Conecte-se agora

Duarte critica Neri, Jenilson defende e pauta gera atrito entre “aliados”

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

Aliados em muitas pautas em comum em oposição ao governo na Assembleia Legislativa, os deputados Roberto Duarte (MDB) e Jenilson Leite (PSB), foram protagonistas de uma discussão envolvendo a prefeitura de Rio Branco.

Pré-candidato a prefeitura de Rio Branco, Duarte fez um relato sobre a ocorrência envolvendo suposta merenda vencida no depósito da Secretaria de Educação de Rio Branco. O episódio envolveu seu assessor Frank Vidal.

Ele criticou o aparato policial que foi convocado para atender a ocorrência. “Os policiais não conduziram os dois supostos invasores à delegacia. Se não fizeram isso é porque não houve queixa de invasão. Agora, se houve denúncia de invasão e os policiais não levaram os dois houve crime e isso precisa ser investigado”, disse, afirmando que o cerne da questão, os produtos vencidos, ficaram como pano de fundo.

“Não digo que a culpa é da prefeita Socorro Neri, mas ela deve apurar. Por que não foram trocados, doados?”, questiona Duarte. “Fomos averiguar uma situação e meu assessor e o assessor do Emerson Jarude. Se não houver detenção, boletim de ocorrência pelo suposto crime de invasão a prédio público a nossa prefeita estará faltando com a verdade”, completou o deputado do MDB.

“A prefeita chegou filmando. Quem deu publicidade à ação foi a prefeita”, disse.

Ao defender a Prefeitura de Rio Branco, o deputado Jenilson Leite (PSB), principal aliado de Socorro Neri na Aleac, parabenizou a gestora por ter disponibilizado unidades de saúde para atendimento a Covid-19 e rebateu Duarte.

“Naquele momento o assessor dizia ter filmado produto vencido e a prefeita perguntava: cadê?. A prefeita chegou lá sozinha. O fato é que o produto não apareceu”, disse Jenilson

No dia seguinte, relatou ele, a prefeita esteve no almoxarifado, esteve com o conselho escolar e encontrou um lote de suco de goiaba que iria vencer.

“Querer transformar isso é politizar, dizer que a prefeita estava querendo politizar”, disse, em resposta ao colega Roberto Duarte. “Essa etiqueta que estão querendo dar não cabe a prefeita”, completou.

Já no grande expediente, Duarte rebateu Leite, mostrando supostas provas de merenda vencida e afirmando que o parlamentar do PSB “só ruge igual leão quando é contra governo”.

“Quando se fala do governo o senhor é um leão, o rei das florestas”, disse Duarte, condenando o comportamento do colega em relação à prefeitura de Rio Branco.

“O que estamos buscando aqui é resolver. Vamos abrir uma sindicância. Isso é dinheiro nosso. Esse dinheiro está sendo rasgado e jogado fora”, completou, alegando que se não fossem policiais fortemente armados talvez os assessores tivessem encontrado algo mais naquele depósito. “Um real jogado fora enquanto crianças passam fome. Vossa excelência não se importa com isso, mas eu me importo”, finalizou.

Jenilson Leite se irritou com os ataques de Duarte. “Queria dizer que Vossa excelência falta com a verdade. O senhor faz essa confusão toda porque o senhor está preocupado outra coisa”, disse Jenilson sem citar qual coisa seria.

“Não me furtarei de fazer o debate. Sempre fiz oposição propositiva. Os meus debates não foram para citar factóides. Talvez o senhor não saiba mas eu tenho andado esse Acre inteiro. Estou à sua disposição para fazer qualquer debate”, afirmou.

Segundo Leite, a prefeita de Rio Branco criou sim uma sindicância para apurar as denúncias. “O suco de goiaba que o senhor está apresentado não estava vencido, mas ia vencer”, disse o deputado do PSB, que é o mesmo partido da prefeita.
As argumentações são desonestas, disse ele. “Até aqui só tem ciscado de um lado para outro”, disse.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas