Conecte-se agora

Homicídios elucida sete crimes e prende matadores de facção

Publicado

em

Após um trabalho de investigação da Polícia Civil, agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) tiveram êxito em localizar e prender um grupo especializado em executar pessoas no Segundo Distrito de Rio Branco e na Baixada da Sobral. Durante a ação policial, cinco pessoas foram presas pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e homicídio. Com essas prisões ocorridas nessa quinta, 28, no Ramal Bom Jesus, na Vila Acre, e sexta-feira, 29, no bairro Boa União, ao menos sete homicídios foram elucidados.

O grupo é acusado de ter matado o jovem Victor Lima Braga, de 19 anos, com um tiro no peito, após uma tentativa de roubo na residência de um sargento da Polícia Militar, localizada no bairro Vila Acre, no Segundo Distrito de Rio Branco. O segundo crime elucidado ocorreu no dia 06 de maio de 2020, onde a vítima, Jeferson da Silva Barbosa, de 32 anos, foi morta a tiros na frente da sua casa, na Travessa Buriti, no bairro Vila Acre.

O terceiro crime teve como vítima o lavador de carro Tiago Wellington de Souza, de 31 anos, morto com seis tiros na tarde do dia 15 de maio. O crime aconteceu no Ramal Castanheira, no bairro Santa Maria, em Rio Branco. O quarto crime elucidado foi o de Ronaldo Ribeiro de Lima, de 20 anos, encontrado morto na tarde de domingo (24) com as mãos e os pés amarrados, com marcas tortura e perfurações de faca no corpo em uma área de mata localizada no Ramal do Rodo, na região do bairro Amapá, no Segundo Distrito de Rio Branco.

Já o quinto caso elucidado pela DHPP foi um crime com características de execução ocorrido no dia 24 maio. Maycon Barroso de Alencar, de 27 anos, foi morto com 14 tiros na cabeça e no corpo. O crime aconteceu no Ramal Bom Futuro, no Bairro da Vila Acre, região do Segundo Distrito da capital acreana. O sexto crime elucidado pelos agentes de Polícia Civil da DHHP ocorreu no dia 25 maio, o corpo de um homem foi encontrado carbonizado, no quilômetro 12 do Ramal da Eco, na Vila Campinas, região do município de Plácido de Castro, no interior do Acre.

Um dos presos também tem envolvimento na morte do senhor Vanderson da Silva Conceição, assassinado na tarde do dia 20 de março na Rua do Futuro, região do bairro Praia do Amapá, segundo Distrito de Rio Branco.

Por fim, o sétimo crime elucidado foi o da morte do ex-presidiário e açougueiro Vando Cunha de Oliveira, de 35 anos, executado com três tiros nessa sexta-feira, 29, dentro de um açougue localizado na rua Antônio Souza Araújo no bairro Plácido de Castro, na região da Baixada da Sobral. Todos os presos então à disposição da Justiça e serão levados ao presídio Francisco de Oliveira Conde onde aguardarão o processo e julgamento.

 

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas