assume interinamente a presidência da associação. “É uma grande honra assumir interinamente a gestão da Amac, um órgão sério e compromissado com o desenvolvimento de todos os municípios associados”, diz o prefeito.

A Amac promove a união das prefeituras com planejamento dos municípios que são associados para oferecer todo o assessoramento necessário para o desenvolvimento dos municípios.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas