Conecte-se agora

1/3 de mortes por Covid-19 no Acre são de pessoas abaixo da faixa etária considerada idosa

Publicado

em

Desde que a pandemia da Covid-19 apareceu que as autoridades de saúde de todo o mundo informam que os idosos fazem parte do principal grupo de risco da doença.

Essa informação, inclusive, é usada por quem defende o chamado isolamento vertical, onde apenas quem faz parte do grupo de risco como idosos e pessoas com doenças como diabetes, hipertensão arterial ou problemas cardiovasculares ficam em isolamento social.

A opção é questionada pela maioria dos médicos, já que os jovens são importantes vetores de transmissão e a doença poderia aumentar ainda mais.

Outro dado que preocupa é o número de mortes na faixa etária mais jovem. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde nesta quarta-feira, 27, metade dos 8 óbitos confirmados entre novas vítimas fatais da Covid-19 no Acre são de pessoas que estão na faixa etária de 30 a 39 anos.

Com a atualização, o número de óbitos nesta faixa etária chega a 11 e alcança quase 10% do total de mortes no Acre.

No Brasil, uma pessoa é considerada idosa a partir dos 60 anos. Se a análise se estender para a faixa etária entre 0 até 59 anos de idade, o percentual de óbitos chega a 33,63%.

A maior incidência de óbitos no Acre está na faixa da idade de 70 a 79 anos. Já foram 28 mortes, o que representa 24,78%. Em sequência, vem a faixa etária acima de 80 anos com 21,24% e por último a faixa de idade entre 60 a 69 anos, com 20,35%

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas