Conecte-se agora

Nutricionista alerta sobre a importância da saúde alimentar em meio à Covid-19

Publicado

em

Em meio aos crescentes casos de Covid-19, muitos acreanos estão seguindo a risca o isolamento social como medida para evitar a propagação do vírus, mas será que a saúde alimentar de afetados e não afetados tem sido adequada?

Em entrevista concedida nesta sexta-feira, 23, ao ac24horas, a nutricionista, Luana Farias, falou da importância da educação alimentar nesse período em que adultos, crianças e adolescentes estão sob forte pressão dado ao isolamento e as restrições sociais. Em sua entrevista, a especialista fala sobre distúrbio alimentar e do sono e a importância de uma alimentação balanceada e dentro de uma rotina familiar saudável.

Luana afirmou que nesse momento de pandemia a prioridade, para todos, deve ser a saúde e isso inclui o fortalecimento do sistema imunológico. Ela possui um canal no Youtube que aborda essa e diversas outras temáticas.

ac24horas – Distúrbio alimentar e do sono tem sido frequente dado a ociosidade nesse período de quarentena. Alimentação fora do horário pode trazer prejuízos à saúde?

Luana Farias – Com certeza! Estamos vivendo uma fase nova para todo mundo e isso tem causado uma certa ansiedade e desregulação de rotina em muitas pessoas. Também estamos gastando menos energia em nosso dia, por isso, o ideal é que a alimentação também acompanhe esse ritmo para evitar um superávit calórico. Por isso, o aumento de refeições no dia, os “assaltos” à geladeira durante a madrugada e o excesso na quantidade de comida pode ser um problema.

ac24horas – Que cuidados as famílias devem adotar para evitar alimentação imprópria e fora do horário?

Luana Farias – Os responsáveis pela casa precisam se atentar na hora de ir ao mercado. Precisa mesmo dessa quantidade grande de industrializados? Que tal escolher um delivery de alimentos frescos para evitar sair muitas vezes de casa? Os alimentos que não são saudáveis estão disponíveis o tempo inteiro para as crianças da casa? Então essas são algumas perguntas que precisamos nos fazer para termos uma conscientização maior em relação à saúde da nossa família. Criar uma rotina é essencial para adequação dos horários, em todos os sentidos.

ac24horas – Alimentação e sono estão entre os vilões do isolamento domiciliar. Como evitar a insônia e a má alimentação?

Luana Farias – O excesso de carboidratos simples, açúcar a cafeína durante o dia são os alimentos que mais estão atrapalhando o sono das pessoas no isolamento domiciliar. Além de buscar por uma alimentação mais saudável, também é interessante estabelecer um horário máximo durante o dia (até às 16 horas, por exemplo) para evitar o consumo desses alimentos que podem atrapalhar o seu descanso. O consumo de alguns chás (camomila, melissa, maracujá, erva-cidreira) pela parte da noite auxiliam muitas pessoas a terem um sono de qualidade.

ac24horas – Quais os cuidados com a alimentação das crianças durante essa pandemia?

Luana Farias – Incluir alimentos saudáveis (frutas, hortaliças, ovos, queijos e carnes) na alimentação das crianças é muito importante. Para aquelas que possuem uma certa resistência, convidá-las para preparar as refeições – de acordo com a responsabilidade de cada idade – é uma ótima ideia, além de variar a forma de preparo dos alimentos para obter uma maior aceitabilidade.

ac24horas E os adultos também podem adotar uma alimentação diferenciada?

Luana Farias – Com certeza! Além de todos os cuidados para evitar o contato com o vírus, é muito importante que o corpo esteja preparado caso, infelizmente, você seja acometido por ele. Não existe um alimento milagroso que irá evitar proteger você do vírus, mas a sua imunidade definirá muito sobre como o seu corpo irá reagir diante dessa situação. Por isso é tão importante o consumo de alimentos ricos em vitamina C (laranja, kiwi, acerola, morango, limão), vegetais verde-escuros (couve, brócolis, rúcula, espinafre), gengibre, alho, além das oleaginosas (castanhas, amêndoas, nozes).

ac24horas– Quem foi diagnosticado com a Covid-19 deve seguir que tipo de alimentação?

Luana Farias – Deve continuar se alimentando bem, de forma saudável, com horários pré-definidos para evitar que a medicação (com seus efeitos colaterais) prejudique o seu trato gastrointestinal, além de tomar muita água para se manter hidratado na recuperação.

ac24horas – Idosos e integrantes do grupo de risco devem ter algum cuidado específico com alimentação e ingestão de líquidos?

Luana Farias – Sim! O idosos e outras pessoas do grupo de risco precisam evitar os alimentos industrializados, principalmente os ultraprocessados, já que normalmente esses alimentos são ricos em sal, açúcar, conservantes, corantes e gorduras. Evitando os industrializados, preferindo por uma alimentação mais equilibrada e se hidratando corretamente fortalecerá o sistema imunológico.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas