Conecte-se agora

Gladson vistoria Hospital de Campanha e alfineta: “fiz em 30 dias o que não fizeram em 30 anos”

Publicado

em

O governador Gladson Cameli vistoriou nesta sexta-feira, 5, as obras do Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul, onde o ritmo de trabalho é intenso.

Acompanhado do vice-governador Major Rocha, do secretário de Saúde Alysson Bestene e de promotores de justiça, Gladson constatou que a estrutura de paredes externas bem como e as divisórias das 60 enfermarias estão em fase de acabamento.

A obra é executada em uma ala do Hospital do Juruá, abandonada há cerca de 30 anos. “Nós estamos fazendo em 30 dias o que não foi feito em 30 anos. Vamos inaugurar dia agora dia 10 e pôr para funcionar. Tenho conversado muito com o Rocha sobre nosso trabalho e a importância das transparências por isso fiz questão da vinda dos promotores aqui com a gente”, citou o governador afirmando que a contratação dos profissionais para atuar na unidade será feita por meio da Associação Nossa Senhora da Saúde (Anssau), gestora do Hospital do Juruá.

O chamamento para contratação será feito na última segunda-feira (1) e a estimativa é de que sejam necessários 180 profissionais de saúde, incluindo médicos e outros. O secretário Alysson Bestene explica que serão chamados de acordo com a necessidade.

Já os respiradores dos 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva para o hospital segundo Cameli, devem chegar ao Estado no final da próxima semana, o que foi garantido pelo Ministério da Saúde. Trinta unidades serão enviadas pelo Ministério para o Acre.

Para o vice-governador, Major Rocha, a qualidade da estrutura garante um legado permanente para o Juruá. “O padrão é de excelência e dá tranquilidade para a população da região. Aqui é referência para toda a região e vai permanecer no pós-pandemia da Covid-19″.

Não foi encontrada nenhuma irregularidade

O promotor Ocimar Júnior, um dos três que acompanharam a visita ao Hospital de Campanha, afirmou que ele é outros membros do Ministério Público já haviam ido ao local antes e que “nenhuma irregularidade foi encontrada e está tudo dentro do prazo. Vamos seguir acompanhado no funcionamento”.

O Hospital terá 60 leitos de isolamento, 10 UTIs e 20 semi intensivos divididos em dois pisos. A obra tem 1.500 metros quadrados.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas