Conecte-se agora

Operação aplica multas e prende acusados de crime ambiental na região do Antimary

Publicado

em

No dia 11 de maio, o Comando de Fronteira Acre/4º Batalhão de Infantaria de Selva (4º BIS), subordinado ao Comando Conjunto Príncipe da Beira – 17ª Brigada de Infantaria de Selva desencadeou a Operação Verde Brasil 2 em sua área de responsabilidade, que compreende os Estados do Acre, noroeste de Rondônia e sul do Amazonas.

Participaram da ação aproximadamente 134 homens e mulheres das seguintes Instituições Federais, Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização (OSPF) e Entidades públicas de proteção ambiental: tropas do 4º BIS; 7º Batalhão de Engenharia de Construção (7º BEC); 4º Batalhão de Aviação do Exército (sediado em Manaus); Polícia Federal (PF); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA); Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A primeira semana da operação promoveu ações repressivas nos assentamentos da Gleba Afluente, uma Unidade de Conservação (UC) de uso sustentável, com mais de 150 mil hectares, localizada entre Manoel Urbano e Feijó, e também no Projeto de Assentamento Agroextrativista (PAE) Antimary (região Sul do Amazonas próxima à Sena Madureira).

Como resultado da operação, o valor total em multas chegou a R$ 530.814,23. Além disso, diversas pessoas foram presas e diversos materiais apreendidos, com destaque para 11 motosserras, 10 armas cano longo (rifles e espingardas) de calibres diversos, 01 revólver .38, 56 cartuchos, 06 espoletas, 03 celulares, 02 pulverizadores, 01 soprador e 01 luneta, dentre outros.

A Operação Verde Brasil 2 é coordenada pela Vice-Presidência da República em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública e se estende até o próximo dia 10 de junho.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas