Conecte-se agora

Prêmio acumulado de 33 milhões é sorteado pela Mega-Sena nesta quarta-feira

Publicado

em

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira, 27, um prêmio de R$ 33 milhões. As seis dezenas do concurso 2.265 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), na cidade de São Paulo. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país ou pela internet.O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

As apostas para a Quina de São João, concurso especial que chega à sua 10ª edição este ano, já podem ser feitas nas lojas lotéricas de todo o país. O sorteio do concurso 5.299 da Quina será realizado no dia 27 de junho, às 20h, e a estimativa inicial do prêmio é de R$ 140 milhões.

O prêmio não acumula e, caso não haja ganhadores na faixa principal, o prêmio será dividido entre os acertadores da segunda faixa (4 números) e assim por diante. Para apostar, basta marcar de cinco a 15 números dentre os 80 disponíveis no volante. O preço da aposta simples, com cinco números marcados, custa R$ 2.

Anúncios

Acre

Deputados pedem que MP investigue o cartão Avancard

Publicado

em

Na sede do Ministério Público do Acre (MPAC), os deputados Edvaldo Magalhães (PCdoB) e Fagner Calegário (Sem Partido) pediram nesta quarta-feira, 22, à promotora de Justiça Alessandra Garcia Marques, da Promotoria Especializada de Defesa do Consumidor, uma investigação acerca da burla da margem consignável de 35% e a criação do cartão Avancard, que tem juros de 5,5% ao mês.

O ofício entregue pelos deputados à promotora, destaca que o governo do Estado publicou um decreto que cria um percentual de 15% a mais do que já prevê a lei dos consignáveis, que estabelece 35% para a concessão de empréstimos, ou seja, o salários dos servidores podem ficar comprometidos em até 50%.

Em sua rede social, Edvaldo afirmou que os servidores não podem continuar a serem extorquidos, com juros altíssimos do cartão Avancard.

Em outro trecho do documento, os deputados pedem uma investigação para apurar todo o processo de contratação das empresas FênixSoft e Prover Promoção de Vendas. As duas têm como sócios-proprietários Alberto Rodrigues da Silva e Albérico Rodrigues da Silva.

“Ficou claro que os juros cobrados pelo cartão Avancard, em específico, são acima dos praticados no mercado financeiro, ultrapassando os 5%. Também há relatos de servidores públicos de supressão de margem para forçar estes a aderirem ao Avancard”, afirmou Magalhães.

Continuar lendo

Cotidiano

49% das famílias de Rio Branco tem renda menor que as despesas mensais

Publicado

em

Uma pesquisa feita pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomércio/AC) revelou uma realidade que quase todo morador de Rio Branco conhece bem: o aperto financeiro do final do mês. Os dados, levantamentos de forma remota, mostram que para 47% das pessoas contatadas, a renda da família residente no mesmo endereço se apresentaria superior à soma das despesas fixas do mês. Porém, para 49%, a renda atual da família não alcançaria o valor mensal exigido pelas despesas domésticas.

Por conta da pandemia, com as pessoas ficando mais tempo em casa, as despesas domésticas aumentaram. Ao menos 55% da população de Rio Branco aumentou o consumo doméstico em relação ao ano passado, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomércio/AC). O estudo foi feito de forma remota junto a moradores da capital acreana entre os últimos dias 27 de agosto e 17 de setembro e o objetivo era estudar o perfil do consumidor local para, efetivamente, traçar metas quanto as medidas a serem tomadas.

Em relação à população economicamente ocupada em Rio Branco, 80% da parcela contatada afirmou trabalhar no âmbito da iniciativa privada, aí considerado as pessoas com vínculo formal de trabalho mais aquelas que desenvolvem atividades econômicas como autônomas. Os demais, 20%, se apresentaram como servidores públicos. Quanto ao nível de renda das famílias de Rio Branco/AC, as informações apontaram que 62% recebem renda mensal de até quatro salários mínimos, sendo 2% com renda de até um salário; 25% entre um a dois salários; e 35%, entre dois a quatro. Conforme a pesquisa, 28% teriam renda igual e superior a cinco salários mínimos.

A pesquisa concluiu ainda que, diante a situação da crise instalada no país, 55% da população com atividade remunerada na capital acreana disse acreditar apenas na manutenção no nível de renda atual nos próximos meses. Outra parcela de 16% enxergou cenários capazes de contribuir para crescimento de renda nos próximos meses, mesmo se mantendo a situação econômica atual; 13% não se manifestaram quanto a perspectiva de variação de renda no curto prazo, e outros 16% entenderem que haverá redução da renda familiar nos próximos meses.

Além disso, para 18% dos rio-branquenses, a renda da família experimentou crescimento em relação ao ano passado, enquanto a parcela de 41% destacou redução; 39% que afirmou sobre renda familiar inalterada com relação ao ano passado. O estudo reafirmou também que, com a normalidade da atividade comercial, 27% da população de Rio Branco/AC afirmou acreditar que as famílias terão aumento de consumo doméstico, considerando a perspectiva de reabertura de diversos postos de trabalhos ora interrompidos. Entretanto, mesmo com a normalidade das crises, para outra parcela de 33%, o nível de consumo doméstico deve permanecer inalterado. A pesquisa observou ainda mais 33% sem perspectiva de aumento de consumo doméstico das famílias no curto prazo.

Para 55% da população, seria remota a possibilidade de manutenção dos empregos da família após a travessia desse período de incertezas. Outra parcela (31%) estimou que apenas o emprego do contatado deve ser mantido, os demais da família serão perdidos. Ainda houve a parcela (14%) da população que não se manifestou sobre manutenção (ou não) de empregos nos próximos meses. Com relação à oferta de crédito bancário no Brasil, 53% dos rio-branquenses consideraram as modalidades como de alto custo e complexas para acesso das pessoas comuns. Para outra parcela de 29%, tratava-se de oferta desestimulante. Porém, 16% embora considerando um produto financeiro de alto custo, acharam de fácil acesso para quem interessar.

Continuar lendo

Acre 01

Ministros de Bolsonaro vão a Cruzeiro do Sul nesta sexta-feira tratar da integração Brasil-Peru

Publicado

em

Os ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, estarão em Cruzeiro do Sul na próxima sexta-feira, 25, em agenda com empresários e políticos brasileiros e peruanos para tratar da integração dos dois países pela BR-364, passando pelo Parque Nacional da Serra do Divisor até Pucallpa.

Além dos ministros, a agenda contará com o governador do Acre, Gladson Cameli, senador Márcio Bittar, e a presença virtual dos governadores dos estados peruanos de Madre de Dios, Luís Guillermo Hidalgo Okimura, e de Ucayali, Francisco Pezo Torres, e empresários.

O ac24horas apurou que às 10h30 os ministros e demais autoridades farão visita a BR-364 , local da travessia do Rio Juruá para Rodrigues Alves, onde deverá ser erguida uma ponte. Já ás 11h30, no SESC, haverá o encontro da comitiva com autoridades locais, instituições e empresários, para esclarecimentos sobre o atual estágio de encaminhamentos e os recursos para a construção da rodovia que ligará a BR-364 com o Peru.

A Federação das Indústrias, Sebrae e Associação Comercial do Alto Juruá elaboraram uma agenda para estimular o setor na Região. Na sexta, antes da agenda com os ministros, haverá o Encontro de Empresários para o Comércio Exterior com Mostra de Produtos da Indústria do Juruá. Na pauta, o contexto atual do comércio exterior acreano, os encaminhamentos para a interligação com Pucallpa; apresentação do portfólio do potencial empresarial acreano; apresentação do programa de Consultoria para empresas do Programa de Qualificação para Exportação oferecido pela Apex-Brasil – Peiex, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex Brasil.

A programação local do evento terá início nesta quinta, 24, às 17h, no Sebrae de Cruzeiro do Sul. Haverá a entrega do “Guia do Empreendedor” elaborado pelo Sebrae, para os pré-candidatos a prefeito da região do Juruá. Às 19h00, será a vez do Encontro de empresários da Indústria no Juruá com apresentação do programa Reage Indústria e assinatura da ordem de serviço para iniciar as consultorias para Licenciamento Ambiental nas indústrias do Juruá.

Continuar lendo

Destaque 2

Terreno destinado para novo cemitério de Rio Branco será transformado em aterro e moradores se revoltam

Publicado

em

Moradores da região da Transacreana procuraram o ac24horas na manhã desta quarta-feira, 23, para criticar a Prefeitura de Rio Branco em razão de uma “quebra” de contrato entre a comunidade e a Prefeitura acerca da utilização de um terreno em frente ao Cemitério da Cruz Acreana, localizada na Transacreana, em Rio Branco.

A moradora Marinete Dantas afirmou que na época do ex-prefeito Marcus Alexandre (PT), o terreno tinha sido comprado com o intuito de construir um novo cemitério para Rio Branco, mas que nos últimos dias a gestão de Socorro Neri (PSB) informou que iria fazer do local um novo aterro de inertes.

“A comunidade não está nada satisfeita em transformar essa área de terra em aterro, lixão ou outra coisa qualquer porque de poluição estamos todos cheios”, disse a moradora.

Em 2015, a construção do novo cemitério foi orçada em R$ 18 milhões. O cemitério ficaria numa área de 20 hectares e teria características de um cemitério-jardim, em que não há a presença de monumentos e a única identificação é uma placa de bronze ou outro tipo de material.

Na época, o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, informou que a prefeitura já estava trabalhando no edital e a licitação deveria ser feita no início de 2015. A última vez que um cemitério foi construído em Rio Branco, segundo a prefeitura, foi há 29 anos.

Ao ac24horas, o diretor operacional da Secretaria Municipal de Zeladoria, Anderson Santana, admitiu que o objetivo inicial era construir o cemitério no terreno, porém, devido a crise financeira de 2015, o projeto não teve a sua continuidade e o terreno acabou por ser incorporado ao Plano de Resíduos Sólidos de Rio Branco.

“A população pode ficar tranquila em relação a esse projeto que já está sendo executado com 60% concluído. Iremos ter uma balança rodoviária e todos os resíduos que entrarem serão devidamente pesados. Todos que forem destinar os seus resíduos serão devidamente identificados e cadastrados. Então, é todo um trabalho de qualidade e eficiência e é um trabalho que, inclusive, o município e outras cidades não podem negar-se a executar porque é legislação federal”, afirmou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas