Conecte-se agora

“Com toda desgraça, a vida é uma graça”, de Abrahim Farhat ao dizer que temia a morte

Publicado

em

Ao terminar de gravar o programa “Bar do Vaz” naquela tarde de quinta-feira, 13 de junho de 2019, o papo com Abrahim Farhat Neto se alongou por mais de uma hora. Ele não parava de rir com os causos que relatava sobre o Acre e sua gente. Falou sobre juventude, educação, economia e, claro, de política.

Lhé, como era conhecido, foi mais do que um ativista político, tanto que chegou a ser chamado de “papa” pelo bispo Dom Giocondo Maria Grotti, uma das maiores autoridades religiosas que o Acre já teve [falecido em acidente de avião em 1971].

As dores que tinha, escondia atrás do sorriso fácil que lhe acompanhou por toda vida. Nunca se importou com dinheiro e aos mais próximos dizia que “a riqueza pode transformar as pessoas em um lazarentas”. Não escondia que tinha medo da morte e preferia dizer que “com toda desgraça, a vida é uma graça”.

Vendo tanta alegria e conhecimento, perguntei se ele queria gravar uma mensagem, mesmo que ela não fosse exibida, tendo em vista que ele acabara de fazer uma entrevista que foi exibida minutos depois pelo site ac24horas.com. Ele disse que sim e anotou alguns temas para se manifestar a sua opinião.

O que ele disse? Vamos descobrir juntos, agora, assistindo a gravação feita por Kennedy Santos.

video

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas