Conecte-se agora

O ninho da pata foi espatifado

Publicado

em

O sonho de manutenção da unidade do grupo que apoiou o governador Gladson Camel na última eleição, para disputar a prefeitura de Rio Branco, ruiu como um castelo de cartas. No popular, o ninho da pata foi espatifado. O PSDB do vice-governador Major Rocha já definiu que irá para a campanha com o professor Minoru Kinpara (PSDB). O MDB do deputado federal Flaviano Melo (MDB) bateu o martelo na candidatura do deputado Roberto Duarte (MDB). Até o nanico SOLIDARIEDADE da deputada Vanda Denir (SD), navegará em barco próprio na eleição para a PMRB, com a candidatura de Luziel Carvalho (SD). É de se perguntar se estes partidos estão errados. Não! Estão certíssimos em procurar os seus espaços próprios. Errado está o governador Gladson Cameli que não costurou a permanência da unidade do grupo num cenário das eleições municipais da capital. O tempo passa, o tempo voa, e até hoje o governador não definiu o que quer. De um lado, o seu partido com a candidatura do ex-prefeito de Acrelândia, Tião Bocalom, e o querendo no palanque; e do outro, o governador inclinado pela candidatura da prefeita Socorro Neri (PSB), mas sob forte tiroteio interno de parlamentares do seu grupo para que não faça esta opção. A disputa da prefeitura da capital entre os aliados da campanha passada será na base da Lei do Murici, cada um que cuide de si.

CALENDÁRIO AVANÇA
O quadro de prorrogação dos mandatos dos prefeitos é um golpe que não acontecerá, as autoridades da justiça eleitoral e os que comandam o Congresso já deixaram claro que teremos eleição. O máximo que poderá ocorrer é a data ser empurada para dezembro. E, a coninuar neste embalo, o governador chegará na eleição pensando ainda quem apoiará.

PREPARE O LOMBO
E não tem saída ao Gladson. Ou o deputado Roberto Duarte (MDB) ou o Minoru Kinpara (PSDB) vai para o segundo turno. E um dos dois ganhando, o Gladson estará emparedado na eleição de 2022. E, nenhum os dois está na cota de confiável para uma aliança em 2022.

NÃO TEM ALTERNATIVA
E neste quadro não tem alternativa ao Gladson Cameli que não seja que ganhar a eleição para a prefeitura da capital com um nome confiável, é que possa contar em 2020 para a reeleição.

NADA ESCAPA AO BLOG
Fonte segura ligada ao senador Márcio Bittar (MDB) revelou à coluna que, ele teve uma conversa com o Gladson, a quem alertou para o perigo de apoiar a prefeita Socorro Neri para um novo mandato, e assim dar novo folêgo à esquerda. O problema não é a respeitável figura da Socorro, uma gestora séria, sem mácula – explicou a fonte – mas as pessoas que a cercam, de esquerda, e adversários  do governador, como o deputado Jenilson Lopes (PSB).

ARGUMENTO QUE VIROU MANTRA
A atuação de ataques do deputado Jenilson Lopes (PSB) ao governador Gladson Cameli, na ALEAC, vem servindo de argumento para os que são contra o apoio à prefeita Socorro Neri.

SABIA DO RISCO
O governador Gladson foi alertado pelo grupo de acompanhamento dos casos de Covid-19 no Estado a que prorrogasse por mais 15 dias o decreto de isolamento social, sob pena do sistema de saúde saturar 100%. E foi em cima da premissa, que não reabriu as atividades comerciais.

PRÓXIMO DOS 6 MIL CASOS
A tendência é que se chegue no próximo boletim da SESACRE com 6 mil casos de contaminações pelo COVID-19. A pandemia está tomando força no maior conglomerado de bairros na capital, a Baixada da Sobral; região insalubre, onde se concentra a maior parte da população carente. Não havia como o decreto de isolamento não ser prorrogado.

DENÚNCIA CONFIRMADA
Uma pessoa que foi ontem ao mercado central confirmou a denúncia de alerta, que publicamos no BLOG. Os donos de açouges e verdureiros na maioria trabalham sem usar máscaras. Pode virar centro de contaminação. Os fiscais da prefeitura deviam agir rápído.

AJUDARIA MAIS
O ex-deputado federal Alércio Dias é uma das pessoas mais preparadas que conheço, além de larga experiência na gestão e na política. Por isso, ele seria melhor aproveitado no governo, caso se juntasse à assessoria política do governador, do que ser diretor da falida CAGEACRE

 MASTODONTE DO GOVERNO
Falando em empresas que só geram despesas para o governo, o governador Gladson Cameli deveria partir para a privatização do DEPASA, que virou um mastodonte para a administração do Estado. É conversa para boi dormir que será modernizado na gestão do Tião Fonseca.

MANTRA DA EMBROMAÇÃO
Esse mantra da embromação que o DEPASA será mordenizado e se tornará rentável, vem sendo repetido desde que funcionou, o órgão atravessou governos, e sempre deficitário.

CALA A BOCA
O boletim nacional de que o Governo do Acre é um dos mais transparentes na gestão dos recursos destinados ao combate da pandemia do Covid-19, calou deputados da oposição que cobraram mais transparência na gestão das verbas. É um perigo se fazer denúncias vazias.

NEM QUE SEJA SÓ
O deputado Géhlen Diniz (PROGRESSISTAS) diz que será candidato a prefeito de Sena Madureira nem que seja só. O sonho de ser candidato da oposição unida foi desfeito.

APROVAÇÃO CERTA
A derrubada das últimas emendas apresentadas pelos deputados de oposição e a aprovação da criação do Instituto da Saúde, única forma de evitar as demissões de servidores do Pró-Saúde, deve acontecer na sessão da próxima terça-feira da Assembléia Legislativa.

DOIS ASSUNTOS
Dois assuntos: secretário Alysson Bestene, celular não é para enfeite, mas para ser usado. Nada justifica que uma pessoa contaminada, e em estado avançado do Covid-19 fique jogada numa maca no Pronto Socorro à espera de um médico para ser atendida. Não é o certo.

CASA E BOTÃO
Ainda que não haja nenhum anúncio formal dos comunistas, a tendência é que o PCdoB marche com a candidatura a prefeito de Rio Branco a ser lançada pelo PT. São casa e botão.

NÃO É BOA ESTRATÉGIA
Não sei até que ponto é bom para quem vai ter uma candidatura majoritária a prefeito da capital, ficar escondendo o nome num segredo de polichinelo. Como a tendência é a de não ser nenhum dos medalhões do PT, o nome a ser lançado já era para estar no debate.

NÃO É MOMENTO DE POLITICAGEM
Sou um defensor da crítica e do direito de parlamentares exercerem. Mas não descambar para a politicagem, com agiram o deputado Roberto Duarte (MDB) e o vereador Emerson Jarude (MDB), ao mandarem assessores ir ver num galpão da prefeitura se havia alimentos vencidos.

DENUNCISMO BARATO
A questão que torna a ação mais estapafúrdia ainda é que os deputados Roberto Duarte (MDB) e o vereador Emerson Jarude (MDB), não são quadros despreparados, são advogados, exatamente por isso não poderiam entrar na canoa do denuncismo vazio em plena pandemia.

ESCOLAS FECHADAS
E nem as escolas estão funcionando! Como averiguar se estão sendo servidos alimentos vencidos aos alunos. Nem a isso atentaram, antes de mandar assessores fazer uma lambança.

ASSIS BRASIL
Nomes que vão disputar a prefeitura de Assis Brasil: Zum (PSDB), Zé do Posto (PSD), Pilique (PCdoB), Jery Correia (PT), Junior Caju (MDB) e Serjão (PSL).

CANDIDATOS EM MÂNCIO LIMA
Gladson Rocha (Amigo) PSD, Isac Lima (PT), professora Izete (PSDB), Milcilene Gadelha (PROGRESSISTAS) e Chicão da Distribuidora (MDB). Candidatos a prefeito de Mâncio Lima.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO
Aprendam: liberdade de expressão não pode passar do limite da legalidade, porque vira crime.

FRASE MARCANTE
“A boca do sábio está no seu coração. O coração do ignorante está em sua boca”. Ditado urco.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas