Conecte-se agora

Centro de Desastres alerta para queimadas provocarem colapso no sistema de saúde

Publicado

em

O desmatamento na Amazônia e uma possível seca – associada ao aumento de temperatura acima de toda a média histórica do Oceano Atlântico – podem intensificar as queimadas e incêndios florestais nos próximos meses, aumentando a incidência de doenças respiratórias na população.

Isso poderá ocasionar o colapso do sistema de saúde nos estados amazônicos, agravando-se com a possível sobreposição dos problemas do atendimento das doenças respiratórias e da pandemia da Covid-19.

Esse alerta feito com base nos dados científicos e a elaboração de recomendações de ações para a mitigação do problema socioambiental estão contidos na Nota Técnica elaborada por pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e pela pesquisadora Liana Anderson, do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).

O documento mostra que o desmatamento encontra-se em uma fase de resposta que requer ações imediatas para sua contenção, avaliando que as queimadas se encontram em fase de prevenção e preparação. Por isso, os pesquisadores apontam a necessidade de um planejamento rápido de ações antes de sua disseminação, destacando que essas ações têm que ser integradas às ações da saúde pública, frente a pandemia da Covid-19.

Os estudos mostram que a taxa de desmatamento, entre agosto de 2019 e 14 de maio de 2020, já representa 89% da área desmatada do ano anterior. Nesse período, foram detectados 78.443 focos de queimadas na Amazônia, valor mais elevado que o mesmo período de 2018-2019.

Anúncios

Cotidiano

Governo do Amazonas volta a fechar bares e balneários em Manaus

Publicado

em

O Governo do Amazonas voltou a decretar o fechamento de bares e balneários em Manaus. A medida foi anunciada nesta quinta-feira (24) e ocorre, segundo o governador Wilson Lima, após aumento no número de internações nas unidades de saúde. As restrições devem durar 30 dias, a partir desta sexta (25). Manaus tem 48.389 pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia e começou a flexibilizar o isolamento social em junho. As aulas presenciais nas escolas públicas estão mantidas.

De acordo com governo, há uma tendência de aumento de casos de Covid-19, observada nas últimas semanas devido, principalmente, a aglomerações, segundo a vigilância epidemiológica.

O estado do Amazonas contabilizou 9 mortes por dia na última semana — a variação foi de 39% em relação à média de 14 dias anteriores.

“Estamos tomando hoje medidas restritivas e fechamento de estabelecimentos para priorizar o que é importante. Não vou deixar balada aberta e escola fechada”, disse o governador em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

A medida, que ainda será publicada no Diário Oficial do Estado, vai suspender funcionamento de bares que não tenham funcionamento primário como restaurantes. Lojas de conveniência e restaurantes poderão funcionar até as 22h.

Também fica suspenso o funcionamento de:

– praias,

– balneários

-casas de show

– flutuantes

Bares, balneários e restaurantes de Manaus já estavam reabertos ao público desde de junho, quando teve início o 4º ciclo de reabertura do comércio.

Aumento de casos

No dia 11, o governo havia divulgado uma desaceleração na queda de casos. A diretora-presidente da Fundação de Vigilância e Saúde (FVS-AM), Rosemary Pinto, afirmou que as aglomerações são os principais vetores de transmissão identificados pelo órgão nas últimas semanas.

De acordo com ela, na ocasião, havia “um pequeno crescimento no número de casos atendidos em unidades privadas de saúde, principalmente em pessoas das classes A e B”.

Até esta quarta-feira (24), o número de pacientes internados com Covid-19 era de 298, sendo 199 em leitos clínicos (82 na rede privada e 117 na rede pública), 96 em UTI (45 na rede privada e 51 na rede pública) e três em sala vermelha, estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos.

A taxa de ocupação na rede privada é de 65,17% em leitos de UTI e 64,74% em leitos clínicos. Já na rede pública, a ocupação de leitos UTI chega 72 % e 40,36% em leitos clínicos.

“Temos uma tendência de casos da Covid, o que nos acende um alerta”, afirmou o governador.

Covid-19 no Amazonas

O governo do estado informou, por meio de nota, que os dados apontam uma alta na média móvel de internações pela doença após meses de queda, mas descartou que o estado esteja vivendo uma segunda onda da doença.

A primeira onda ocorreu durante os meses de abril e maio, quando o sistema público de saúde entrou em colapso, com quase 100% de ocupação. A capital amazonense acabou sofrendo colapso, também, no sistema funerário e o número de mortes ficou 108% acima da média histórica.

Os dois hospitais abertos emergencialmente em Manaus para atender apenas casos de Covid-19 já foram fechados. No dia 23 de junho, a Prefeitura anunciou o fechamento do hospital de campanha e, no dia 16 de julho, o governo fechou o Hospital de Combate à Covid-19, Hospital Nilton Lins.

Continuar lendo

Cotidiano

Acre tem queda de 52% na taxa de novos internos no Sistema Socioeducativo

Publicado

em

O Instituto Socioeducativo do Acre (ISE) registrou quedas significativas nas taxas de reincidências e de novos internos em relação ao primeiro semestre de 2020. O Sistema Socioeducativo teve uma baixa de 58% no número de reincidência dos internos. Ou seja, 110 adolescentes não retornaram para internação. Houve também redução de 52% no índice de novos internos este ano, significando que 201 adolescentes deixaram de entrar no sistema socioeducativo no primeiro semestre deste ano em comparação ao primeiro semestre do ano anterior.

Os dados foram divulgados pelo governo do Acre utilizando números coletados pelo Departamento de Meio Fechado e Departamento de Ações Socioeducativas da instituição, comparando-se com o mesmo período de 2019. No primeiro semestre de 2019, 229 adolescentes retornaram para o sistema e, no mesmo período de 2020, o número reduziu para 119 adolescentes que voltaram a praticar ato infracional e deram nova entrada nos centros socioeducativos.

O presidente do ISE, Rogério Silva, disse ao veículo estatal Notícias do Acre que a redução no número de reincidências demonstra que o trabalho começa a obter resultados positivos. Sobre a redução na taxa de entrada, Silva revelou que esse é um forte sinal, pois demonstra a redução na participação de adolescentes em atos infracionais, e acredita que isso requer uma avaliação mais aprofundada, por meio de um estudo de caso específico.

Continuar lendo

Cotidiano

Procon faz megaoperação de fiscalização em supermercados de Rio Branco

Publicado

em

Neste mês de setembro, o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (Procon/AC) realizou nos supermercados de Rio Branco, a operação “Se Vira nos 30”, em alusão aos 30 anos de criação do Código de Defesa do Consumidor (CDC), celebrado no último dia 11 de setembro.

Os agentes do Procon/AC fiscalizaram 30 estabelecimentos comerciais para verificar se as regras contidas na referida lei, estão sendo devidamente praticadas. Como exemplo, foram inspecionadas as inserções de preços nos produtos e nas gôndolas, além das rotulações que contém as características das mercadorias ofertadas.

Também foram averiguados prazos de validade dos alimentos e se existiam informações claras sobre os seus teores nutricionais, além das avaliações dos processos de armazenamentos dos produtos e das estruturas físicas das câmaras de congelados, para verificar se as mercadorias estavam condicionadas na temperatura ideal.

Na oportunidade, as distribuidoras de alimentos e supermercados da capital foram notificadas a apresentarem as notas fiscais de produtos da cesta básica, como arroz, leite e óleo, para detectar possíveis práticas abusivas, devido ao atual período de instabilidade econômica.

Os documentos estão sendo recolhidos pelo Procon/AC e encaminhados para análise técnica do Ministério Público do Acre, para que possam ser adotadas medidas cabíveis, em caso de irregularidades.

Continuar lendo

Cotidiano

Velório de jornalista acontece a partir das 13 horas na capela do Morada da Paz

Publicado

em

A família do jornalista Tião Vitor, encontrado morto na noite desta quarta-feira, 23, informou que o velório acontecerá a partir das 13 horas na capela do cemitério Morada da Paz. O sepultamento acontece às 17 horas.

Tião Vitor era um jornalista experiente, tendo passado por diversos veículos de comunicação, com destaque para o Jornal Página 20 onde trabalhou por mais de 15 anos, onde foi repórter e editor-chefe.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas