Conecte-se agora

Uma eleição diferente 

Publicado

em

FOTO: DIVULGAÇÃO/INTERNET

A eleição municipal deste ano vai acontecer num cenário diferente das anteriores. O que aconteceu nos últimos 20 anos, no Acre, foi uma polarização entre o PT e os partidos contra o PT. Com a fragorosa derrota do petismo na última eleição, quando foi varrido da Câmara Federal, Senado e do Governo, abriu-se um novo campo a ser ocupado pelos partidos que saíram vencedores do último pleito. O PT, depois de vencer a eleição nos quatro últimos mandatos deve participar do pleito, mas não na posição de favorito que vinha ocupando. Este papel deverá ser disputado pelo PROGRESSISTAS, MDB, PSDB E PSB. Outro componente diferente na disputa da prefeitura da capital este ano será o fato de que teremos dez candidatos postulando o cargo. Isso é bom para a democracia, porque abre um maior leque de escolha para o eleitorado. Será uma eleição da qual é quase certa apenas uma coisa: que dificilmente um candidato conseguirá se eleger prefeito no primeiro turno. Que venham as urnas. Não espere acabar a compra de votos, a montagem de esquemas de aliciamentos através de listas eleitorais, porque isso continuará com a mesma força de eleições anteriores.

COMO ADIAR UMA EXECUÇÃO

A oposição teve as emendas que considerava importantes para mudar a cara do projeto do Instituto da Saúde, derrubadas na sessão de ontem na ALEAC. O adiamento para a próxima terça-feira das emendas restantes e votação do PL, apenas adiou a derrota da oposição.

DISCUSSÃO POLITIQUEIRA

A grande verdade é que boa parte das discussões deste projeto entraram para o campo da politicagem. Outro fato é que a oposição, mesmo sendo minoritária, está dando uma trabalheira à base do governo em todas as votações. O PL será aprovado, e os debates duros são naturais do parlamento. O desfecho para terça-feira será o esperado, a maioria vence.

CAIU NO DEBOCHE

Um político tem duas fases: uma quando cai na graça da população, e é a largada para vôos mais longos. A outra é quando cai no deboche por remar contra a maioria da opinião pública, e este acaba desaparecendo no cenário. Na política, a palavra tanto eleva, quanto joga no chão.

MEDIDAS MAIS DURAS

O governador Gladson vai ter que tomar medidas mais duras se quiser conter esta escalada do Covid-19, porque alguns insanos continuam a levar uma vida normal, como se nada tivesse acontecendo. Chegamos na saturação do sistema de saúde e a situação tende piorar.

RECORDE NEGATIVO

O que choca é a falta de respeito com as 76 famílias dos que morreram, ao ser contra o isolamento social. Por conta disso, chegamos ao recorde negativo de 335 novos casos do Covid-19 em 24 horas. Vamos célere para os 3 mil casos, mas nem isso comove os insanos.

NOVAS DATAS CERTAS

O consenso entre as presidências do Senado e da Câmara Federal é empurrar as eleições municipais para dezembro, e falta apenas definir as datas do primeiro turno e segundo turno. O consenso é que não haverá golpe contra a democracia, se prorrogando os mandatos.

NADA MAIS CRUEL QUE A PALAVRA

A palavra na política é fatal, mal colocada pode derrubar pedestais. Foi o caso da sandice de ontem, com o Lula declarando que foi bom aparecer o coronavírus para mostrar aos que são contra o Estado grande, que estão errados. E o presidente Jair Bolsonaro falando em tom de deboche que, a direita toma cloroquina e a esquerda toma tubaína. Duas patetices de toscos.

APANHARAM SEM DÓ

Tanto Lula como o presidente Jair Bolsonaro apanharam sem dó de autoridades da área de saúde e dos internautas de modo em geral, com críticas duras nas redes sociais.

NEM DOS PETISTAS

O Lula, por incrível que possa parecer, não escapou nem das críticas de petistas da aldeia.

TUDO MUITO OBSCURO

Está tudo muito obscuro na saída do Oteniel da secretaria municipal de Saúde, onde desempenhava um bom trabalho. Não creio que sua exoneração aconteceu apenas por supostamente ter sido flagrado tomando uma cerveja, e deve haver algo maior na história.

DENTRO DO QUE DEVE SER

O secretário de saúde, Alysson Bestene, vem cumprindo um papel positivo no combate à pandemia ao seguir os protocolos para o combate ao Covid-19. Não pode é sair pegando ninguém pelo colarinho e levando para cumprir o isolamento. A sua parte está sendo feita.

GRANDE VERDADE

A grande verdade é que não há a solidariedade de parte da população às medidas adotadas para combater a pandemia, o que acabou redundando no grave quadro da pandemia no Estado. O brasileiro só leva mesmo a sério o futebol e o carnaval, dos quais não abre mão.

SEM CUSTOS

O médico Carlos Beirute cedeu sem nenhum custo para o governo um respirador de propriedade da Prontoclínica. Esta é uma guerra que não diz respeito só ao governo.

FALOU O BOM SENSO

Está definido que o candidato a prefeito de Rio Branco pelo PROGRESSISTAS será o Tião Bocalom (PROGRESSISTAS). A senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTAS) agiu com bom senso ao transferir o anúncio oficial para mais à frente, para evitar uma aglomeração na pandemia.

VEJO NESTA DIREÇÃO

O Jorge Viana nem pensar. O ex-prefeito Angelim já decidiu que não será candidato. O Binho não quer saber de política. Vejo os fatos se encaminhando para uma candidatura do deputado Daniel Zen (PT) a prefeito de Rio Branco, embora não haja até aqui uma manifestação do PT.

FRENTE DE OPOSIÇÃO

Está sendo gestado um acordo que envolveria PT, PCdoB, MDB e PSDB, para o lançamento de um candidato único a prefeito de Feijó, como uma forma concreta de derrotar o prefeito Kiefer. Não  sei como funcionará um acordo neste nível, já que estes partidos têm candidatos.

WO

Perguntei ontem ao deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), como via a situação política de Cruzeiro do Sul. Em tom de ironia disse que, a permanecer a indecisão entre os aliados do governador Gladson, o Fagner Sales (MDB) acabará ganhando por WO a prefeitura.

DECISÃO DA NACIONAL

O candidato a prefeito da capital, Luziel Carvalho (SD), ligou ontem para garantir que a sua candidatura está sacramentada, por ser uma decisão da direção nacional do SOLIDARIEDADE, ter candidatos disputando as prefeituras das capitais. E que está com seu nome na rua.

NADA COMPROVADO CIENTIFICAMENTE

O próprio protocolo do Ministério de Saúde reconhece que a cloroquina não tem comprovação científica, tanto é que o paciente do Covid-19 tem de assinar um termo de responsabilidade.

OMS É CLARA

A Orgnização Mundial de Saúde já emitiu declaração que não há comprovação que o uso da cloroquina é eficaz no combate ao Covid-19. E são declarações de autoridades respeitadas no campo científico. Quem bom seria se a cloroquina fosse o remédio para debelar o Covid-19.

JUSTIÇA SEJA FEITA

O deputado Roberto Duarte (MDB) defendeu desde o início da pandemia o isolamento social, como forma de evitar o crescimento sem controle do Covid-19. Sempre esteve na defesa da vida em primeiro lugar. A justiça tem que ser feita em relação à conduta do parlmentar.

ACABAM SE ENTENDENDO

Embora não tenha se manifestado a tendência natural é que o PCdoB acabe por apoiar o candidato a prefeito de Rio Branco a ser lançado pelos petistas. As demais candidaturas à PMRB fogem ao campo de atuação dos comunistas. PCdoB e PT vivem 20 anos em simbiose.

FRASE MARCANTE

“Viúva com dinheiro é sempre noiva”. Ditado brasileiro.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas