Conecte-se agora

Força-tarefa do MP vistoria obras do INTO e Hospital de Campanha

Publicado

em

Com vistoria de força-tarefa do Ministério Público em obras do INTO e Hospital de Campanha, Gladson demonstra transparência em uso de recursos destinados ao tratamento do coronavírus

A operação da Polícia Federal no Rio de Janeiro na manhã desta terça-feira, 26, que culminou no cumprimento de mandado de busca e apreensão no Palácio das Laranjeiras, residência oficial do governador Wilson Witzel, apontado como alvo de um esquema do desvio de recursos públicos no combate ao Covid-19, gerou um clima de desconfiança dos governadores com o presidente Jair Bolsonaro.

Aqui no Acre, o governador Gladson Cameli (Progressistas) não quer ser surpreendido com o incômodo de ser acordado por policiais federais abrindo as portas do Palácio Rio Branco, revirando gavetas, apreendendo computadores, celulares e papéis que coloquem sob suspeita a sua honestidade, dos secretários e da sua gestão.

À tarde, demonstrando transparência, Gladson Cameli convidou a cúpula do Ministério Público do Acre para vistoriar as obras do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (INTO) e Hospital de Campanha em Rio Branco. A visita técnica contou com a presença da procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane, de promotores e, secretários.

O complexo hospitalar que poderá comportar até 43 leitos que poderão ser transformados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), tornou-se referência no tratamento de pacientes com Covid-19 em estado grave. Gladson fez questão de enfatizar isso aos membros do Ministério Público Estadual.

“O governo tem a obrigação de facilitar o trabalho dos órgãos fiscalizadores e é isso que estamos fazendo desde o primeiro dia da nossa gestão. Aqui tem dinheiro público e eu sou totalmente a favor da transparência e da prestação de contas de tudo que está sendo investido no Into e Hospital de Campanha. O Ministério Público tem sido um grande parceiro do Estado nos orientando a fazer tudo da maneira correta e gostaria de deixar o meu agradecimento”, enfatizou.

A procuradora-geral e os promotores de Justiça puderam acompanhar o 16º dia de obras do Hospital de Campanha. Quando estiver pronta, no próximo dia 10 de junho, a estrutura disponibilizará mais 100 leitos de enfermaria.

Outro local visitado foi futuro centro cirúrgico do INTO, o maior e mais moderno do Estado. O governador Gladson Cameli foi enfático ao dizer que a transparência é um dos pilares de sua gestão.

A procuradora-geral elogiou a postura do governador Gladson Cameli em apresentar de maneira transparente os investimentos na área de Saúde durante a pandemia do coronavírus. Kátia Rejane disse ter ficado surpresa com a rapidez na construção do Hospital de Campanha e ressaltou a importância na rapidez das ações para salvar vidas.

“O governador Gladson Cameli nos convidou para fazer o acompanhamento das obras e foi uma surpresa ver essa construção [Hospital de Campanha] erguida em tão pouco tempo. O mais importante é que está sendo célere, porque nos preocupa muito a evolução do quadro de infectados e a possibilidade da falta de espaço para o recebimento de pacientes. Estamos na expectativa que esta obra seja entregue na data prevista e dizer que estamos juntos com o governo nas orientações e recomendações. O momento pede a união de esforços das instituições e dos poderes”, ressaltou.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas