Conecte-se agora

PSD, PP e PROS vão de “velho Boca”

Publicado

em

As lideranças da aliança formada pelos partidos PROGRESSISTAS, PROS E PSD fecharam apoio em torno da candidatura de Tião Bocalom (PROGRESSISTAS)  a prefeito de Rio Branco. O anúncio foi feito em uma entrevista ontem do senador Sérgio Petecão (PSD) ao programa “Boa Conversa”, no ac24horas. “Para nós este assunto já é página virada, nós vamos de velho Boca, por ser um nome bem aceito em meio à população”, enfatizou na entrevista. Quanto a posição do Gladson Cameli, o senador diz que não fala por ele, mas não consegue ver um quadro em que não apareça o governador dando aval ao candidato do seu partido, por onde foi deputado federal, senador e agora no governo, falou Petecão. A respeito da possibilidade da chapa vir a ser formada por Tião Bocalom-Marfisa Galvão, admitiu que o nome da esposa Marfisa deve ser analisado, e se for a decisão da coligação indicá-la como vice da chapa, não vê nenhum problema. “Vice é decisão dos aliados, não é uma decisão pessoal”, acrescentou Petecão.

UMA QUESTÃO INTERNA

A respeito da eleição para a prefeitura de Cruzeiro do Sul, o senador Sérgio Petecão (PSD) diz ser este um assunto que deve ser resolvido internamente dentro do PROGRESSISTAS, com o prefeito Ilderlei Cordeiro. Mas ressalvou que, o PSD terá candidatura própria àquela prefeitura.

PESQUISA VAI DEFINIR

Sobre quem será o candidato do seu partido a prefeito de Cruzeiro do Sul, o senador Sérgio Petecão (PSD) disse que isso será decidido em uma pesquisa, em que terão os nomes do ex-deputado federal Henrique Afonso (PSD) e do advogado João Tota (PSD).

REPENSANDO CANDIDATURA

Quem conversou com o prefeito Ilderlei Cordeiro depois de mais uma incursão da Polícia Federal na prefeitura de Cruzeiro do Sul revelou ontem ao BLOG DO CRICA, que ele se encontra abatido e revoltado por se achar injustiçado, e deve repensar disputar a reeleição.

NADA IMPEDE

A operação da Polícia Federal é muito ruim para a sua imagem de gestor, mas não impede de disputar a reeleição, pelo fato de não ter nenhum condenação a respeito desses fatos.

PROBLEMA SÉRIO

Com os últimos acontecimentos cria-se um problema sério para o governador Gladson, em Cruzeiro do Sul, sua terra natal e nicho eleitoral. Tem de correr contra o tempo para conseguir uma candidatura alternativa à prefeitura de Cruzeiro do Sul, que congregue os seus aliados.

SITUAÇÃO CÔMODA

O problema é mais sério ainda para o Gladson Cameli porque terá de enfrentar um candidato bem posicionado na ponta das pesquisas, Fagner Sales (MDB), ancorado numa coligação que tem o ex-prefeito Vagner Sales e o vice-governador Major Rocha, o que o deixa muito forte.

NUM DILEMA DO PRIVILÉGIO

O governador Gladson Cameli foi posto num dilema pela sua própria base de apoio na Assembléia Legislativa, que aprovou uma medida que estabelece a abertura de templos religiosos, vedada no decreto governamental em vigor. Se abrir para um abre para todos.

QUAL A JUSTIFICATIVA?

Que justificativas dará para abrir templos religiosos e deixar outras atividades fechadas?

FLEXIBILIZAÇÃO NA MESA

O governador Gladson Cameli tem manifestado a intenção de fazer uma flexibilização na abertura de algumas atividades comerciais, após o dia 15, quando encerra a prorrogação do isolamento. A oferta de mais leitos no hospital de campanha a ser inaugurado, é o trunfo. 

NÃO PODE SER ETERNO

O isolamento social continua sendo a única medida para não deixar os casos da Covid-19 fugirem do controle do sistema de saúde, mas um dia terá que abrir. O problema é quem vai controlar a aplicação das novas normas nas atividades liberadas. Aqui, não se respeita nada.

FAZENDO A SUA PARTE

O governador Gladson Cameli fez até aqui a sua parte, ampliando os leitos, investindo em equipamentos, mas, infelizmente, o seu apelo para evitar se sair de casa, evitar aglomerações, não foi ouvido, porque falta o que se chama de consciência social em boa parte da população.

COVID-19 DISPAROU

Uma fonte do BLOG na área de saúde previu ontem numa conversa sobre a situação da pandemia no estado, que a tendência é haver nos próximos dias o aumento no número de contaminados. Dá como dado que, com a chegada de material para a coleta de novos exames os casos devem disparar e passar rápido dos 8 mil registros do Covid-19.

VOANDO ALTO

O senador Márcio Bittar (PSDB) está voando alto no seu prestígio no Planalto. Além de ungido para o cobiçado posto de Relator do Orçamento da União, o seu nome é cotado nas esferas mais altas do bolsonarismo para ser o candidato à presidência do Senado do grupo.

BEM ARTICULADO

O senador Márcio Bittar (MDB) é dotado de alto potencial de articulação política. Conseguiu ser primeiro secretário da Câmara Federal, derrotando indicados de estados grandes, o mesmo se repetindo agora em ganhar a relatoria do orçamento federal. Por isso, não duvido de nada.

NÃO IMPLICA EM CONDENAÇÃO

A ação da Polícia Federal em várias prefeituras do estado não significa que os prefeitos sejam corruptos. É apenas a fase inicial de uma coleta de provas, para checar se há irregularidades no manuseio de recursos públicos. Havendo indícios, vira processo com direito a ampla defesa.

CONVENÇÕES MANTIDAS

As convenções para as homologações de candidaturas a prefeito e a vereador tiveram o início até aqui mantido para o dia 20 de julho, a novidade e que tendem serem virtuais. Na verdade as convenções são meros atos formais da justiça eleitoral e dos partidos, nada mais que isso.

TEM DE CORRER

A ser mantida pelo TSE a data das convenções, o partido que ainda não definiu o seu candidato a prefeito terá que correr. Não terá mais como seguir com as indefinições. A eleição virá com regras, como uso de máscaras para eleitores e mesários, além do uso de álcool gel.

NOVA INVESTIDA

O anão Montana Jack deverá mais uma vez disputar um mandato de vereador de Rio Branco. Na sua primeira tentativa, o seu número de votos foi na medida do seu tamanho: diminuto.

PELOTÃO DE ELITE

Roberto Duarte (MDB), Socorro Neri (PSB), Minoru Kinpara (PSDB) e Tião Bocalom (PROGRESSISTAS) deverão formar o pelotão de elite na disputa da prefeitura da capital.

NÃO DÁ PARA AVALIAR

Não dá para avaliar ainda o candidato do PT à PMRB, pois não foi anunciado, mas vendo recente pesquisa, os nomes ventilados no partido não aparecem na rabeira, mas bem situados, o que mostra que os petistas ainda representam uma ampla faixa do eleitorado na capital.

PARTIDO DO TRIO

Depois de muitas perdas partidárias importantes o PCdoB, que tinha uma militância famosa e aguerrida, é visto hoje mais como o partido do Edvaldo Magalhães, da esposa Perpétua Almeida e do Eduardo Farias. Sem nomes para disputar as duas maiores prefeituras do estado.

POTENCIAL POLÍTICO

Somente depois do fim das operações programadas para este verão na cidade é que se poderá ter um quadro político mais real do potencial da prefeita Socorro Neri, para disputar mais um mandato. Tem toda uma programação financeira para obras. Avaliá-la agora é muito cedo.

EM CIMA DE QUE ALIANÇAS?

O que tem de se esperar também para uma análise mais curada das suas chances eleitorais, é saber também em base de quais alianças estará centrada a sua candidatura. Emitir juízo de valor antes disso é fazer ilações. As pesquisas de julho e agosto já darão o primeiro retrato.

APERTAR O CERCO

Sequestro, assalto a supermercado, assalto a Postos de Combustíveis, execuções, o crime organizado não parou nesta pandemia, e seria a hora da polícia voltar a apertar o cerco.

PRAZO DE VALIDADE

O ex-presidente Lula perdeu o seu prazo de validade política, eternos só os diamantes. Ao centralizar o PT na sua figura, com o seu declínio, o partido ficou sem nome potencialmente forte para disputar a presidência da República em 2022. Restaram algumas viúvas do Lula.

ABRAM ALAS PARA AS MULHERES

As mulheres estão com tudo e não estão prosas, nas disputas das prefeituras. Socorro Neri (PSB), em Rio Branco; Leila Galvão (MDB) e Fernanda Hassem (PT), em Brasiléia; Neidinha (PT), em Epitaciolândia; Rosana Gomes (PROGRESSISTAS) e Branca Menezes (PSDB), em Senador Guiomard; Zeina Melo (MDB), no Jordão; professora Ilzete (PSDB) e Wilcilene Gadelha (PROGRESSISTAS), em Mâncio Lima; Vanderléia (PSD), em Manuel Urbano; Joana Darc (PSL) e Regiane (PT), em Plácido de Castro; Ivonete Dias (PROGRESSISTAS), em Porto Walter; Toinha Vieira (PSDB), em Sena Madureira; Maria Lucinéia (PDT) e Janaína Furtado (PROGRESSISTAS), em Tarauacá, são as mulheres candidatas a prefeitas nesta eleição. Abram alas para elas.

FRASE MARCANTE

“Há amigos que são como andorinhas: acompanham-nos no verão da prosperidade e voam no inverno das aflições”. Cícero, político e orador na Roma antiga.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas